26 dezembro 2016

Devocional para Segunda, 26 de Dezembro de 2016

"Simeão o tomou nos braços e louvou a DEUS, dizendo: Agora, SENHOR, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra; porque os meus olhos já viram a tua salvação, a qual preparaste diante de todos os povos: luz para revelação aos gentios, e para glória de Israel." Lucas 2:28

O que levaria um homem a dizer: agora posso morrer em paz?
Penso que somente um profundo sentimento de plenitude, completa realização e certeza absoluta de quem sabe que a vida tem sentido e a morte pode ser acolhida como uma amiga e não como inimiga.
Na verdade era a criança de Belém que tinha Simeão nos braços, era ele que agora podia dormir tranquilo nas mãos de JESUS.
Seus olhos viram a Salvação e a paz do descanso o envolveu.

Para nós a presença de Jesus deve nos trazer segurança em relação a vida e a morte. Se não for assim, devemos pensar como estamos nos relacionando com o Salvador.

A oração que Bernard de Clairvaux, (1090-1153), fez precisa estar em nossa consciência:

"Ó Deus, eu me elevei acima de mim mesmo, tua palavra era mais elevada. Pesquisei minha natureza mais íntima, tua palavra era mais profunda. Como é que eu sabia que ela estava em mim? Ela é viva e atuante. Logo ao entrar em mim fez acordar minha alma adormecida e tocou meu coração, que fora duro como pedra. Tirou de mim o que era doentio e plantou coisa nova. Regou o que havia murchado, iluminou o que fora escuro, abriu o que fora cerrado. Endireitou, aqueceeu, aplainou. E então minha alma te louvou. Tudo o que havia em mim louvou o teu santo nome."

Márcio Melânia

Postar um comentário
Google