27 dezembro 2016

Devocional para Terça-Feira, 27 de Dezembro de 2016


A verdade nos é apresentada como uma filosofia. Diversos pensadores falam da verdade como um conceito.

Mas a verdade não cabe em uma filosofia, nem muito menos em um conceito. Costumamos usar o termo "verdade", para pontuar as factualidades mais pensadas e resolvidas por nós.

Mesmo essas factualidades mais pensadas, analisadas, ouvidas, "provadas" e resolvidas são frutos do nosso olhar parcial e da nossa interpretação. Nenhuma filosofia é capaz de carregar em si mesmo, a multiplicidade dos significados da verdade!

A verdade é tão poderosa, envolve tantas variáveis, necessita de conhecimentos de intenção do coração, de conhecimento dos pensamentos humanos, que dificilmente um ser humano conseguirá afirmar tal verdade, pura, total, sem distorções!

Os fariseus se intitulavam os "guardiões da verdade". Julgavam que eles eram os responsáveis por preservar a Lei escrita, fazer os manuscritos, interpretá-la e aplicá-la na vida cotidiana dos cidadãos israelitas. Como se a verdade pudesse ser contida em códigos ou palavras. Nem este universo inteiro poderia conter a verdade. O cosmos se torna pequeno, diante da verdade. Nem mesmo o céu dos céus pôde conter a verdade!

Eles não compreendiam no seu orgulho desenfreado que somente a verdade os poderia libertar, e que esta verdade, JESUS, habitava junto ao humilde e ao quebrantado de coração!

A verdade não está em vãs filosofias, nem em axiomas ou códigos de conduta. A verdade é um ser vivo e pessoal. A verdade é JESUS!

Esta Verdade se revestiu de natureza humana e foi enviada ao mundo, mas os homens preferiram acreditar na mentira e o penduraram no madeiro.
Agora, em todo humilde de coração, em todo pobre de espírito se pode ouvir a Verdade que desceu do céu.

Podemos orar assim: "Eterno DEUS, somos gratos por Tua Verdade revelada em nós por meio de CRISTO JESUS, que a Tua Verdade possa nos guiar nos seus caminhos, de Verdade em Verdade, até que venha nos buscar, amém."

 Márcio Melânia
Postar um comentário
Google