21 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017



Até as pessoas mais dispostas espiritualmente têm dificuldade em escapar da tentação de amarem a si mesmas. Assim que elas percebem que são melhores do que outros em alguma coisa, começam a amar a si mesmas e a olhar os outros do alto. As Escrituras nos fornecem um exemplo aterrorizante disso com a história de Saul. Ele era muito bem quisto e não havia alguém igual a ele em Israel (1 Samuel 9.2). Ele estava cheio do Espírito do SENHOR. No entanto, ele não fez o que Miqueias ordenou nessa passagem. Assim, caiu em terrível desgraça e foi rejeitado por DEUS.
Os pais da igreja falaram o seguinte sobre a tentação de amar a nós mesmos: “Não importa onde você lance a cabeça de um cardo, ele sempre ficará de pé”. Semelhantemente a um cardo, essa atitude ímpia facilmente se enraíza nos corações dos cristãos. É difícil para os cristãos evitar o amor próprio. Como Agostinho afirmou, esse é o único mal que se agarra às boas obras. É por isso que DEUS permite que o seu povo escorregue para o pecado, assim como permitiu que Pedro e Davi caíssem. Chocados com sua queda, os cristãos então se humilham. Eles passam a ter medo de pensar tão alto sobre si mesmos e querem manter em mente quão fracos eles ainda são. Foi por isso que Davi clamou: “O meu pecado sempre me persegue” (Salmos 51.3).
Os cristãos se humilham ao reconhecer e olhar para as suas fraquezas e seus pecados. Assim, tentam evitar ter orgulho de suas obras ou dos dons do Espírito que receberam de DEUS. Isso é o que significa “andar humildemente com o seu DEUS”. Devemos ser genuinamente modestos e humildes, desejando permanecer em segundo plano. Nunca devemos procurar honra e louvor pelas boas obras que praticamos.


Lutero

{><}

"Venha em nosso socorro neste dia, meu SENHOR!"

{><}


Márcio Melânia

20 agosto 2017

Devocional para Domingo, 20 de Agosto de 2017



Até hoje esta promessa continua sendo verdadeira, porque mesmo que o templo físico construído por Salomão não mais subsista, nosso templo espiritual somos nós (1 Coríntios 3.16; Mateus 18.20).
Nós sabemos que quando nos reunimos com os irmãos em CRISTO, e nos humilhamos diante de DEUS, e buscamos Sua presença, ELE nos ouve. Ao invés de esperar por um grandioso esforço mundial dos homens, por que não se reunir regularmente com outros, que se unirão a nós nesta oração?

{><}

"DEUS e Pai Eterno, buscamos Sua presença avidamente. Por favor,
perdoe-nos os nossos pecados. Por favor, use-me como uma boa
influência na minha geração. Acima de tudo, Pai, por favor, opere
para que aconteça renovação e cura nesta geração, no nosso povo, na
nossa terra. Nós precisamos da sua orientação, bênção e caráter no
nosso governo e entre o nosso povo, desesperadamente. No nome de
Jesus eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

19 agosto 2017

Devocional para Sábado, 19 de Agosto de 2017



( Salmos 30.5)

DEUS é DEUS de toda consolação (2 Coríntios 1).
Mesmo quando ELE lida de maneira dura para com nosso pecado e rebelião, ELE o faz para o nosso bem. Dura apenas um pouco, e se transforma em alegria. Se você está sendo disciplinado, ou está enfrentando as conseqüências cruéis do pecado, por favor, não desista. A manhã virá, e naquele amanhecer, a graça de Deus. Realmente vale à pena esperar.

{><}

"Pai de Amor, por favor abençoe seus filhos que estão enfrentando dificuldades. Por favor, ajude-nos a aguentar a “noite”, para que quando vier o “amanhecer,  possamos experimentar a grande alegria que vem a seguir. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

18 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017



Quando dormimos, entramos em um mundo particular, sem a consciência da ação de DEUS.
A oração,  em total oposição ao sono, explora cada detalhe no drama da existência, atrai-nos para que participemos da paixão de Cristo.
Há um preço a pagar entre o sono e a oração, e precusamos ficar atentos para não cairmos na tentação.
{><}
"Vive em mim, CRISTO santo; cria um novo Adão, uma nova Eva, para viver para Tua Glória nesse jardim. Ensina-me a liberdade que vive Tua vontade, em vez de insistir na minha. Pelo amor de Jesus. Amém."
{><}

Márcio Melânia 

17 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017



Quando todo o excesso é retirado, qual é sua verdadeira esperança?
Quando você deixa de lado os diplomas, prêmios, honras, títulos, qual é a base da sua significância?
Só Um dura para sempre! Só DEUS garante que nossa vida é importante.
Só nosso SALVADOR pode nos dar um lugar onde o que é valioso para nós não se estragará, nem será roubado, nem apodrecerá. Então, não depositemos nossos tesouros ou esperanças em ninguém mais, a não ser no SENHOR.

{><}

 "Ó SENHOR, Deus e Redentor, obrigado por permitir que eu deposite minha esperança, meu futuro, e meu significado nas suas mãos.
Dê-me coragem e confiança em saber que o Senhor não permitirá que eu seja envergonhado, mas que deixará que eu participe da sua justiça naquele dia no qual eu estiver diante do Senhor. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

16 agosto 2017

Devocional para Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017



 A vinda de JESUS à Terra não é incompatível com o DEUS que se
revela no Primeiro Testamento. DEUS é Grande e Santo. DEUS é Justo e Majestoso. Apesar disso, DEUS ama pessoas, e se relaciona com elas,  especialmente as pessoas que vêm a ELE sabendo que precisam de Seu Amor e Graça. Àqueles que O buscam com paixão e reverência, DEUS traz uma nova Vida que toca o espírito e o coração.

{><}

 "Paizinho Santo e Justo, obrigado por me amar e por vir me salvar através de JESUS. Pai, eu venho ao SENHOR humildemente para pedir que me encha com Seu Espírito de uma maneira mais poderosa, reavive meu coração, e desperte meu espírito para trabalhar para a que SUA Glória transpareça hoje na minha vida. Amém."

{><}

Márcio Melânia

15 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 15 de Agosto de 2017



Ano após ano, todas as manhãs, deixamos a posição horizontal das últimas oito horas (ou menos) e assumimos a posição vertical das próximas dezesseis (ou mais) horas. Vamos ao banheiro, lavamos o rosto, escovamos os dentes, penteamos o cabelo, trocamos de roupa, abrimos as janelas, tomamos a primeira refeição do dia e colocamos as mãos no arado. Fazemos tudo isso sem pensar, sem programar, sem consultar a memória. A repetição nos transforma em “autômatos”. É uma eterna rotina, como a do sol: “O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta” (Eclesiastes 1.5).
Mas a rotina não é problema aqui. O grande problema é a omissão. Nada do que fazemos automaticamente cada manhã deve ser suprimido. Porém algo precisa ser acrescentado. Ficou faltando a devocional matutina, a refeição espiritual, o cuidado com a alma, com a alegria, com o entusiasmo, com a santidade de vida.
O Salmo 90 valoriza essa necessidade interior quando nos ensina a fazer a seguinte súplica: “Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes” (Salmos 90.14).
Nem só de sono, nem só de higiene, nem só de relações familiares, nem só de trabalho, nem só de lazer, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de DEUS” (Mateus 4.4).

{><}

"Dá-nos discernimento, DEUS Eterno, para logo de manhã ouvirmos TUA voz e então tenhamos júbilo e alegria! Eu te peço que isto aconteça enquanto eu viver, no Santo Nome de Teu Filho JESUS. Amém."

{><} {><}


Márcio Melânia

14 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 14 de Agosto de 2017



Mateus 25:21

Nossa tendência é querer tudo agora! Não queremos esperar por nada. Mas Deus tem um princípio que é absolutamente fundamental: nós receberemos muito apenas depois que nos mostrarmos fiéis com o pouco. Então, não desvalorizemos aquelas escolhas morais “pequenas e de pouca importância”. A maneira como lidamos com elas revela quem somos e nos ajuda a determinar quem nos tornamos.

{><}

   "Pai Santo e Justo, por favor dê-me sabedoria para discernir o caminho de fidelidade e justiça em tudo que eu faço. Eu quero ser fiel nas pequenas coisas, para que eu também possa receber aquelas
coisas maiores que importam mais para o Seu Reino. Por favor, purifique meu coração e use meus dons e ações para lhe trazer glória. Amém."

{><}

Márcio Melânia

13 agosto 2017

Devocional para Domingo, 13 de Agosto de 2017



Ser cristão, não significa levar uma vida mais fácil, sinto muito, mas se você pensou isto, você foi redondamente enganado.
É muito mais provável que o contrário aconteça: relacionamentos são destruídos ou desfeitos, incompreensões da parte de ímpios surgirão (os quais são maioria, até mesmo no meio da cristandade, por incrível que pareça), perseguições, insultos, tentações… Este é apenas o começo das inúmeras aflições que enfrentamos quando optamos pelo Caminho que leva à Vida Eterna.
É comum observarmos os que não creem satisfeitos e supostamente contentes vivendo em pecado sem se importar com o que agrada ou desagrada a DEUS, mas, quando somos habitados pelo Espírito Santo estaremos constantemente atentos ao que ELE requer de nós.
Sentimos a necessidade de ouvi-Lo em todas as situações, para que estejamos mais próximos de DEUS, cumprindo a Sua vontade. Isto gera conflitos e angústias quando vivemos no mundo, e é por essas e outras que precisamos estar sempre conectados ao que diz a Palavra de Deus a respeito de como proceder em todas as circunstâncias.
Não estranhe quando for submetido aos sofrimentos desta vida terrena, mas enxergue-os como oportunidades de glorificar o nome do SENHOR e observar como a Sua Palavra é fiel e sempre se cumpre.
O SENHOR está permanentemente conosco (ELE é EMANUEL, lembre-se disto!), ainda que às vezes tenhamos dificuldade em sentir a SUA presença, como naqueles momentos sombrios e solitários. Saibamos que NELE temos fonte inesgotável de ânimo e alegria, pois Ele nos quer felizes e gratos.
Este é um dos maiores diferenciais de viver debaixo da Graça: estamos amparados em todos os momentos e esta certeza nos traz conforto, paz e satisfação ainda que as tempestades da vida tentem nos destruir. Somos capazes de sorrir em meio às intempéries pelo fato de que sabemos que CRISTO "está conosco no barco". Assim como ELE venceu o mundo, nós também venceremos. Creiamos e confiemos.
{><}
"DEUS, PAI Eterno e glorioso, estende neste dia comercial dos pais a TUA bênção sobre os pais deste mundo. Sobre os que são e os que serão. Ensina-os a vencer como TU mesmo venceu o mundo, em nome de JESUS. Amém!"
{><}

Márcio Melânia

11 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017



A tempestade estava assumindo o controle de tão grande que estava. No mar,  o barco começou a ser inundado pelas ondas, mas JESUS estava dormindo.
E os discípulos, já sem esperança, foram acordá-LO, dizendo: “Mestre, salve-nos! Nós vamos morrer!”. E ELE lhes disse: “Por que tanto medo? Vocês não têm fé?”. Então, ELE se levantou, repreendeu os ventos e o mar, e houve bonança. Eles se maravilharam, perguntando: “O que é isso? O vento e o mar obedecem ao comando DELE!”.
A essa altura, os discípulos já deveriam saber com quem estão e o que acontece quando estão com ELE. Contudo, eles estão mais preocupados com o tempo do que confiantes em seu Salvador.
{><}
Será que teríamos ficado com medo?
{><}
"Meu objetivo, CRISTO SALVADOR, é crer em ti de forma tão profunda e plena a ponto de minha primeira resposta em cada crise ser a fé naquilo que farás, confiar no modo como me abençoarás. Mas, tenho um longo caminho pela frente. Tira-me desta fé pequena e tímida e conduze-me à fase madura. Amém."

{><}

Márcio Melânia

10 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 10 de Agosto de 2017



Não estamos aqui por acidente, nem por um acaso!
DEUS estabeleceu um propósito e uma plano para cada um de nós. JESUS nos enviou ao mundo para tocá-lo com sua redenção e causar um impacto positivo por ELE.

{><}


Ó SENHOR DEUS, por favor, dê-me sabedoria e coragem para ver SUA vontade para minha vida. Te peço, em nome de Jesus.
Amém.

{><}

Márcio Melânia

09 agosto 2017

Devocional para Quarta-Feira, 09 de Agosto de 2017



No contexto deste versículo, DEUS lembra ao seu povo que ele é precioso para ELE. ELE o formou e o redimiu. ELE não vai abandoná-lo. Não importa que desafios ou dificuldades ele enfrente,
DEUS estará com Seu povo para livrá-lo e trazê-lo para a segurança e vitória. Nós também podemos aceitar esta mesma promessa; nós também temos a história para nos mostrar a fidelidade de DEUS. Podemos ver como DEUS preservou Seu povo e o redimiu vez após vez dos seus inimigos. DEUS não esquecerá seus filhos! Sabemos disto por causa da promessa. Sabemos disto pela história. Sabemos disto pela fé!

{><}

Obrigado, DEUS Poderoso, por sempre estar perto. Muitas vezes não tenho consciência da SUA proximidade, nem da SUA
providência. Apesar disso, eu
Creio, que o SENHOR está perto, mesmo quando me sinto sozinho e SUA presença parece tão distante. Dê-me confiança e perseverança para suportar as dificuldades. Amém."

{><}

Márcio Melânia

08 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 08 de Agosto de 2017



Nenhum outro exemplo no qual possamos pensar se compara a José. Ele sofreu uma quantidade enorme de torturas, as quais eram insuportáveis, e não teve qualquer ajuda ou esperança. Além disso, os mártires da fé geralmente sofrem durante um curto período de tempo. Mas José teve que sofrer por um longo tempo. Não é possível encontrar muitas pessoas que, se fossem abandonadas como José, não reclamariam, não ficariam iradas nem impacientes. Sim, José teve seus momentos de fraqueza também. De vez em quando ele se sentia deprimido e queria reclamar, chorar e desistir.
O exemplo de José ilustra a importância de esperar no SENHOR. Nos Salmos, podemos ler: “Espere no SENHOR. Seja forte! Coragem! Espere no SENHOR” (Salmos 27.14). Habacuque diz: “Pois a visão aguarda um tempo designado; ela fala do fim, e não falhará. Ainda que demore, espere-a; porque ela certamente virá e não se atrasará” (Habacuque 2.3). Isaías nos encoraja: “Então você saberá que eu sou o SENHOR; aqueles que esperam em mim não ficarão decepcionados” (Isaías 49.23).
Mas a nossa fraqueza humana nos diz: “Já passou tempo demais. Tenho esperado auxílio há cinco, dez ou vinte anos e não consigo ver o fim disso”. Lembre-se de que DEUS fez essa promessa a você. Ele é seu amigo e Pai. Devido à sua graça e misericórdia, DEUS prometeu tomar conta de você assim como um pai cuida de seu filho pequeno. Ele é seu Pai e você é seu filho querido. A sua natureza pecaminosa ainda diz que esperar em DEUS é tolice? Não se preocupe. Continue a esperar, junto com todos os que creem. O que CRISTO promete em Mateus 24.13 se cumprirá: “Mas aquele que perseverar até o fim será salvo”.

{><}

Baseado em escritos de Lutero
{><}

"SENHOR meu DEUS, ajude-me a ter coragem, forças para prosseguir; em meios às lutas cotidianas. Por vezes me sinto fraco a ponto de querer desistir. Fortalece-me, então SENHOR!"

{><}

Márcio Melânia

07 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 07 de Agosto de 2017



SE “OS ANOS DE NOSSA VIDA CHEGAM a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor” (Salmos 90.10), então a metade dos nossos dias oscila entre os 35 e os 40 anos. Por que morrer a essa altura da vida, antes de ver os filhos dos filhos, antes de completar o que foi começado, antes de colher os frutos das árvores plantadas, antes de parar de comer o pão do suor do rosto, antes de tirar férias mais prolongadas?
Diante dessa injustiça, diante dessa surpresa, diante dessa ameaça — o salmista não fica bravo, não diz impropérios, não perde a fé, não rompe com o SENHOR da vida. Apenas suplica humildemente: “Ó meu DEUS, não me leves no meio dos meus dias” (almosl 102.24).
Aqui está o direito da súplica. Ele existe. Foi outorgado por DEUS. Não apenas a uma e outra pessoa, mas a todos: “Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta” (Mateus 7.7).
O rei Ezequias se valeu desse direito quando adoeceu gravemente e soube que a doença o levaria à morte. DEUS ouviu a sua oração, viu as suas lágrimas e lhe deu graciosamente mais 15 anos de vida (2 Reis 20.1-11).
Não temos o direito de exigir, de impor a nossa vontade, de esbravejar. Temos apenas o direito de súplica. O direito de resposta pertence a DEUS. Ele disse “sim” a Ezequias e disse “não” a Davi, quando este pediu muito mais do que a metade de uma vida para o filho recém-nascido (2Samuel  12.15-23).

{><}

"Peco-Te SENHOR, que como o salmista, ouça a minha oração, permita-me ver os filhos de meus filhos, antes que 'se rompa o fio de prata'. Assim seja, no nome de JESUS."
{><}



Márcio Melânia

06 agosto 2017

Devocional para Domingo, 06 de Agosto de 2017


Os salmos revelam que há uma intimidade muito profunda e continuada entre o salmista e DEUS. Para ele, DEUS não é um criador impessoal nem uma força sem coração nem uma autoridade de difícil acesso.
A intimidade é tal que o salmista usa um rico vocabulário para se dirigir a DEUS e coloca sempre o pronome possessivo: o SENHOR é o meu escudo, a minha fortaleza, a minha força, o meu forte refúgio, a minha luz, a minha rocha, o meu rochedo, a minha torre alta. Para o salmista, DEUS é o seu Ajudador, a sua Esperança, a sua Glória, o seu Libertador, o seu pastor, o seu Rei e o seu Salvador.
Os salmos mostram a total dependência que o salmista tem de DEUS. Ele precisa do SENHOR para tudo — para continuar vivo, para sair de uma situação complicada, para não pecar, para obter perdão, para andar de cabeça erguida, para não se desesperar, para parar de chorar, para alegrar-se, para não cometer equívocos, para superar circunstâncias desfavoráveis, para obter vitória sobre seus adversários.

{><}

"Oro neste instante a Ti SENHOR, desejando de Tua parte a mesma intimidade que o salmista tinha. Quero precisar constantemente de TI, de Tua ajuda, para também superar todas as circunstâncias que estou vivendo. Te louvo, pois sei que atendes a minha oração."

{><}

Márcio Melânia

05 agosto 2017

Devocional para Sábado, 05 de Agosto de 2017



Executar uma vingança é uma maneira maligna e dolorosa de responder àqueles que sentimos que nos fizeram mal. O SENHOR é nossa garantia de recompensa justa. Deixe com ELE. Vingança crescente só leva a pessoas destruídas e vidas desmoronadas. Pior ainda, leva a ampliação da ação do mau caráter.

{><}
"Através do seu Espírito, Pai, dê-me poder para ser paciente e esperar que o Senhor cuide de injustiças cometidas contra mim.
Por favor, torne meu coração mais parecido com o de Jesus, no nome de quem eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

04 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017



DELEITAR-SE com o que você tem atualmente é melhor do que deixar que o seu coração vagueie. Você deve fazer uso do que está na sua frente, em vez de perambular por aí, cheio de desejos. Isto foi o que o cachorro dos escritos de Esopo fez quando perseguiu o reflexo na água, o que fez com que ele perdesse a carne que tinha na boca. Você deve usar o que DEUS colocou diante de você e ficar satisfeito com isso. Você não deve tentar satisfazer os seus próprios desejos, porque eles nunca serão totalmente satisfeitos. Em vez disso, você deve usar tudo o que Deus tem colocado diante de você. Tudo isso é muito bom (Gênesis 1.31).
Pessoas fiéis são contentes com o que têm e consideram tudo como um presente de DEUS. Os incrédulos, porém, agem de forma diferente. Tudo o que vêm na sua frente não passa de um estorvo. Eles não usam esses presentes nem os apreciam. Ao contrário, permitem que seus corações andem sempre descontentes. Se eles têm dinheiro, não encontram prazer nem desfrutam dele. Eles sempre querem algo diferente. Se eles têm um cônjuge, querem uma outra pessoa. Se adquirem um reino, não ficam satisfeitos com apenas um. Alexandre, o Grande, por exemplo, queria outro mundo para conquistar.
Devemos fixar nossos olhos no que já temos à nossa frente. Devemos nos agradar com tudo isso. Devemos ter prazer nisso e agradecer a DEUS por cada coisa. DEUS não quer que os nossos corações vagueiem pensando em outras coisas. Essa passagem nos mostra que devemos fazer uso do que temos no presente. Deixar que nossos corações vagueiem cheios de desejos não faz sentido.
{><}
"SENHOR, ajude-me a manter os meus olhos fixos e TI somente. Ensina-me a desenvolver o dom do contentamento. Amém."
{><}

Márcio Melânia

03 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 03 de Agosto de 2017



Escrevendo a Timóteo, Paulo revela que um dos maiores tesouros da vida é a piedade com contentamento (1 Timóteo 6.6). Com este tesouro, nossas circunstâncias físicas se tornam bem menos importantes para nós do que o caráter que mostramos nestas circunstâncias.
Nossa situação financeira é menos importante do que amar a DEUS do fundo de nosso coração.
Aqueles que são ricos e mostram piedade, um desafio muito difícil, segundo JESUS, são aqueles que são felizes por serem piedosos, e serão assim, com ou sem riqueza. Aqueles que são pobres e são piedosos demonstram a mesma habilidade.
Então o xis da questão não é o quão rico nós somos de dinheiro, mas o quão ricos somos da Graça!

{><}

"PAI Fiel e constante, aquiete meu coração inquieto e às vezes cobiçoso, e me ajude a encontrar meu contentamento na SUA presença
e SEU caráter na minha vida. Amém."

{><}

Márcio Melânia

02 agosto 2017

Devocional para Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017




O que é mais importante para você: seu dinheiro ou seu caráter?
Eu lhe garanto que esta pergunta será feita a você de várias maneiras diferentes; provavelmente nas piores circunstâncias, quando você estiver mais vulnerável. Conta-se que Martinho  Lutero disse que a última parte do homem a se converter é a sua carteira.
Então, você escolherá o pouco do justo, ao invés da abundância do perverso? Hummm! Pergunta difícil. Então, façamos esta decisão agora, antes que as circunstâncias mudem. DEUS, Seu Reino, Sua vontade, Sua justiça vêm primeiro, certo?

{><}

"Deus Poderoso, criador e dono de tudo, por favor, conceda-me amor pela justiça e desprezo pela ambição e cobiça. Eu quero lhe servir com um coração não dividido, que não pode ser influenciado por coisas materiais nas decisões. Por favor, ajude-me a fazer decisões baseadas no que vão lhe agradar. Amém."

{><}

Iluminalma

01 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017



O cristão que se preocupa somente com a aprovação de Deus vive livre da tirania das pressões conformistas, descansado sob a direção firme do Deus que nos ama e se entrega por nós. Aqueles que tentam agradar ao mundo com seu bom comportamento logo se veem sob a vigilância insensível de mil críticos.

{><}

"Torna-me indiferente, Deus, à aprovação do mundo, mas sensível à tua. Como é fácil fazer parte do desfile da religiosidade! Guarda-me da pretensão, das poses, dos fingimentos. Pelo amor de Jesus. Amém."

{><}


Márcio Melânia

31 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017



DEUS é extremamente generoso e não limita os seus depósitos de “Graça e Verdade” e, depois, com cautela, os distribui aos poucos. Assim, ELE faz quando revela pela SUA Palavra a Si mesmo e a JESUS CRISTO.

DEUS, provoca uma mudança daquilo com que eu estava acostumado, vivendo precariamente com as migalhas da lei! Todo dia agora é um banquete, grande e abundante! GRAÇA sobre GRAÇA!

{><}
"PAI ETERNO, obrigado por este novo estilo de vida de “graça sobre graça”, que o SENHOR nos revela pela SUA Palavra. Amém."
{><}

Márcio Melânia

30 julho 2017

Devocional para Domingo, 30 de Julho de 2017



O que nós mais desejamos é estar mais próximos do bem.
Que resistir a tentação fosse algo bem mais fácil.
Nosso desejo maior é que o próprio DEUS faça este trabalho, e que o Espírito Santo nos proteja do stress e da pressão. Felizmente Deus nos promete dar poder através do Espírito Santo, mas nos lembra de que nós temos de submeter nossa vontade a ELE intencionalmente, e de que precisamos resistir ao Mal, a fim de que o Espírito Santo aja nas nossas vidas. Se nós enfrentarmos o Mal e suas tentações, ele fugirá de nós. Façamos nossa parte, confiando que DEUS cumprirá todas as suas promessas mais do que possamos imaginar.

{><}

"PAI, obrigado por sua presença e poder em nós, por meio do Seu Santo  Espírito. Meu DEUS eu me submeto à sua vontade alegremente, pedindo-lhe que a cumpra na minha vida a TUA. Por favor, use Seu povo e Seu Espírito para me motivar e inspirar a resistir o mal e a identificar as tentativas dele para desencaminhar meu compromisso com o Senhor. Amém."

{><}

Márcio Melânia

29 julho 2017

Devocional para Sábado, 29 de Julho de 2017




Pertencemos ao SENHOR, DEUS de toda a criação, e DEUS de Abraão, Isaque e Jacó (1 Pedro 2:9-10). Nós somos recipientes da graça de DEUS e somos abençoados por Seu Amor pelos patriarcas de Israel.
Nosso futuro está totalmente sob Seu controle, não há o que temer.
ELE nos acompanhará nas dificuldades que enfrentarmos. ELE garantirá que nossa redenção se concretize. Por que? Porque pertencemos a ELE. Nós somos DELE. ELE nos conhece. ELE nos formou. O povo de DEUS pertence a ELE para sempre. Nós somos filhos do DEUS Todo-Poderoso!

{><}

 "SENHOR Poderoso e Soberano - Deus de Abraão, Isaque e Jacó - Eu lhe louvo pela SUA fidelidade às suas promessas. Eu lhe agradeço por SEU trabalho redentor através de muitas gerações. Eu aprecio profundamente o fato do SENHOR ter mandado seu Filho e nosso MESSIAS para nos redimir. Eu lhe louvo por inspirar as Escrituras, a fim de me ensinar SUA verdade. Por favor, saiba da minha enorme gratidão pela bênção de pertencer ao SENHOR, e de saber que posso lhe confiar meu futuro. Por favor abençoe SEU povo com uma maravilhosa consciência da SUA presença, e use-nos para lhe trazer glória. Amém."

{><}

Márcio Melânia

28 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017



Nosso maior exemplo, JESUS, ao mostrar seu amor e cuidado por seus discípulos  orava a DEUS por eles, demonstrando que precisamos, devemos e podemos orar pela proteção espiritual de DEUS para aqueles que amamos.
Façamos isto hoje:

(><)

"Amável DEUS e PAI, por favor,
seja glorificado na minha vida. Peço, em nome de JESUS que tu protejas espiritual e fisicamente estas pessoas (cite os nomes)….por quem me preocupo muito. Amém."

(><)

Márcio Melânia

27 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017



O lema da democracia diz que a maioria é quem domina. Esta filosofia tem estado em vigor para tantas pessoas ao longo do curso da história!
Mas, “o domínio da maioria” não se aplica ao Reino de DEUS. No Seu Reino, DEUS decide, não nós. A santidade de DEUS é o alvo, ao invés de apenas tentar ser melhor que outra pessoa. Infelizmente, a maioria das pessoas nunca encontrará o caminho do SENHOR. Elas querem as coisas do jeito delas. Porisso, O Caminho é estreito.
Um problema crucial surge em querer as coisas do nosso jeito: no fim leva a desastre.
DEUS, o Criador e Sustentador de toda a vida, é o único que pode fazer a agenda da nossa vida. Peçamos Sua ajuda e orientação para o seguirmos o SEU Caminho!

(><)

  "PAI, decida as coisas no meu coração, meus pensamentos, minhas palavras, meu tempo, meu trabalho, minha família, e minha vida. Eu preciso viver de uma maneira que agrade ao SENHOR, fazendo a SUA vontade. Por meio de JESUS, oro, com gratidão. Amém."

{><}

Márcio Melânia

26 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 26 de Julho de 2017



Quando lhe oferecem o melhor dos doces o que realmente importa é o sabor.
No entendimento, compreensão e sabedoria bíblica é a prática o que importa.
Saber a verdade e não praticá-la não é suficiente; viver a verdade é tudo. (Mateus 7).

(><)

   "Ó SENHOR Deus, dê-me poder pelo seu Espírito à medida em que procuro não apenas “praticar o que prego”, mas também mostrar minha obediência à sua vontade, e viver de acordo com seu caráter na minha vida diária. Eu oro no nome de Jesus Cristo, meu Senhor. Amém.

(><)

Márcio Melânia

25 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 25 de Julho de 2017



É IMPOSSÍVEL separar o que sabemos de DEUS de quem é DEUS, e separar o que DEUS disse de Seu próprio ser.

Todas as coisas que foram feitas são sinais que levam a DEUS, e DEUS, sem dúvida, é a verdade de tudo. Mesmo que os secularistas queiram dizer o contrário. DEUS continua sendo DEUS!


(><)

"Sou muito grato, SENHOR, por este universo gloriosamente complexo, organizado, que se mantém inteiro. Para todos os lugares que olho, encontro provas do que TU tens feito. Tudo o que vejo me dá outra razão para me maravilhar e louvar. Mesmo nos momentos difíceis da vida, eu vejo a TI! Amém."


(><)

Márcio Melânia

24 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 24 de Julho de 2017



Quando os fariseus perguntaram: “Onde está o seu pai?” eles estavam dizendo: “Nós não ouvimos o testemunho do PAI. Os milagres que você realizou, como ressuscitar mortos, nada significam”. Os fariseus queriam que JESUS colocasse o PAI diretamente em frente dos seus olhos para que eles pudessem senti-LO e tocá-LO, como fariam com uma parede. De outra forma, eles não creriam nem aceitariam o que Ele estava dizendo. Porém CRISTO apontou para o testemunho do PAI, não para que eles sentissem e tocassem o PAI, mas para que eles cressem. O testemunho do PAI deveria ter levado todos eles à sua Palavra. Filipe também disse a CRISTO: “Mostra-nos o PAI” (João 14.8). Mas CRISTO não nos mostra o PAI da maneira como talvez o queiramos ver. Em vez disso, o PAI nos mostra CRISTO, que diz: “O PAI me aponta a vocês, não o contrário. ELE é quem mostra CRISTO a vocês. ELE testifica de mim. Vocês devem fazer o que ELE diz e ouvir minhas palavras e meu testemunho”.

Esse é o principal ponto do argumento: nós sempre devemos manter CRISTO diante dos nossos olhos. O mal nos tenta continuamente para abandonarmos a CRISTO e procurarmos o PAI, dizendo-nos: “Isso ou aquilo agradará a ele”. Enquanto isso, ignoramos CRISTO – aquele que o PAI enviou para que ouvíssemos apenas ELE. Respondemos como os fariseus responderam e rejeitamos CRISTO. Imaginamos: “Onde está o PAI?”. Essa é a pergunta que o mundo faz.

Essa é a maior tentação para a nossa fé. Devemos nos dedicar à Palavra de CRISTO e nos treinar para nos apegar a ela de tal maneira que nunca percamos JESUS de vista. 
(.....)

Baseado em escritos de Lutero.

(.....)
"Meu DEUS, obrigado por nos revelar CRISTO, pois assim te vemos. Ao vermos Teu Santo Filho em um momento na cruz e em seguida ressurreto, cremos plenamente que vemos a TI testificando de mim. Eu TE louvo por isto. Amém!";

(,,,,,)
Márcio Melânia

23 julho 2017

Devocional para Domingo, 23 de Julho de 2017



É preciso admitir o processo do envelhecimento e a proximidade da morte.
O autor deste Salmo não se incomoda de confessar: Pouco depois, no Salmo 109 ele aborda outra vez o mesmo assunto: “Vou me acabando como a sombra ao anoitecer; sou levado pelo vento como se eu fosse um inseto” (109.23).
Antes ele já havia orado a respeito: “Ó SENHOR DEUS, quanto tempo ainda vou viver? Mostra-me como é passageira a minha vida. Quando é que vou morrer?” (Salmos 39.4).
Se há fim é porque há início. E o salmista estava muito por dentro desse início de vida. Tudo começara não no dia de seu nascimento, mas nove meses antes, no dia de sua concepção. A partir daí, a partir da substância ainda informe, a partir do embrião, ele foi sendo maravilhosamente entretecido no ventre de sua mãe, sob o olhar perscrutador de Deus. Antes mesmo de completado em secreto aquele corpo, antes mesmo de vir à luz, Deus já sabia qual seria a duração daquela vida (Salmos 139.13-16).
O número de dias da vida humana  é registrada no livro de DEUS, ao qual ninguém tem acesso. Mas, a certa altura, começa o processo do envelhecimento, diametralmente oposto ao processo da gestação. A partir daí os cabelos começam a embranquecer, os braços começam a tremer, as pernas começam a falhar, os dentes começam a cair, a visão e a audição começam a sumir, e, por fim, “o cordão de prata” se rompe. Então, o pó volta ao pó e o espírito volta a Deus (Eclesiastes 12.1-8).
De nenhuma forma isto é diferente conosco. Estamos todos no mesmo caminhar. are agora um pouco e pense sobre isto antes que se "parta o cordão de prata". Pense por um momento na eternidade e para onde você irá.  Há uma Esperança para os cristãos que estão ligados a DEUS, Tome portanto a sua posição.
(.....)

"SENHOR,

Quero estar ao pé da cruz
De onde rica fonte
Corre franca, salutar
Do Calvário monte
A tremer ao pé da cruz
Graça eterna achou-me
Matutina Estrela ali
Raios seus mandou-me
Sempre a cruz, Jesus, meu Deus
Queiras abrigar-me
Junto a cruz, ardendo em fé
Sem temor vigio
Pois à terra santa irei
Salvo, além do rio
Sim, na cruz, sim, na cruz
Sempre me glorio
E enfim vou descansar
Salvo, além do rio".

video

(...)

Márcio Melânia

22 julho 2017

Devocional para Sábado, 22 de Julho de 2017



Três vezes o salmista clama ao Senhor por restauração no Salmo 80. A súplica é sempre a mesma, mas ele vai tornando cada vez mais comprido o nome de Deus, quem sabe para mostrar a sua dependência da misericórdia divina. Na primeira vez, o salmista diz: “Restaura-nos, ó Deus” (v. 3). Na segunda: “Restaura-nos, ó Deus dos exércitos” (v. 7). E na terceira: “Restaura nos, ó Senhor, Deus dos exércitos” (v. 19).

O pedido não é egoísta, não é isolado. É para Deus restaurar Israel, a nação toda, o povo todo. Se não é exageradamente egoísta (porque não pede restauração só para ele) também não é exageradamente altruísta (porque não pede restauração só para os outros). Essa é a oração desejável, esse é o equilíbrio que agrada a Deus.

O salmista está suplicando a intervenção do Senhor na vida dele e na vida do povo. Ele quer que Deus recolha os cacos que estão pelo chão e refaça o vaso quebrado dando-lhe a forma e a beleza anteriores, como aconteceu com aquele vaso de barro que se estragou nas mãos do oleiro (Jeremias 18.1-4).

Porque o fiel não permanece fiel o tempo todo, porque nem sempre consegue passar por uma crise sem se machucar, porque pode cair numa emboscada e enlamear-se mais uma vez, porque o primeiro amor perde sua intensidade com o tempo, porque por algum momento está sujeito a ceder à pressa da carne e dos demônios — não há quem não precise de vez em quando de fazer a famosa oração: “Restaura-nos, ó Senhor, Deus dos exércitos!”.

Davi foi restaurado, a nação eleita muitas vezes foi restaurada, Pedro foi restaurado, a igreja tem sido restaurada, reformada e reavivada. Ninguém é obrigado a permanecer como cacos esparramados pelo chão. Nem como ossos sequíssimos espalhados uns dos outros, enchendo um vale inteiro. Deus pode colocar outra vez o seu Espírito nesse cemitério de ossos e nos pôr de pé!
(*****)
"Restaura-nos, ó Senhor, Deus dos exércitos!”. Amém!

(*****)
Márcio Melânia

21 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017



Toda ocasião embque pegamos no sono, entramos em um mundo particular, e nos prostamos inconscientes da ação de DEUS.
A oração, o oposto do sono, explora cada detalhe no drama da existência, atrai-nos para que  participemos da paixão de CRISTO.
Nossa dificuldade em conciliar o sono com oração.torna-se presente e uma realidade na maioria das vezes em que tentamos.
Que preço nos é cobrado para que enfrentemos este dilema?
(...)

"Mais uma vez te imploro, meu SENHOR, faz morada em mim; cria um novo Adão, uma nova Eva, para viver para Tua glória nesse jardim. Ensina-me a liberdade que vive Tua vontade, em vez de insistir na minha. Pelo amor de JESUS. Amém."
/////

Márcio Melânia

20 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 20 de Julho de 2017




O compromisso de DEUS é com Seu povo. Àqueles que seguem a Justiça e a amam fazendo a Sua vontade ELE derrama de Sua Graça e Bondade.
ELE não esquece do SEU povo, daqueles que procuram honrá-LO mostrando o caráter DELE nas suas vidas.
Deus promete que honra Suas promessas ao SEU povo e preservá-los-á com SEU poder protetor para sempre. DEUS prometeu, “Nunca te abandonarei, nunca te esquecerei”! ELE cumprirá! É só confiar.

   "Eterno e Fiel PAI, obrigado por SUAS promessas. Estou confiado pela SUA fiel presença na minha vida. Acredito totalmente que posso confiar o meu futuro ao SENHOR e que o SENHOR me levará à SUA presença com vitória e grande alegria.  Amém!"

/////

Márcio Melânia

19 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 19 de Julho de 2017



Labão foi advertido em sonho para não ameaçar Jacó asperamente. Porém ele continuou a perseguir Jacó assim mesmo. Ele recebeu a ordem de não prejudicar Jacó, mas estava tão irado que ainda ameaçou machucá-lo. Labão não queria ser chamado de fracassado. Ele não queria que as pessoas pensassem que seus planos tinham dado errado e que ele tinha de retornar sem fazer o que pretendia. Ele sentia que seria desonrado se não cumprisse todas as furiosas ameaças que havia feito diante de todos.

Labão é um bom exemplo de um hipócrita fingindo arrepender-se. Com frequência os não cristãos fingem estar verdadeiramente arrependidos e dizem que vão mudar sua maneira de pensar e de agir, mas, no seu interior, sabem que é mentira. Quando Davi admitiu que havia pecado (2 Samuel 12.13), foi completamente diferente de quando Saul admitiu que havia pecado (1 Samuel 15.24). Eles usaram as mesmas palavras, provavelmente até o mesmo tom de voz, e mostraram o mesmo sentimento de remorso, mas a motivação era totalmente diferente.

Quando os não cristãos dizem que estão arrependidos dos seus pecados, sua tristeza é, na verdade, a expressão de desapontamento por não poderem mais fazer o que queriam. Na realidade eles não querem mudar o comportamento. Quando ladrões exprimem tristeza, eles querem comunicar que estão tristes por não poder mais roubar. Labão é retratado desta mesma forma.
Aqueles que estão verdadeiramente arrependidos não têm medo de coisa alguma exceto da ira e reprovação de DEUS. Eles não ficam preocupados se serão humilhados e desonrados diante das pessoas, pois sabem que DEUS está do lado deles.

Lutero

"SENHOR, não desejamos ser hipócritas com medo da reprovação dos outros. Desejamos ser obedientes à Tua Palavra e à Tua vontade. Esteja sempre presente ao nosso lado. Oro te pedindo isto no nome de JESUS. Amém!"

Márcio Melânia

18 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 18 de Julho de 2017



O autor deste Salmo 94, nem mais sabia descrever quando a ansiedade começou a se instalar dentro dele. O processo caminhou de forma lenta e sútil. Chegou um tempo em que ele começou a perceber a diferença de um dia para outro, de uma semana para outra.
Os temores, as preocupações e as angústias em suas diversas formas cada vez mais se multiplicavam aumentando ainda mais a ansiedade. Foi quando ele percebeu que não tinha mais nenhum controle da situação e ficou sob o domínio da ansiedade.
Os dias se tornaram difíceis e sofridos, de uma intensidade ampliada de desgosto. Era uma perturbação emocional que parecia indicar a presença de um conflito, causado quem sabe pela injustiça reinante, pela corrupção generalizada, pelo número desprezível de pessoas sérias.
Antes de a pressão tornar-se insuportável, DEUS o visita e o liberta. Neste instante o salmista revela o socorro de DEUS em sua oração de gratidão: “Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma” (Salmos 94.19).

O que aconteceu foi causado por uma mudança interna, nada aconteceu externamente que o fizesse perceber mudança. Não foi o mundo que mudou. A mudança ocorreu no íntimo: a ansiedade natural foi destronada pelo consolo sobrenatural. O esforço anterior do salmista pouco valeu. Ele precisava da Graça Misteriosa que sai do Trono de DEUS e invade todos os esconderijos da alma. No trono antes ocupado pela ansiedade, a maravilhosa Graça de DEUS entronizou a tranquilidade, de cuja existência o salmista não duvidava. Pois, no mesmo poema, já havia feito referência a ela: “[Aquele que é disciplinado e ensinado pelo Senhor], tranquilo, enfrentará os dias maus” (Salmos 94.13).

"SENHOR, em muitas ocasiões a ansiedade quer me dominar. Confesso ao SENHOR que somente a Tua Excelsa Graça me faz suportar os "dias maus". Que do Teu Trono, o SENHOR derrame da Tua Misericórdia e me traga o consolo que alivia a minha alma. Oro assim, sabendo que somente Tu ouves e respondes as orações. Amém."

/////
Márcio Melânia

17 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017




A Vida Eterna começa agora!
Esta é uma das principais mensagens de JESUS no evangelho de João.
Com certeza, não desfrutamos de todas as bênçãos que nos aguardam quando chegarmos na casa do PAI. Mas JESUS quer que conheçamos, que experimentemos seu amor e a presença do PAI nas nossas vidas, agora!
Ele até orou por nós neste sentido! Então, vamos buscar o PAI; não para só sabermos sobre ELE, mas para o
conhecermos!
ELE deseja tanto se aproximar de nós, e o fará, enquanto nós também nos aproximamos DELE! ELE está trabalhando em nós.
Então, a questão não é a proximidade DELE, mas sim nossa
percepção de SUA presença e de SEU trabalho. Vamos abrir nossos olhos e nossos corações para o nosso PAI, e pedir a ELE que revele sua presença para nós!


 "Quão admirável, SENHOR DEUS, o Senhor me permitir me
aproximar de TI, o DEUS Todo-Poderoso e SANTO.
Sou grato pela SUA promessa de trabalhar na minha vida.
Perdoe-me pelas vezes nas quais tenho estado tão cheio de mim mesmo, que nem reconheci SUA presença e graça.
Abra meus olhos e meu coração, querido SENHOR, para que eu o
conheça mais completamente. No nome de JESUS. Amém."

/////

Márcio Melânia

16 julho 2017

Devocional para Domingo, 16 de Julho de 2017




Vivemos em tempos confusos, onde os valores são invertidos e o absoluto é relativo.
Mesmo com esta assertiva, tenhamos conforto sabendo que, mesmo que
não entendamos nada aqui na terra (leia Salmos 73:1-22), DEUS continuará sendo Fiel.
Tudo que temos e sabemos aqui na terra é sujeito à deterioração. Mas, nosso relacionamento com o SENHOR é nossa eterna força.  ELE não nos abandonará, falhará ou esquecerá. NUNCA!


   "Todo Poderoso DEUS, obrigado por sempre estar comigo, especialmente naqueles momentos quando a vida é muito confusa e meus medos perturbadores.  Por favor, dê-me a fé para fazer perguntas honestas, mas, além disso, também confiar sempre em Ti, SENHOR, mesmo quando as coisas não parecem ser muito boas para os que acreditam no SENHOR.  Por favor, ajude a minha fé a ser firme na minha espera por SUA poderosa vindicação do seu povo. Amém!"

/////


Márcio Melânia

15 julho 2017

Devocional para Sábado, 15 de Julho de 2017




"Tudo depende de você!"
Esta é a filosofia dominante para os empreendedores deste mundo.
Mas esta "filosofia" dominante está errada.
Nossos esforços pessoais para construir e fazer parte de algo grande serão em vão se, no final das contas, o Senhor não nos abençoar.
Nossos planos podem dar alguns resultados por um tempo, graças à nossa dedicação, esforço e empenho, mas se os planos e a construção de grandes coisas não forem feitos pelos SENHOR, eles não resistirão ao teste do tempo.

"DEUS Todo-Poderoso e Pai Eterno, perdoe-me por tentar fazer tudo acontecer pelos meus próprios esforços e trabalho contínuo. O SENHOR pode fazer muito mais pelo meu trabalho para o seu Reino avançar, do que toda a minha preocupação e inquietação jamais poderiam fazer. Por favor, tome a dianteira em todo aspecto da minha vida; derrote-me em projetos que não estiverem de acordo com a Sua vontade. E por favor, dê poder aos esforços que vão trazer
glória ao SENHOR, e trazer outros para mais perto da sua graça. Amém!"

//////

Márcio Melânia

14 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 14 de Julho de 2017



A palavra focal deste versículo é a conjugação do verbo buscar!
É uma palavra determinante que demonstra uma busca apaixonada de algo para fazê-lo nosso.  O Reino, e a santidade daqueles neste Reino, não é nosso desejo, nossa esperança, nosso sonho – é nossa paixão.  Nós os buscaremos a qualquer custo.  Buscaremos com paixão.  Este é o nosso maior alvo, até fazê-lo nosso, ou, melhor ainda, fazê-lo nosso lar!


   "Perdoe-me, querido DEUS, por deixar minha paixão por TEU Reino e
TEU caráter ficar de lado na minha vida. Desperte-me cada manhã com uma paixão pelo TEU trabalho e TUA vontade para aquele dia.  PAI, eu quero ser alguém que TE busca com paixão. Por favor, faça-me sedento de ter TEU Reino como minha morada eterna."

/////

Márcio Melânia

13 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 13 de Julho de 2017




Há pessoas que pecam a partir do crepúsculo, ao entardecer do dia, sob a proteção da escuridão da noite (Provérbios 7.9).
Há pessoas que pecam bem longe de casa, numa região distante, sob a proteção do anonimato (Lucas 15.13).
Há pessoas que pecam nas fendas das rochas, em esconderijos naturais ou especialmente construídos para esse fim, sob a proteção da hipocrisia (Ezequiel 8.12).
Há pessoas que pecam em lugares desertos, onde não há ninguém para ver, ninguém para ouvir, ninguém para denunciar, ninguém para testemunhar, sob a proteção do sigilo (Gênesis 4.8).
Todas essas pessoas estão absolutamente certas e seguras de que seus crimes jamais serão conhecidos. Trata-se, no entanto, de uma incrível ingenuidade. Daí a questão levantada pelo salmista: “Será que quem fez o ouvido não ouve? Será que quem formou o olho não vê?” (94.9).
O transgressor nunca aprende. É sempre bobo. Acredita piamente na segurança dos seus esconderijos. Como lembra o Salmo 94, ele despeja palavras arrogantes, enche-se de vanglória, massacra o povo, mata viúvas e estrangeiros, assassina órfãos e ainda diz: “O SENHOR não nos vê; o DEUS de Jacó nada percebe” (v. 7).
Todos os pecadores são assim, inclusive um tal de Jazanias e mais setenta autoridades de Israel, que adoravam ídolos estranhos num compartimento secreto em Jerusalém e diziam tranquilamente: “O SENHOR não nos vê; o SENHOR abandonou o país” (Ezequiel 8.12).
A verdade, porém, é que aquele que fez o ouvido e formou o olho está ouvindo o que eles dizem e vendo o que eles fazem. Além disso, o SENHOR, mais cedo ou mais tarde, “trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações” (1 Coríntios 4.5)! 

"SENHOR, que tudo vê e prescruta, olha para nós com TEU olhar de Misericórdia e Graça e sara esta nação! Precisamos de TI e de TUA ação restaurando este país. Oramos assim, com muita humildade, no nome sobre todo o nome, JESUS!"

​​
Márcio Melânia

(​do Sabor dos Salmos)

12 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 12 de Julho de 2017




O cristão que tem como "preocupação" somente a aprovação de DEUS, vive livre da tirania das pressões conformistas, descansado sob a direção firme do DEUS que nos ama e se entrega por nós. Aqueles que tentam agradar ao mundo (principalmente a todo mundo), com seu comportamento logo se veem sob a vigilância insensível de mil críticos.

Precisamos analisar nossa vida e ver qual comportamento nosso é determinado pelo que as pessoas pensam. Isto é um entrave que necessiramos superar.

"Torna-me indiferente, DEUS, à aprovação do mundo, mas sensível à Tua. Como é fácil fazer parte do desfile da religiosidade! Guarda-me da pretensão, das poses, dos fingimentos. Pelo amor de JESUS. Amém."

/////

Márcio Melânia

11 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 11 de Julho de 2017




É assim que se começa o processo de cura. Como?

a) Não guarde uma lista de erros.
b) Ore pelos que são seus antagonistas ao invés de conspirar contra eles.
c) Odeie o erro ao invés de odiar quem errou.
d) Tire sua atenção do que eles fizeram com você e coloque-a no que JESUS fez por você.

Por mais absurdo que pareça, JESUS morreu por eles também. Se ELE acha que eles valem o perdão, eles valem. E você? ELE também te perdoou.
Isso torna o perdão fácil? Não.
Rápido? Raramente.
Indolor? Dificilmente.
Perdão vacila. Ele vai e volta; tem bons e maus dias.
Raiva misturada com amor. Misericórdia irregular. Fazemos progresso até chegar numa decisão errada.
Dá um passo à frente e outro atrás. Mas está tudo bem.
Contanto que você esteja tentando perdoar, você está perdoando. É quando não se tenta mais que a amargura se instaura. Continue tentando. Continue perdoando.


"PAI, de Eterna Bondade e Misericórdia. TEU perdão foi mais além, pois já foi completado (Tetelestai)!
Continue me dando forças para continuar esta jornada do perdão 70x7.
Ajude-me, SENHOR!"



Márcio Melânia

10 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 10 de Julho de 2017




Todas as manhãs, deixamos a posição horizontal das últimas oito horas e assumimos a posição vertical das próximas oito horas. Vamos ao banheiro, lavamos o rosto, escovamos os dentes, penteamos o cabelo, trocamos de roupa, abrimos as janelas, tomamos a primeira refeição do dia e colocamos as mãos no arado. Fazemos tudo isso sem pensar, sem programar, sem consultar a memória. A repetição nos transforma em “autômatos”. É uma eterna rotina, como a do sol: “O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta” (Ecesiastes 1.5).
Mas a rotina não é problema aqui. O grande problema é a omissão. Nada do que fazemos automaticamente cada manhã deve ser suprimido. Porém algo precisa ser acrescentado. Ficou faltando a devocional matutina, a refeição espiritual, o cuidado com a alma, com a alegria, com o entusiasmo, com a santidade de vida.
O Salmo 90 valoriza essa necessidade interior quando nos ensina a fazer a seguinte súplica: “Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes” (90.14).
Nem só de sono, nem só de higiene, nem só de relações familiares, nem só de trabalho, nem só de lazer, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4.4).
Na rotina matinal, precisamos de um tempo para ouvir a voz de DEUS e dar-lhe a oportunidade de ouvir a nossa voz. Para que tenhamos júbilo e alegria!

"Meu SENHOR, ajuda-me a lembrar de TI, todos os dias da minha vida. Amém."
/////

Márcio Melânia

09 julho 2017

Devocional para Domingo, 09 de Julho de 2017




Quando as pessoas são ingratas conosco, frequentemente começamos a reclamar: “As coisas estão piores do que nunca”. Porém não devemos falar assim. As pessoas mais idosas tendem a dizer: “Quando eu era criança, tudo era melhor”. Elas são as “pessoas que louvam os dias passados”, como as chamou um poeta. Mas o autor de Eclesiastes diz que isso não é verdade. Aliás, as coisas nunca foram tão bem. Nós somente entendemos quão ruins as coisas estão agora porque, como ficamos mais velhos, o número de coisas que nos aborrecem aumentou.

As crianças não prestam muita atenção às notícias sobre alguém que engana ou mata outra pessoa. Elas continuam brincando, correndo e se divertindo. Elas pensam que a pior coisa do mundo é quando alguém rouba as bolinhas de gude de alguém. Somente assim elas ficam iradas. Porém, quando se tornam adultas, as pessoas tornam-se sensíveis aos problemas e à deslealdade dos outros ao redor delas. Ficam iradas quando um cavalo quebra uma perna, quando o rebanho não engorda adequadamente e assim por diante.

O mundo sempre foi cheio de problemas, mas nem sempre estamos cientes de todos eles. Quando éramos crianças, nada nos incomodava. Nossas vidas permaneciam relativamente calmas. Mas o mundo sempre foi ímpio. Portanto, certifique-se de ter um coração tranquilo e pacífico. Não se torne perturbado quando vir esses males. Apesar de não poder mudar o mundo, tenha certeza de que você está se transformando em uma nova pessoa.

Baseado em escritos de Lutero


 "SENHOR, ajude-me a compreender que estou em transformação. Dê-me um coração pacífico e pacificador.
Faz-me ver a TUA poderosa mão sibre mim. Amém."

08 julho 2017

Devocional para Sábado, 08 de Julho de 2017



Todo o nosso pecado merece a morte.  Pecamos desde sempre. Mas a Graça de DEUS nos dá Vida.
Entre estes dois extremos: morte e Vida, nos encontramos na Cruz de CRISTO, que atravessa  o nosso pecado, por maior que seja e nos traz a Misericórdia, o Perdão e a Redenção de DEUS!


"Santo DEUS, Eterno Pai, obrigado por me salvar através de JESUS.
SENHOR JESUS, obrigado por pagar o preço pelos meus pecados.  Abençoado ESPÍRITO SANTO, obrigado por me purificar e me fazer moradia santa de DEUS."

//////

Márcio Melânia

07 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017



DEUS tem compromisso total com os que o adoram. ELE ama a Justiça e aqueles que a seguem .  Ele nunca esquece do SEU povo, daqueles que procuram honrá-LO mostrando o caráter DELE nas suas vidas.  DEUS honra Suas promessas ao SEU povo e preservá-los-á com Seu poder protetor para sempre. É ELE quem promete, “Nunca te abandonarei, nunca te esquecerei”!


 "Eterno e Fiel Pai, muito obrigado por SUAS promessas. Eu fico maravilhado por SUA fiel presença na minha vida.  Acredito totalmente que posso confiar meu futuro ao SENHOR.  Sou grato por esta Esperança segura e firme. Amém."

/////

Márcio Melânia

06 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 06 de Julho de 2017



Fazer com que a  justiça aconteça nos traz muitas bênçãos.  A violência tem sua própria recompensa, cruel e amarga, trazendo àqueles que fazem uso dela o que têm feito a outros.
Então, o que escolheremos?  Bênção ou violência?
Encorajamento ou palavras amaldiçoadoras?  Qual é a verdadeira escolha?
Precisamos deixar DEUS definir o nosso caráter, e não permitir ser controlados por outras pessoas.


   "Pai, eu quero viver para Lhe agradar, para ser uma bênção
para Seu Reino e ajudar outros a verem que a violência é destrutiva para eles próprios, e também para os outros. Ajude-me a ser testemunha desta verdade. Amém."

Márcio Melânia

05 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 05 de Julho de 2017



Algumas das maiores preocupações de nossa vida são o que comeremos e o que vestiremos. Há muito tempo que é assim.
DEUS nos lembra, no entanto, que não importa quão importante isto possa ser no nosso mundo, a vida realmente é muito maior do que estas coisas, e DEUS quer que nós confiemos que ELE as suprirá quando confiamos NELE.

 "Meu SENHOR, por favor, ajude-me a controlar meu coração ciumento e ganancioso. Sei que meu desejo pelas coisas me faz ansioso e míope na minha fé. Dê-me uma visão maior do SEU Reino a fim de usar as suas bênçãos para ajudar outros. Em nome de JESUS, Amém."

///

Márcio Melânia

04 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 04 de Julho de 2017



Neste Salmo 31, descobrimos uma fé
crescente que se inicia com desespero. Ao contrário de ignorar seus filhos, DEUS reservou a
sua bondade que derramará generosamente neles para mostrar que são DELE.  Aqueles que se refugiam nele serão protegidos e abençoados. Para aqueles que creem na ressurreição de JESUS, esta promessa de bênção e vindicação é mais profunda e significante, além de mais segura!


   Ó SENHOR, agradeço-Lhe por lembrar de mim com a sua Graça, proteger-me pelo SEU poder e abençoar-me com SUA bondade.  Por favor, dê-me a coragem para ficar firme na minha fé, seja qual for o problema ou tentação que enfrentar. Coloco a minha confiança no SENHOR. Amém."

///

Márcio Melânia

03 julho 2017

Devocional para Segunda-feira, 03 de Julho de 2017




Como é fácil abrir a nossa boca e falar;  Porém, “Ações falam mais alto do que palavras”.  É preciso mostrar demonstrar  nosso amor por nossa família, nossos amigos e irmãos e irmãs em CRISTO através da maneira que vivemos e do que fazemos um pelo outro.
É tempo de repensarmos nossas atitudes nesta relação para sermos obedientes à esta Palavra.

   "Amoroso e generoso DEUS, meu Aba Pai, perdoe-me por deixar que meu amor por seus filhos fique só no falar.  Por favor, dê-me hoje a oportunidade de abençoar um desses irmãos ou irmãs em Cristo com uma boa ação, uma ação de gentileza, ou uma maneira de servir. Ajude-me a demonstrar meu amor. Amém."
/////


Márcio Melânia

02 julho 2017

Devocional para Domingo, 02 de Junho de 2017




A alegria que JESUS nos concede é uma felicidade que nasce dentro de nós pelo imenso prazer de estar vivendo a melhor de todas as vidas. Como no
caso daqueles com fome, JESUS não está exaltando a tristeza como virtude. ELE promee que aqueles que choram agora um dia haverão de rir. Seguir JESUS eventualmente traz sofrimento e tristeza para todo discípulo. Pode ser o afastamento de um amigo, a falta de compreensão de um parente ou até perseguição por causa de CRISTO. Pode ser pelo nosso próprio pecado.
Seja qual for o motivo, a fé em JESUS é também a fé que um dia "DEUS enxugará dos seus olhos toda lágrima" (Apocalipse 7.17) porque o motivo daquela tristeza terá sumido para nunca mais voltar e dará lugar a uma alegria imensa que durará para eternidade.


   "PAI, sou muito grato por esta Palavra de conforto. Tenho irmãos que sei que neste momento estão preocupados ou tristes. Mas, estou feliz porque sei que todos eles um dia vão pular de alegria e nunca parar de rir. Vai ser uma festa! Abençoe a todos com a Fé que precisam e a lembrança desta preciosa promessa do REI. Que o SENHOR seja louvado. Amém."

/////

Márcio Melânia
Google