10 julho 2013

“O Espírito de Deus diz claramente que, nos últimos tempos, alguns abandonarão a fé."



“O Espírito de Deus diz claramente que, nos últimos tempos, alguns abandonarão a fé. Eles darão atenção a espíritos enganadores e a ensinamentos que vêm de demônios.
Esses ensinamentos são espalhados por pessoas hipócritas e mentirosas, pessoas cuja consciência está morta como se tivesse sido queimada com ferro em brasa.
Essas pessoas ensinam que é errado casar e que é errado comer certos alimentos. Mas Deus criou esses alimentos para que aqueles que crêem e conhecem a verdade os comam depois de terem feito uma oração de agradecimento.
Tudo o que Deus criou é bom, e, portanto, nada deve ser rejeitado. Que tudo seja recebido com uma oração de agradecimento, porque a palavra de Deus e a oração tornam todos os alimentos aceitáveis a ele!
Se der esses conselhos aos irmãos na fé, você será um bom servo de Cristo Jesus, alimentando-se espiritualmente com as doutrinas da fé e com o verdadeiro ensinamento que você tem seguido.
Mas não tenha nada a ver com as lendas pagãs e tolas. Para progredir na vida cristã, faça sempre exercícios espirituais.
Pois os exercícios físicos têm alguma utilidade, mas o exercício espiritual tem valor para tudo porque o seu resultado é a vida, tanto agora como no futuro. Esse ensinamento é verdadeiro e deve ser crido e aceito de todo o coração.”

Paulo escrevendo sua primeira correspondência ao seu discípulo Timóteo (4.1-9)

MEUS PENSAMENTOS:
Os "últimos tempos" começam com a ressurreição de Cristo e continuarão até sua volta, quando Ele irá estabelecer seu reino e julgará toda a humanidade.
Os falsos ensinadores eram e ainda são uma ameaça para a igreja. Jesus e os apóstolos nos advertiram repetidamente contra eles (vejam-se, por exemplo, 2Pedro 3.3-7). O perigo que Timóteo enfrentou em Éfeso parece ter vindo de certas pessoas na igreja que seguiam a alguns filósofos gregos que ensinavam que o corpo é mau e que só importava a alma.
Os falsos professores recusaram acreditar que o Deus da criação era bom, porque somente contato físico com o mundo o deixaria sujo.
Embora estes membros da igreja influenciados pelos gregos honrassem a Jesus, não podiam acreditar que Ele fora homem.
Não é suficiente que um ensinador aparente saber do que está falando, que é disciplinado e moral, ou que diga que fala em nome de Deus. Se suas palavras contradisserem a Bíblia, seu ensino é falso.
Como Timóteo, devemos nos guardar de qualquer ensino que faça que os crentes diluam ou rechacem qualquer aspecto de sua fé. Tais ensinos falsos podem ser muito diretas ou em extremo sutis.

Paulo disse que os falsos ensinadores eram mentirosos hipócritas que incitavam às pessoas a seguir a "espíritos enganadores e a doutrinas de demônios". Satanás engana às pessoas oferecendo uma hábil imitação do real. Os falsos professores davam normas estritas (como proibir ao povo a que se casasse ou que comesse certos mantimentos). Isto os fazia aparecer auto disciplinados e justos.
Sua disciplina estrita para o corpo, entretanto, não pôde tirar o pecado (veja Colossenses 2.20-23). Não devemos nos deixar impressionar indevidamente pelos créditos ou o estilo de um professor, mas sim devemos olhar a seu ensino sobre Cristo. Suas conclusões a respeito de Cristo mostram a fonte de sua mensagem.

A diferença dos falsos professores, Paulo afirma que tudo o que Deus criou é bom (veja Gênesis 1). Peçamos sua bênção sobre seus dons criados que nos dão prazer e agradeçamos por eles. Isto não significa que podemos abusar do que Deus criou (por exemplo, o abuso no comer muito dá origem à gula ou gulodice, o abuso no dom do amor dá origem à luxúria, e o abuso no respeito pelo dom da vida dá origem aos homicídios). Em lugar de abusar deveríamos desfrutar destes dons usando-os para servir e para honrar a Deus. Deu-lhe graças a Deus pelas coisas boas que lhe deu? Usa-as para sua complacência e a de Deus?

Está você em boas condições físicas e espirituais?
Em nossa sociedade se faz muita ênfase na aptidão física, mas a saúde espiritual (a santidade) é até muito mais importante.
Nossa saúde física está sujeita a enfermidades e acidentes, mas a fé pode nos sustentar em meio destas tragédias.
Ao nos exercitar para ser piedosos, devemos desenvolver nossa fé usando as habilidades que Deus nos deu no serviço da igreja (veja em 1 Timóteo 4.14-16). Está você desenvolvendo seus músculos espirituais?

Márcio Melânia
Postar um comentário
Google