24 novembro 2006

Abri um novo BLOG...

Eu gosto muito de fotografia e por isso me deu uma vontade de colocar no ar um BLOG em que eu pudesse colocar fotos capturadas na internet ou não, com características interessantes, humorísticas,diferentes, especiais e estranhas.
Também de vez em quando postarei coisas mais comuns.
Mas... visite e divirta-se!

http://photus-curious.blogspot.com/

23 novembro 2006

QUERO SER UM CRENTE DIFERENTE

Eu quero ser um crente diferente. Não quero ser conhecido apenas como alguém que não “bebe, não fuma e não joga”. Isso é muito pouco. A “geração saúde”, que freqüenta academias, come comida natural, não bebe e não fuma, e nem por isso podem ser chamados de cristãos.

Eu quero ser um crente diferente. Não quero ser conhecido por ter um modo diferente de me vestir. Usar roupa totalmente fora de moda, não faz ninguém ser conhecido como cristão.

Eu quero ser um crente diferente. Mas, não me satisfaço com o modelo “gospel” de ser crente que há hoje em dia. É broche de Jesus, caneta de Jesus, meias de Jesus, etc. Sabe-se lá onde isso vai chegar. Tem muita gente ganhando dinheiro com esses “cosméticos” para o crente moderno. A grife “JESUS” tem vendido muito. Mas não adianta. Usar parafernália de marketing “gospel” não torna ninguém um cristão

Eu quero ser um crente diferente. Hoje está todo mundo ligado na “net”, a internet. Nas salas de bate-papo evangélico, você tenta conversar sobre assuntos importantes e profundos para a vida cristã, mas não consegue. O papo é “Ta amarrado”, “É tremendooo”, “Oh, Glória!”, nada além de chavões. E, definitivamente, chavões não fazem ninguém um cristão.

Eu quero ser um crente diferente. Que não seja alienado com a vida e seus acontecimentos. Que saiba discutir e entender as questões existenciais, como a dor, a miséria, a sexualidade, a paixão, o amor.

Eu quero ser um crente diferente. Não quero viver acuado, com medo de tudo, vendo o diabo em toda parte e querendo amarra-lo a todo o momento. Jesus Cristo derrotou o diabo na cruz, ele é um derrotado, e eu não preciso ficar me preocupando com ele 24 horas por dia.

Quero ser um crente diferente. Quero saber falar de tudo e não apenas de religião. Quero ter em todas as áreas discernimento e sabedoria. Quero ser um crente que não tenha uma atitude conformista diante do mundo, do tipo: “Ah, Deus quis assim...”, mas que eu seja um agente de transformação nas mãos de Deus.

Quero ser um crente diferente. Quero ser diferente, não em minhas roupas, mas na essência: coração bom, olhos bons. Quero ser um crente que cria os filhos com liberdade, corrigindo-os para que cresçam e desabrochem toda a criatividade que Deus lhes deu.

Quero ser um crente diferente. Um crente que vive muito bem com o seu próximo, socorrendo-o em suas necessidades, sendo agradável, piedoso, que se entristece na sua dor, mas também se alegra com o seu sucesso. Quero ser crente reconhecido pelo que eu “sou” e não por aquilo que “não faço”.

Não quero falar a todo o momento que sou crente, para que os outros saibam, mas quero viver de tal modo que todos percebam Cristo em mim. Aí sim, serei um crente diferente!

21 novembro 2006

Fofoca

"e, além disto, aprendem também a ser ociosas, andando de
casa em casa; e não somente ociosas, mas também faladeiras e
intrigantes, falando o que não convém" (1 Timóteo 5:13).

Eu sou mais mortal que uma bala de canhão. Eu derrubo casas,
quebro corações, afundo vidas. Eu viajo nas asas do vento.
Nenhuma inocência é forte suficiente para me intimidar,
nenhuma pureza é completa para me amedrontar. Eu não tenho
nenhuma consideração pela verdade, nenhum respeito pela
justiça, nenhuma clemência para com o indefeso. Minhas
vítimas são tão numerosas quanto as areias do mar e, muitas
vezes, inocentes. Eu nunca esqueço e raramente perdoo. Meu
nome é Fofoca. (Morgan Blake)

O vício de falar do próximo, tecer comentários desairosos
sobre as pessoas que conhecemos, semear discórdia e provocar
dissensões em geral é uma das armas mais destruidoras no
mundo em que vivemos. Ele tanto faz mal à pessoa de quem
falamos como a nós mesmos. Na realidade, ao dar lugar à
fofoca, estamos nos sujeitando a chuvas de maldição sobre a
cabeça.

A nossa boca, como filhos do Deus de amor, deve ser usada
para abençoar, edificar, consolar, e, em muitas situações,
para orar por aqueles a quem amamos e a quem desejamos ver
livres do pecado e da perdição. Não temos o direito de
acusar, de censurar, de tecer juízos pessoais. Quem julga é
Deus e quem acusa é o diabo. Nós fomos chamados e somos
separados para proclamar a Palavra de Deus e para repartir
todo o bem que recebemos do Senhor ao abrir o coração para
Ele.

Jesus veio para nos trazer vida com abundância e deseja que
o nosso viver e o nosso falar ofereça também momentos de paz
e alegria a todos que estão ao nosso redor. Somos discípulos
do Senhor e, por isso, devemos agir de maneira que
engrandeça e glorifique o Seu nome.

Você tem o hábito de falar mal das pessoas? Peça a Jesus que
o modifique e que de sua boca saia apenas palavras de
bênçãos para todos.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Autor dos livros: Despertando Para Missões, Mensagens Para o
Coração, Um Raio de Sol Para Dias Sombrios, Mensagens Que
Acalentam A Alma, Mensagens de Vida e Vitória.
tprobert@terra.com.br
Ministério Para Refletir - 10 anos de vitórias!

10 novembro 2006


Meu nome é Nick Vujicic, gloria a Deus. Ele usou meu testemunho para tocar milhares de corações ao redor do mundo! Nasci sem os membros superiores e inferiores e os médicos não tinham nenhuma explicação científica para este nascimento "o defeituoso". Como você pode imaginar, enfrentei muitos desafios e obstáculos.

Meus pais eram católicos e souberam, na manhã de 4 de Dezembro de 1.982 em Melbourne (Austrália), que seu filho primogênito tinha nascido sem os membros. Eles não foram preparados antecipadamente.

Os médicos se assustaram e não tinham respostas. Não existe ainda nenhuma razão lógica para que isso tinha acontecido e Nick tem um irmão e uma irmã que simplesmente nasceram como qualquer outro bebê.


Meus pais estavam tristes. Todos perguntamos, "se Deus é um Deus de amor, então porque Deus permitiria que algo de ruim nos acontecesse. Meu pai pensou que eu não sobreviveria por muito tempo, porém as provas demonstraram que eu era um rapaz saudável, só com uns membros perdidos.

Meus pais estavam muito preocupados e medos evidentes de qual tipo de vida eu seria capaz de levar. Deus lhes deu a força, sabedoria e valor através desses primeiros anos e logo em seguida eu estava na idade de ir pra escola. A lei na Austrália não me permitiu ser integrado na escola comum devido a minha deficiência física. Deus fez milagres e deu força à minha mãe para lutar para que a lei fosse modificada. Eu era um dos primeiros estudantes deficientes físicos a ser integrado em uma escola comum.
Adorei a escola e simplesmente tentei viver a vida como as outras pessoas, porém estava nos primeiros anos escolares, onde me deparei com momentos difíceis ao sentir-me excluído, estranho e intimidado devido à minha diferença. Era difícil acostumar-me ao meu corpo, porém com o apoio de meus pais, comecei a desenvolver as atitudes e valores que me ajudaram a superar esses tempos de desafios. Eu soube que era diferente porém dentro de mim eu era igual aos outros.




Muitas vezes me sentia tão pra baixo que não queria ir à escola, só para não ter que enfrentar toda aquela atenção negativa, meus pais me aconselharam a ignora-la. Logo os colegas de classe compreenderam que eu simplesmente era um deles!

Houve momentos que me sentia deprimido e furioso por não poder mudar a maneira que eu era. Me sentia como um fardo para aqueles que estavam ao meu redor. Eu quis acabar com a minha dor e morrer jovem, porém meus pais e minha família sempre estavam alí para me amparar e dar força.

Entreguei minha vida completamente à Jesus aos 15 anos, depois de ler João 9. Acreditei de verdade que Deus me curaria para que eu pudesse ser um grande testemunho do Seu Poder.

Eu desejo estender a mão à juventude e me disponibilizo à Deus, faço qualquer coisa que Ele quiser, e onde quer que ele me leve, eu sigo.Tenho muitos sonhos e objetivos que estabeleci para alcançar na minha vida. Quero me transformar no melhor testemunho do Amor de Deus e posso esperar, para tornar-me um inspirado porta-voz internacional. Eu quero ser independente financeiramente, trabalhando com bens imóveis, modificar um carro para dirigir, ser entrevistado e compartilhar minha história na "Oprah Winfrey Mustra"! Escrever vários livros de sucesso tem sido um dos meus sonhos e espero terminar de escrever o primeiro até o final do ano. Se chamará: "Nenhum braço, nenhuma perna, nenhum cuidado!"

Eu acredito que se você tem o desejo de fazer alguma coisa, e se é o testamento de Deus, conseguirá realizar. Como seres humanos, não devemos colocar limites por razão alguma, de forma nenhuma! O que é pior é colocar limites à Deus. Estarmos disponíveis e contarmos com nossas capacidades e...com que capacidades podemos contar? Deus!








Veja mais em: http://www.lifewithoutlimbs.org/

Nomes de Deus em Hebraico

- Eyaluth- Força (Sl 22:29) Diga o fraco ; Eu sou forte , quando somos fracos é que somos fortes (Je 3:10 e 2 Cr 12:10).

- El Shaddai -Gn 17:1. Deus todo Poderoso , Aquele que é mais do que suficiente.

- El = força, poder , El nos lembra a força da Destra do Senhor.

- Shaddai = nos lembra a mão esquerda que ficado lado do coração, se a destra indica justiça a esquerda amor e misericórdia.

- El Roi- Deus que vê Gn 16:13.

- Tsaddia- Justo ,Sl 7:9.

- Jeová Tsidkenu- Nossa Justiça Jr 23:6.

- Jefté (Juizes 11).

- Jeová Elohim Sabaoth- Senhor Deus dos Exércitos Jr 11:20 .

- El Olam- Deus da Eternidade, Deus do Universo Gn 21:33.

- Jeová Jiré- O Senhor que provê Gn 22:8.

- Jeová Nissi - Minha Bandeira Ex 17:15.

- Jeová Shalom- O Senhor é Paz Jz 6:24.

- Jeová- Kainna -O Senhor Zeloso (Ex 20:5, Ex 34:14).

- Jeová Shamma- Deus presente Ez 48:35.

- Emanuel- que significa Deus conosco (Is 7:14, Mt 1:23).

- Jeová Shamma é Emanuel, a doce presença que nos inunda de amor e proteção.

- Jeová Rohi- Senhor meu Pastor Sl 23:1 Jo 10.

- Jeová Rapha - O Senhor que sara Ex 15:26.

- Ha El- Sl 77:13 Deus fez um plano para Você antes mesmo que nascesse Sal 139:16., e continua a efetuá-lo.

- Yeshua (salvação) / Yeshua HaMashiah (Jesus O Enviado). O DEUS DA SALVAÇÃO ENVIADO !

- Jeová Eloai (O Senhor meu Deus) Js 7: 7-8.

- El Eloe Israel (O Deus Pessoal de Israel) Gen 33:18-20.

- Jeová Elohenu (O Senhor Nosso Deus) Dt 2 : 33, 36. Magen- Senhor nosso escudo (Sl 3:3) Palar - Senhor Libertador (Sl 18:2).

- Elohim - é Deus vivo, Deus Criador (Gn 2:4; Dt 5:36).

- Yasha - Senhor Salvador (Is 43:3).

- Shaphar-Juiz Gn 18:25.

- El Eliom -Deus Altíssimo (Nm 24:16 Sl 7:17; Sl 18:13).

- Jeová- é a combinação de YHWH mais as vogais de Adonai (meu Senhor) esta foi uma forma para poder pronunciar sem temor (pois era uma corruptela do nome) antes cada vez que apareciam as consoantes eles diziam Adonai.

- Adonai que significa Senhor.

- Hashem que significa O Nome.

- Hakadosh BarukHu =O Santo Bendito Seja.

- Ribono Shel Olam = Senhor do Universo.

- kadosh -O Santo de Israel.

- Kadesh significa sagrado.

- Kidush significa santificação.

- Yom kadosh significa dia Santo (Shabath)

- Kasher significa apto , puro.

- Kadish significa santificação é a oração recita durante 11 meses 3 vezes ao dia pelas pessoas enlutadas todos os dias.

- Kidushin significa santidade, mas é a palavra usada para noivado.

- Maor -doador da luz (Gn 1:16).

- Aba- Sl 89:26 ,Rm 8:15. Ainda hoje no hebraico quando uma criança que chamar o seu pai esta é a palavra usada.

- Gaal -Redentor (Jó:19:25).

08 novembro 2006

Somos Chamados

Nosso desejo e privilégio como cristãos, é servir a Deus. Muitos de nós já investimos a vida e o talento na propagação do Evangelho. Mas que tipo de serviço e quais são as obras que temos para apresentarmos a Deus? Que frutos temos produzido? (Gálatas 5.22) Que tipo de servo somos, bons ou maus? (Mateus 24.45-51) Utilizamos ou enterramos nossos talentos? (Mateus 25.14-30; João 5.17) Estamos produzindo obras boas ou más? (1 João 3.12) Será que estamos produzindo obras mortas? (Hebreus 9.14) Nossas obras são sem consistência? (1 Coríntios 3.12-15).

Precisamos compreender que para servirmos ao Senhor são necessárias algumas qualificações:

A primeira qualificação é ter consciência que Deus é o nosso Senhor e que o serviço é feito para agradar a Ele e não aos homens (Efésios 6.6-8).

A segunda qualificação é a obediência – primeiramente a Deus (O que Ele quer da minha vida? Onde Ele quer que eu trabalhe?) e aos líderes e pastores (homens como nós, com defeitos e limitações, porém revestidos de autoridade espiritual – Hebreus 13.17)

A terceira qualificação refere-se à fidelidade. É aquele que cumpre aquilo a que se submete. É o que ama a sua igreja, seu pastor, seus irmãos, e quer ver o sucesso do Reino de Deus. Homens fiéis que cumprem com sua palavra.

Precisamos ser fiéis em nossas escolhas (“Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel.1 Coríntios 4.1, 2).

Questione-se com as perguntas acima, pese-se antes que o próprio Deus faça isto e lhe encontre em falta. Que Deus nos abençoe.



Márcio Melânia

Google