15 janeiro 2007

SANTIFICAÇÃO


Pr. Cleverson de Abreu Faria

O grande propósito de Deus em estabelecer o Seu reino entre os homens é conseguir duas coisas:

1) estabelecer uma união vital entre Si mesmo e o homem;

2) produzir nos homens um caráter que esteja de acordo com esta nova relação existente entre os dois.

Na palavra santificação, nós encontramos duas idéias:

1) a idéia de uma relação especial com Deus, e

2) de um caráter santo.

Palavras hebraicas: Qodesh (substantivo), separação, santidade; Qadash (verbo), separar; Qadosh (adjetivo), santo, sagrado.

Paulo nos dá a idéia da santificação no sentido de consagrarmos a Deus (Rm 12.1), bem como o tornarmos semelhantes a Deus (Rm 6.1-12). Pedro também ensina a mesma coisa (1Pe 1.15,16,22). Ele nos apresenta quatro razões pela qual o cristão deve ser santo em todo o seu procedimento:

1) porque Deus é Santo (1Pe 1.16);

2) porque o cristão deverá comparecer perante o tribunal de Cristo (1Pe 1.17);

3) porque o cristão é peregrino aqui neste mundo (1Pe 1.17);

4) porque o cristão é resgatado e comprado para Deus (1Pe 1.18).

A santificação é então um processo no qual o crente torna-se santo e puro, esta é a nossa posição em Cristo, santos ou santificados (1Pe 2.9; 1Co 1.2); é aqui que o crente alcança o alvo que Deus tinha em vista quando o regenerou; nossa salvação é desenvolvida pelo poder Deus em santificação (Fp 3.7-14; 2.12,13). Santificação envolve a separação do pecado e a separação para Deus.

Palavras gregas: Hagiazo designa a operação divina mediante a qual Deus de uma maneira especial produz no homem a qualidade subjetiva da santidade; Hieros, sagrado; Hosios, santo; Hagnos, puro, imaculado, sem culpa; Hagios, santo, separado. Nomes que denotam santificação: Hagiásmos, santificação, santidade, consagração; Hagiotes, santidade; Hagiosune, santidade.

Os aspectos da santificação são:

§ santificação posicional, isto acontece no momento em que a pessoa crê em Cristo (Hb 10.10,14; Jd 1; Ef 4.24);

§ santificação experimental, isto é um processo diário, o crente procura a santificação no seu dia a dia (Rm 12.1,2);

§ santificação final, isso acontecerá na segunda vinda de Cristo, por meio do arrebatamento, quando finalmente atingiremos o estágio final (Rm 8.29; Ef 5.25-27; 1Jo 3.1-3).

Alguns elementos na santificação:

O É uma realização exclusivamente divina, realizado por meio de Cristo e através do Espírito Santo (Ez 37.28; 1Ts 2.23; Jd 1; Hb 2.11; 13.12; Rm 15.16; 1Co 6.11; 1Ts 4.8);

O O crente é separado para Deus e para o Seu serviço (Gl 4.3; 1Co 6.17);

O Cristo é o nosso maior exemplo de santidade, porquanto Ele é a nossa santificação (1Co 1.30);

O O crente é conduzido à mortificação da natureza pecaminosa por meio da santificação (1Ts 4.3);

O É dito que sem santidade ninguém verá a Deus (Rm 6.22; Ef 5.7-9; Hb 12.14);

O A santificação torna a oferta dos santos aceitável a Deus (Rm 15.16);

O É da vontade Deus que os crentes sejam santos (1Ts 4.13); os ministros de Deus são separados para o serviço divino por meio da santificação (Jr 1.5).

O alvo da santificação é a perfeição de Deus (Mt 5.48).

Postar um comentário
Google