27 fevereiro 2017

Devocional para Segunda-Feira, 27 de Fevereiro de 2017



(Jó 33.14)

Como temos dificuldades para ouvir a voz de DEUS!
ELE está sempre a falar, mas nós estamos sempre a não ouvir.
Por diversas razões, deixamos de dar atenção à Palavra de DEUS.
Isso só é diferente quando estamos em meio a dor e ao sofrimento.
E se tem alguém que enxerga o sofrimento humano como ninguém, é DEUS. Ele vê o coração, a dor, conhece a alma e seus anseios, desejos, frustrações.

Pode-se estar em meio a uma multidão que ninguém percebe a dimensão do sofrimento. Quantas vezes, você pode ter até mesmo entrado dentro de um templo, uma comunidade religiosa, participou de uma reunião familiar e seu sofrimento, e sua dor passou despercebida?

Para DEUS, contudo, ela jamais deixará de ser notada. Pelo contrário, Ele usará a dor para estar mais perto de nós, para se fazer audível. No momento da vulnerabilidade, DEUS se aproxima e preenche o espaço vazio por completo.

O escritor C. S. Lewis afirma que “DEUS sussurra em nossos ouvidos por meio de nosso prazer, fala-nos mediante nossa consciência, mas clama em alta voz por intermédio de nossa dor; este é o seu megafone para despertar o homem surdo.”

Ora, podemos mesmo ouvir a DEUS de diversas formas e por vários meios, mas certamente no meio da dor, ouviremos mais nitidamente sua doce voz. No meio da dor, quando estamos pequenos, vulneráveis, quando não há solução no dinheiro, nos remédios, nos relacionamentos humanos, esse momento é o ideal de DEUS para ser procurado, buscado e, consequentemente, ouvido. É nesse hora que o cego de fé enxerga, o surdo espiritual houve.

"SENHOR meu DEUS, permita-me sempre escutar e obedecer a TUA doce voz, sem que seja necessário vir a dor. Mas se tiver que ser assim, continuarei afirmando que o SENHOR é Bom o tempo todo e em todo o tempo o SENHOR é Bom!"

Márcio Melânia

Postar um comentário
Google