27 janeiro 2017

Devocional para Sexta-Feira, 27 de Janeiro de 2017



O Salmo 51 é a canção que o rei Davi escreveu após a revelação de seu pecado, que envolvia o adultério com Bate-Seba e a morte do marido dela. Davi havia cometido uma crueldade humanamente indesculpável, duramente condenável por quaisquer padrões de julgamento, e o profeta Natã delatou publicamente o impropério do rei.
Davi reconheceu seu erro, chorou amargamente e clamou a DEUS por misericórdia. Ele implorou que seu pecado fosse lavado e sua culpa fosse apagada. Não se justificou. Não tentou ludibriar, enganar o SENHOR, nem seu profeta. Davi simplesmente suplicou pelo perdão divino, mostrando mais do que a dor do remorso. Ele demonstrou com humildade uma verdadeira disposição para a mudança. Davi se arrependeu no pó e na cinza, desejando ardentemente permanecer na presença do SENHOR.
Pureza de coração tem a ver com simplicidade, confiança e paz interior. Quem não é puro e simples como uma criança, não tem acesso ao Reino de DEUS. Quem é puro ama, se entrega, confia, dedica, serve, doa. Quem é puro não se pergunta sobre as vantagens que pode tirar de seus atos, nem quanto dinheiro pode ganhar com aquilo. Só quem é puro de coração pode ver DEUS (Mateus 5.8).

O espírito inabalável é aquele que chora quando há tristeza, dá risada quando há alegria, mas não se abala em desespero nem se ensoberbece em desprezo. Ele sabe que nem a morte, nem a vida; nem poderes humanos, nem anjos, nem demônios; nem o presente, nem o passado, nem o futuro; nem altura, largura ou profundidade; absolutamente nada no céu, na terra ou debaixo da terra pode o separar do amor de DEUS que está em JESUS CRISTO, nosso SENHOR, porque o espírito reto sabe que é mais do que vencedor por causa desse amor (Romanos 8.37-39).

Hoje, que possamos, como o rei Davi, reconhecer os nossos pecados e fazer a mesma oração ao SENHOR nosso DEUS: "Cria em mim...".

Márcio Melânia
Postar um comentário
Google