31 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017



DEUS é extremamente generoso e não limita os seus depósitos de “Graça e Verdade” e, depois, com cautela, os distribui aos poucos. Assim, ELE faz quando revela pela SUA Palavra a Si mesmo e a JESUS CRISTO.

DEUS, provoca uma mudança daquilo com que eu estava acostumado, vivendo precariamente com as migalhas da lei! Todo dia agora é um banquete, grande e abundante! GRAÇA sobre GRAÇA!

{><}
"PAI ETERNO, obrigado por este novo estilo de vida de “graça sobre graça”, que o SENHOR nos revela pela SUA Palavra. Amém."
{><}

Márcio Melânia

30 julho 2017

Devocional para Domingo, 30 de Julho de 2017



O que nós mais desejamos é estar mais próximos do bem.
Que resistir a tentação fosse algo bem mais fácil.
Nosso desejo maior é que o próprio DEUS faça este trabalho, e que o Espírito Santo nos proteja do stress e da pressão. Felizmente Deus nos promete dar poder através do Espírito Santo, mas nos lembra de que nós temos de submeter nossa vontade a ELE intencionalmente, e de que precisamos resistir ao Mal, a fim de que o Espírito Santo aja nas nossas vidas. Se nós enfrentarmos o Mal e suas tentações, ele fugirá de nós. Façamos nossa parte, confiando que DEUS cumprirá todas as suas promessas mais do que possamos imaginar.

{><}

"PAI, obrigado por sua presença e poder em nós, por meio do Seu Santo  Espírito. Meu DEUS eu me submeto à sua vontade alegremente, pedindo-lhe que a cumpra na minha vida a TUA. Por favor, use Seu povo e Seu Espírito para me motivar e inspirar a resistir o mal e a identificar as tentativas dele para desencaminhar meu compromisso com o Senhor. Amém."

{><}

Márcio Melânia

29 julho 2017

Devocional para Sábado, 29 de Julho de 2017




Pertencemos ao SENHOR, DEUS de toda a criação, e DEUS de Abraão, Isaque e Jacó (1 Pedro 2:9-10). Nós somos recipientes da graça de DEUS e somos abençoados por Seu Amor pelos patriarcas de Israel.
Nosso futuro está totalmente sob Seu controle, não há o que temer.
ELE nos acompanhará nas dificuldades que enfrentarmos. ELE garantirá que nossa redenção se concretize. Por que? Porque pertencemos a ELE. Nós somos DELE. ELE nos conhece. ELE nos formou. O povo de DEUS pertence a ELE para sempre. Nós somos filhos do DEUS Todo-Poderoso!

{><}

 "SENHOR Poderoso e Soberano - Deus de Abraão, Isaque e Jacó - Eu lhe louvo pela SUA fidelidade às suas promessas. Eu lhe agradeço por SEU trabalho redentor através de muitas gerações. Eu aprecio profundamente o fato do SENHOR ter mandado seu Filho e nosso MESSIAS para nos redimir. Eu lhe louvo por inspirar as Escrituras, a fim de me ensinar SUA verdade. Por favor, saiba da minha enorme gratidão pela bênção de pertencer ao SENHOR, e de saber que posso lhe confiar meu futuro. Por favor abençoe SEU povo com uma maravilhosa consciência da SUA presença, e use-nos para lhe trazer glória. Amém."

{><}

Márcio Melânia

28 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017



Nosso maior exemplo, JESUS, ao mostrar seu amor e cuidado por seus discípulos  orava a DEUS por eles, demonstrando que precisamos, devemos e podemos orar pela proteção espiritual de DEUS para aqueles que amamos.
Façamos isto hoje:

(><)

"Amável DEUS e PAI, por favor,
seja glorificado na minha vida. Peço, em nome de JESUS que tu protejas espiritual e fisicamente estas pessoas (cite os nomes)….por quem me preocupo muito. Amém."

(><)

Márcio Melânia

27 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017



O lema da democracia diz que a maioria é quem domina. Esta filosofia tem estado em vigor para tantas pessoas ao longo do curso da história!
Mas, “o domínio da maioria” não se aplica ao Reino de DEUS. No Seu Reino, DEUS decide, não nós. A santidade de DEUS é o alvo, ao invés de apenas tentar ser melhor que outra pessoa. Infelizmente, a maioria das pessoas nunca encontrará o caminho do SENHOR. Elas querem as coisas do jeito delas. Porisso, O Caminho é estreito.
Um problema crucial surge em querer as coisas do nosso jeito: no fim leva a desastre.
DEUS, o Criador e Sustentador de toda a vida, é o único que pode fazer a agenda da nossa vida. Peçamos Sua ajuda e orientação para o seguirmos o SEU Caminho!

(><)

  "PAI, decida as coisas no meu coração, meus pensamentos, minhas palavras, meu tempo, meu trabalho, minha família, e minha vida. Eu preciso viver de uma maneira que agrade ao SENHOR, fazendo a SUA vontade. Por meio de JESUS, oro, com gratidão. Amém."

{><}

Márcio Melânia

26 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 26 de Julho de 2017



Quando lhe oferecem o melhor dos doces o que realmente importa é o sabor.
No entendimento, compreensão e sabedoria bíblica é a prática o que importa.
Saber a verdade e não praticá-la não é suficiente; viver a verdade é tudo. (Mateus 7).

(><)

   "Ó SENHOR Deus, dê-me poder pelo seu Espírito à medida em que procuro não apenas “praticar o que prego”, mas também mostrar minha obediência à sua vontade, e viver de acordo com seu caráter na minha vida diária. Eu oro no nome de Jesus Cristo, meu Senhor. Amém.

(><)

Márcio Melânia

25 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 25 de Julho de 2017



É IMPOSSÍVEL separar o que sabemos de DEUS de quem é DEUS, e separar o que DEUS disse de Seu próprio ser.

Todas as coisas que foram feitas são sinais que levam a DEUS, e DEUS, sem dúvida, é a verdade de tudo. Mesmo que os secularistas queiram dizer o contrário. DEUS continua sendo DEUS!


(><)

"Sou muito grato, SENHOR, por este universo gloriosamente complexo, organizado, que se mantém inteiro. Para todos os lugares que olho, encontro provas do que TU tens feito. Tudo o que vejo me dá outra razão para me maravilhar e louvar. Mesmo nos momentos difíceis da vida, eu vejo a TI! Amém."


(><)

Márcio Melânia

24 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 24 de Julho de 2017



Quando os fariseus perguntaram: “Onde está o seu pai?” eles estavam dizendo: “Nós não ouvimos o testemunho do PAI. Os milagres que você realizou, como ressuscitar mortos, nada significam”. Os fariseus queriam que JESUS colocasse o PAI diretamente em frente dos seus olhos para que eles pudessem senti-LO e tocá-LO, como fariam com uma parede. De outra forma, eles não creriam nem aceitariam o que Ele estava dizendo. Porém CRISTO apontou para o testemunho do PAI, não para que eles sentissem e tocassem o PAI, mas para que eles cressem. O testemunho do PAI deveria ter levado todos eles à sua Palavra. Filipe também disse a CRISTO: “Mostra-nos o PAI” (João 14.8). Mas CRISTO não nos mostra o PAI da maneira como talvez o queiramos ver. Em vez disso, o PAI nos mostra CRISTO, que diz: “O PAI me aponta a vocês, não o contrário. ELE é quem mostra CRISTO a vocês. ELE testifica de mim. Vocês devem fazer o que ELE diz e ouvir minhas palavras e meu testemunho”.

Esse é o principal ponto do argumento: nós sempre devemos manter CRISTO diante dos nossos olhos. O mal nos tenta continuamente para abandonarmos a CRISTO e procurarmos o PAI, dizendo-nos: “Isso ou aquilo agradará a ele”. Enquanto isso, ignoramos CRISTO – aquele que o PAI enviou para que ouvíssemos apenas ELE. Respondemos como os fariseus responderam e rejeitamos CRISTO. Imaginamos: “Onde está o PAI?”. Essa é a pergunta que o mundo faz.

Essa é a maior tentação para a nossa fé. Devemos nos dedicar à Palavra de CRISTO e nos treinar para nos apegar a ela de tal maneira que nunca percamos JESUS de vista. 
(.....)

Baseado em escritos de Lutero.

(.....)
"Meu DEUS, obrigado por nos revelar CRISTO, pois assim te vemos. Ao vermos Teu Santo Filho em um momento na cruz e em seguida ressurreto, cremos plenamente que vemos a TI testificando de mim. Eu TE louvo por isto. Amém!";

(,,,,,)
Márcio Melânia

23 julho 2017

Devocional para Domingo, 23 de Julho de 2017



É preciso admitir o processo do envelhecimento e a proximidade da morte.
O autor deste Salmo não se incomoda de confessar: Pouco depois, no Salmo 109 ele aborda outra vez o mesmo assunto: “Vou me acabando como a sombra ao anoitecer; sou levado pelo vento como se eu fosse um inseto” (109.23).
Antes ele já havia orado a respeito: “Ó SENHOR DEUS, quanto tempo ainda vou viver? Mostra-me como é passageira a minha vida. Quando é que vou morrer?” (Salmos 39.4).
Se há fim é porque há início. E o salmista estava muito por dentro desse início de vida. Tudo começara não no dia de seu nascimento, mas nove meses antes, no dia de sua concepção. A partir daí, a partir da substância ainda informe, a partir do embrião, ele foi sendo maravilhosamente entretecido no ventre de sua mãe, sob o olhar perscrutador de Deus. Antes mesmo de completado em secreto aquele corpo, antes mesmo de vir à luz, Deus já sabia qual seria a duração daquela vida (Salmos 139.13-16).
O número de dias da vida humana  é registrada no livro de DEUS, ao qual ninguém tem acesso. Mas, a certa altura, começa o processo do envelhecimento, diametralmente oposto ao processo da gestação. A partir daí os cabelos começam a embranquecer, os braços começam a tremer, as pernas começam a falhar, os dentes começam a cair, a visão e a audição começam a sumir, e, por fim, “o cordão de prata” se rompe. Então, o pó volta ao pó e o espírito volta a Deus (Eclesiastes 12.1-8).
De nenhuma forma isto é diferente conosco. Estamos todos no mesmo caminhar. are agora um pouco e pense sobre isto antes que se "parta o cordão de prata". Pense por um momento na eternidade e para onde você irá.  Há uma Esperança para os cristãos que estão ligados a DEUS, Tome portanto a sua posição.
(.....)

"SENHOR,

Quero estar ao pé da cruz
De onde rica fonte
Corre franca, salutar
Do Calvário monte
A tremer ao pé da cruz
Graça eterna achou-me
Matutina Estrela ali
Raios seus mandou-me
Sempre a cruz, Jesus, meu Deus
Queiras abrigar-me
Junto a cruz, ardendo em fé
Sem temor vigio
Pois à terra santa irei
Salvo, além do rio
Sim, na cruz, sim, na cruz
Sempre me glorio
E enfim vou descansar
Salvo, além do rio".


(...)

Márcio Melânia

22 julho 2017

Devocional para Sábado, 22 de Julho de 2017



Três vezes o salmista clama ao Senhor por restauração no Salmo 80. A súplica é sempre a mesma, mas ele vai tornando cada vez mais comprido o nome de Deus, quem sabe para mostrar a sua dependência da misericórdia divina. Na primeira vez, o salmista diz: “Restaura-nos, ó Deus” (v. 3). Na segunda: “Restaura-nos, ó Deus dos exércitos” (v. 7). E na terceira: “Restaura nos, ó Senhor, Deus dos exércitos” (v. 19).

O pedido não é egoísta, não é isolado. É para Deus restaurar Israel, a nação toda, o povo todo. Se não é exageradamente egoísta (porque não pede restauração só para ele) também não é exageradamente altruísta (porque não pede restauração só para os outros). Essa é a oração desejável, esse é o equilíbrio que agrada a Deus.

O salmista está suplicando a intervenção do Senhor na vida dele e na vida do povo. Ele quer que Deus recolha os cacos que estão pelo chão e refaça o vaso quebrado dando-lhe a forma e a beleza anteriores, como aconteceu com aquele vaso de barro que se estragou nas mãos do oleiro (Jeremias 18.1-4).

Porque o fiel não permanece fiel o tempo todo, porque nem sempre consegue passar por uma crise sem se machucar, porque pode cair numa emboscada e enlamear-se mais uma vez, porque o primeiro amor perde sua intensidade com o tempo, porque por algum momento está sujeito a ceder à pressa da carne e dos demônios — não há quem não precise de vez em quando de fazer a famosa oração: “Restaura-nos, ó Senhor, Deus dos exércitos!”.

Davi foi restaurado, a nação eleita muitas vezes foi restaurada, Pedro foi restaurado, a igreja tem sido restaurada, reformada e reavivada. Ninguém é obrigado a permanecer como cacos esparramados pelo chão. Nem como ossos sequíssimos espalhados uns dos outros, enchendo um vale inteiro. Deus pode colocar outra vez o seu Espírito nesse cemitério de ossos e nos pôr de pé!
(*****)
"Restaura-nos, ó Senhor, Deus dos exércitos!”. Amém!

(*****)
Márcio Melânia

21 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017



Toda ocasião embque pegamos no sono, entramos em um mundo particular, e nos prostamos inconscientes da ação de DEUS.
A oração, o oposto do sono, explora cada detalhe no drama da existência, atrai-nos para que  participemos da paixão de CRISTO.
Nossa dificuldade em conciliar o sono com oração.torna-se presente e uma realidade na maioria das vezes em que tentamos.
Que preço nos é cobrado para que enfrentemos este dilema?
(...)

"Mais uma vez te imploro, meu SENHOR, faz morada em mim; cria um novo Adão, uma nova Eva, para viver para Tua glória nesse jardim. Ensina-me a liberdade que vive Tua vontade, em vez de insistir na minha. Pelo amor de JESUS. Amém."
/////

Márcio Melânia

20 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 20 de Julho de 2017




O compromisso de DEUS é com Seu povo. Àqueles que seguem a Justiça e a amam fazendo a Sua vontade ELE derrama de Sua Graça e Bondade.
ELE não esquece do SEU povo, daqueles que procuram honrá-LO mostrando o caráter DELE nas suas vidas.
Deus promete que honra Suas promessas ao SEU povo e preservá-los-á com SEU poder protetor para sempre. DEUS prometeu, “Nunca te abandonarei, nunca te esquecerei”! ELE cumprirá! É só confiar.

   "Eterno e Fiel PAI, obrigado por SUAS promessas. Estou confiado pela SUA fiel presença na minha vida. Acredito totalmente que posso confiar o meu futuro ao SENHOR e que o SENHOR me levará à SUA presença com vitória e grande alegria.  Amém!"

/////

Márcio Melânia

19 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 19 de Julho de 2017



Labão foi advertido em sonho para não ameaçar Jacó asperamente. Porém ele continuou a perseguir Jacó assim mesmo. Ele recebeu a ordem de não prejudicar Jacó, mas estava tão irado que ainda ameaçou machucá-lo. Labão não queria ser chamado de fracassado. Ele não queria que as pessoas pensassem que seus planos tinham dado errado e que ele tinha de retornar sem fazer o que pretendia. Ele sentia que seria desonrado se não cumprisse todas as furiosas ameaças que havia feito diante de todos.

Labão é um bom exemplo de um hipócrita fingindo arrepender-se. Com frequência os não cristãos fingem estar verdadeiramente arrependidos e dizem que vão mudar sua maneira de pensar e de agir, mas, no seu interior, sabem que é mentira. Quando Davi admitiu que havia pecado (2 Samuel 12.13), foi completamente diferente de quando Saul admitiu que havia pecado (1 Samuel 15.24). Eles usaram as mesmas palavras, provavelmente até o mesmo tom de voz, e mostraram o mesmo sentimento de remorso, mas a motivação era totalmente diferente.

Quando os não cristãos dizem que estão arrependidos dos seus pecados, sua tristeza é, na verdade, a expressão de desapontamento por não poderem mais fazer o que queriam. Na realidade eles não querem mudar o comportamento. Quando ladrões exprimem tristeza, eles querem comunicar que estão tristes por não poder mais roubar. Labão é retratado desta mesma forma.
Aqueles que estão verdadeiramente arrependidos não têm medo de coisa alguma exceto da ira e reprovação de DEUS. Eles não ficam preocupados se serão humilhados e desonrados diante das pessoas, pois sabem que DEUS está do lado deles.

Lutero

"SENHOR, não desejamos ser hipócritas com medo da reprovação dos outros. Desejamos ser obedientes à Tua Palavra e à Tua vontade. Esteja sempre presente ao nosso lado. Oro te pedindo isto no nome de JESUS. Amém!"

Márcio Melânia

18 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 18 de Julho de 2017



O autor deste Salmo 94, nem mais sabia descrever quando a ansiedade começou a se instalar dentro dele. O processo caminhou de forma lenta e sútil. Chegou um tempo em que ele começou a perceber a diferença de um dia para outro, de uma semana para outra.
Os temores, as preocupações e as angústias em suas diversas formas cada vez mais se multiplicavam aumentando ainda mais a ansiedade. Foi quando ele percebeu que não tinha mais nenhum controle da situação e ficou sob o domínio da ansiedade.
Os dias se tornaram difíceis e sofridos, de uma intensidade ampliada de desgosto. Era uma perturbação emocional que parecia indicar a presença de um conflito, causado quem sabe pela injustiça reinante, pela corrupção generalizada, pelo número desprezível de pessoas sérias.
Antes de a pressão tornar-se insuportável, DEUS o visita e o liberta. Neste instante o salmista revela o socorro de DEUS em sua oração de gratidão: “Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma” (Salmos 94.19).

O que aconteceu foi causado por uma mudança interna, nada aconteceu externamente que o fizesse perceber mudança. Não foi o mundo que mudou. A mudança ocorreu no íntimo: a ansiedade natural foi destronada pelo consolo sobrenatural. O esforço anterior do salmista pouco valeu. Ele precisava da Graça Misteriosa que sai do Trono de DEUS e invade todos os esconderijos da alma. No trono antes ocupado pela ansiedade, a maravilhosa Graça de DEUS entronizou a tranquilidade, de cuja existência o salmista não duvidava. Pois, no mesmo poema, já havia feito referência a ela: “[Aquele que é disciplinado e ensinado pelo Senhor], tranquilo, enfrentará os dias maus” (Salmos 94.13).

"SENHOR, em muitas ocasiões a ansiedade quer me dominar. Confesso ao SENHOR que somente a Tua Excelsa Graça me faz suportar os "dias maus". Que do Teu Trono, o SENHOR derrame da Tua Misericórdia e me traga o consolo que alivia a minha alma. Oro assim, sabendo que somente Tu ouves e respondes as orações. Amém."

/////
Márcio Melânia

17 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017




A Vida Eterna começa agora!
Esta é uma das principais mensagens de JESUS no evangelho de João.
Com certeza, não desfrutamos de todas as bênçãos que nos aguardam quando chegarmos na casa do PAI. Mas JESUS quer que conheçamos, que experimentemos seu amor e a presença do PAI nas nossas vidas, agora!
Ele até orou por nós neste sentido! Então, vamos buscar o PAI; não para só sabermos sobre ELE, mas para o
conhecermos!
ELE deseja tanto se aproximar de nós, e o fará, enquanto nós também nos aproximamos DELE! ELE está trabalhando em nós.
Então, a questão não é a proximidade DELE, mas sim nossa
percepção de SUA presença e de SEU trabalho. Vamos abrir nossos olhos e nossos corações para o nosso PAI, e pedir a ELE que revele sua presença para nós!


 "Quão admirável, SENHOR DEUS, o Senhor me permitir me
aproximar de TI, o DEUS Todo-Poderoso e SANTO.
Sou grato pela SUA promessa de trabalhar na minha vida.
Perdoe-me pelas vezes nas quais tenho estado tão cheio de mim mesmo, que nem reconheci SUA presença e graça.
Abra meus olhos e meu coração, querido SENHOR, para que eu o
conheça mais completamente. No nome de JESUS. Amém."

/////

Márcio Melânia

16 julho 2017

Devocional para Domingo, 16 de Julho de 2017




Vivemos em tempos confusos, onde os valores são invertidos e o absoluto é relativo.
Mesmo com esta assertiva, tenhamos conforto sabendo que, mesmo que
não entendamos nada aqui na terra (leia Salmos 73:1-22), DEUS continuará sendo Fiel.
Tudo que temos e sabemos aqui na terra é sujeito à deterioração. Mas, nosso relacionamento com o SENHOR é nossa eterna força.  ELE não nos abandonará, falhará ou esquecerá. NUNCA!


   "Todo Poderoso DEUS, obrigado por sempre estar comigo, especialmente naqueles momentos quando a vida é muito confusa e meus medos perturbadores.  Por favor, dê-me a fé para fazer perguntas honestas, mas, além disso, também confiar sempre em Ti, SENHOR, mesmo quando as coisas não parecem ser muito boas para os que acreditam no SENHOR.  Por favor, ajude a minha fé a ser firme na minha espera por SUA poderosa vindicação do seu povo. Amém!"

/////


Márcio Melânia

15 julho 2017

Devocional para Sábado, 15 de Julho de 2017




"Tudo depende de você!"
Esta é a filosofia dominante para os empreendedores deste mundo.
Mas esta "filosofia" dominante está errada.
Nossos esforços pessoais para construir e fazer parte de algo grande serão em vão se, no final das contas, o Senhor não nos abençoar.
Nossos planos podem dar alguns resultados por um tempo, graças à nossa dedicação, esforço e empenho, mas se os planos e a construção de grandes coisas não forem feitos pelos SENHOR, eles não resistirão ao teste do tempo.

"DEUS Todo-Poderoso e Pai Eterno, perdoe-me por tentar fazer tudo acontecer pelos meus próprios esforços e trabalho contínuo. O SENHOR pode fazer muito mais pelo meu trabalho para o seu Reino avançar, do que toda a minha preocupação e inquietação jamais poderiam fazer. Por favor, tome a dianteira em todo aspecto da minha vida; derrote-me em projetos que não estiverem de acordo com a Sua vontade. E por favor, dê poder aos esforços que vão trazer
glória ao SENHOR, e trazer outros para mais perto da sua graça. Amém!"

//////

Márcio Melânia

14 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 14 de Julho de 2017



A palavra focal deste versículo é a conjugação do verbo buscar!
É uma palavra determinante que demonstra uma busca apaixonada de algo para fazê-lo nosso.  O Reino, e a santidade daqueles neste Reino, não é nosso desejo, nossa esperança, nosso sonho – é nossa paixão.  Nós os buscaremos a qualquer custo.  Buscaremos com paixão.  Este é o nosso maior alvo, até fazê-lo nosso, ou, melhor ainda, fazê-lo nosso lar!


   "Perdoe-me, querido DEUS, por deixar minha paixão por TEU Reino e
TEU caráter ficar de lado na minha vida. Desperte-me cada manhã com uma paixão pelo TEU trabalho e TUA vontade para aquele dia.  PAI, eu quero ser alguém que TE busca com paixão. Por favor, faça-me sedento de ter TEU Reino como minha morada eterna."

/////

Márcio Melânia

13 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 13 de Julho de 2017




Há pessoas que pecam a partir do crepúsculo, ao entardecer do dia, sob a proteção da escuridão da noite (Provérbios 7.9).
Há pessoas que pecam bem longe de casa, numa região distante, sob a proteção do anonimato (Lucas 15.13).
Há pessoas que pecam nas fendas das rochas, em esconderijos naturais ou especialmente construídos para esse fim, sob a proteção da hipocrisia (Ezequiel 8.12).
Há pessoas que pecam em lugares desertos, onde não há ninguém para ver, ninguém para ouvir, ninguém para denunciar, ninguém para testemunhar, sob a proteção do sigilo (Gênesis 4.8).
Todas essas pessoas estão absolutamente certas e seguras de que seus crimes jamais serão conhecidos. Trata-se, no entanto, de uma incrível ingenuidade. Daí a questão levantada pelo salmista: “Será que quem fez o ouvido não ouve? Será que quem formou o olho não vê?” (94.9).
O transgressor nunca aprende. É sempre bobo. Acredita piamente na segurança dos seus esconderijos. Como lembra o Salmo 94, ele despeja palavras arrogantes, enche-se de vanglória, massacra o povo, mata viúvas e estrangeiros, assassina órfãos e ainda diz: “O SENHOR não nos vê; o DEUS de Jacó nada percebe” (v. 7).
Todos os pecadores são assim, inclusive um tal de Jazanias e mais setenta autoridades de Israel, que adoravam ídolos estranhos num compartimento secreto em Jerusalém e diziam tranquilamente: “O SENHOR não nos vê; o SENHOR abandonou o país” (Ezequiel 8.12).
A verdade, porém, é que aquele que fez o ouvido e formou o olho está ouvindo o que eles dizem e vendo o que eles fazem. Além disso, o SENHOR, mais cedo ou mais tarde, “trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações” (1 Coríntios 4.5)! 

"SENHOR, que tudo vê e prescruta, olha para nós com TEU olhar de Misericórdia e Graça e sara esta nação! Precisamos de TI e de TUA ação restaurando este país. Oramos assim, com muita humildade, no nome sobre todo o nome, JESUS!"

​​
Márcio Melânia

(​do Sabor dos Salmos)

12 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 12 de Julho de 2017




O cristão que tem como "preocupação" somente a aprovação de DEUS, vive livre da tirania das pressões conformistas, descansado sob a direção firme do DEUS que nos ama e se entrega por nós. Aqueles que tentam agradar ao mundo (principalmente a todo mundo), com seu comportamento logo se veem sob a vigilância insensível de mil críticos.

Precisamos analisar nossa vida e ver qual comportamento nosso é determinado pelo que as pessoas pensam. Isto é um entrave que necessiramos superar.

"Torna-me indiferente, DEUS, à aprovação do mundo, mas sensível à Tua. Como é fácil fazer parte do desfile da religiosidade! Guarda-me da pretensão, das poses, dos fingimentos. Pelo amor de JESUS. Amém."

/////

Márcio Melânia

11 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 11 de Julho de 2017




É assim que se começa o processo de cura. Como?

a) Não guarde uma lista de erros.
b) Ore pelos que são seus antagonistas ao invés de conspirar contra eles.
c) Odeie o erro ao invés de odiar quem errou.
d) Tire sua atenção do que eles fizeram com você e coloque-a no que JESUS fez por você.

Por mais absurdo que pareça, JESUS morreu por eles também. Se ELE acha que eles valem o perdão, eles valem. E você? ELE também te perdoou.
Isso torna o perdão fácil? Não.
Rápido? Raramente.
Indolor? Dificilmente.
Perdão vacila. Ele vai e volta; tem bons e maus dias.
Raiva misturada com amor. Misericórdia irregular. Fazemos progresso até chegar numa decisão errada.
Dá um passo à frente e outro atrás. Mas está tudo bem.
Contanto que você esteja tentando perdoar, você está perdoando. É quando não se tenta mais que a amargura se instaura. Continue tentando. Continue perdoando.


"PAI, de Eterna Bondade e Misericórdia. TEU perdão foi mais além, pois já foi completado (Tetelestai)!
Continue me dando forças para continuar esta jornada do perdão 70x7.
Ajude-me, SENHOR!"



Márcio Melânia

10 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 10 de Julho de 2017




Todas as manhãs, deixamos a posição horizontal das últimas oito horas e assumimos a posição vertical das próximas oito horas. Vamos ao banheiro, lavamos o rosto, escovamos os dentes, penteamos o cabelo, trocamos de roupa, abrimos as janelas, tomamos a primeira refeição do dia e colocamos as mãos no arado. Fazemos tudo isso sem pensar, sem programar, sem consultar a memória. A repetição nos transforma em “autômatos”. É uma eterna rotina, como a do sol: “O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta” (Ecesiastes 1.5).
Mas a rotina não é problema aqui. O grande problema é a omissão. Nada do que fazemos automaticamente cada manhã deve ser suprimido. Porém algo precisa ser acrescentado. Ficou faltando a devocional matutina, a refeição espiritual, o cuidado com a alma, com a alegria, com o entusiasmo, com a santidade de vida.
O Salmo 90 valoriza essa necessidade interior quando nos ensina a fazer a seguinte súplica: “Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes” (90.14).
Nem só de sono, nem só de higiene, nem só de relações familiares, nem só de trabalho, nem só de lazer, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4.4).
Na rotina matinal, precisamos de um tempo para ouvir a voz de DEUS e dar-lhe a oportunidade de ouvir a nossa voz. Para que tenhamos júbilo e alegria!

"Meu SENHOR, ajuda-me a lembrar de TI, todos os dias da minha vida. Amém."
/////

Márcio Melânia

09 julho 2017

Devocional para Domingo, 09 de Julho de 2017




Quando as pessoas são ingratas conosco, frequentemente começamos a reclamar: “As coisas estão piores do que nunca”. Porém não devemos falar assim. As pessoas mais idosas tendem a dizer: “Quando eu era criança, tudo era melhor”. Elas são as “pessoas que louvam os dias passados”, como as chamou um poeta. Mas o autor de Eclesiastes diz que isso não é verdade. Aliás, as coisas nunca foram tão bem. Nós somente entendemos quão ruins as coisas estão agora porque, como ficamos mais velhos, o número de coisas que nos aborrecem aumentou.

As crianças não prestam muita atenção às notícias sobre alguém que engana ou mata outra pessoa. Elas continuam brincando, correndo e se divertindo. Elas pensam que a pior coisa do mundo é quando alguém rouba as bolinhas de gude de alguém. Somente assim elas ficam iradas. Porém, quando se tornam adultas, as pessoas tornam-se sensíveis aos problemas e à deslealdade dos outros ao redor delas. Ficam iradas quando um cavalo quebra uma perna, quando o rebanho não engorda adequadamente e assim por diante.

O mundo sempre foi cheio de problemas, mas nem sempre estamos cientes de todos eles. Quando éramos crianças, nada nos incomodava. Nossas vidas permaneciam relativamente calmas. Mas o mundo sempre foi ímpio. Portanto, certifique-se de ter um coração tranquilo e pacífico. Não se torne perturbado quando vir esses males. Apesar de não poder mudar o mundo, tenha certeza de que você está se transformando em uma nova pessoa.

Baseado em escritos de Lutero


 "SENHOR, ajude-me a compreender que estou em transformação. Dê-me um coração pacífico e pacificador.
Faz-me ver a TUA poderosa mão sibre mim. Amém."

08 julho 2017

Devocional para Sábado, 08 de Julho de 2017



Todo o nosso pecado merece a morte.  Pecamos desde sempre. Mas a Graça de DEUS nos dá Vida.
Entre estes dois extremos: morte e Vida, nos encontramos na Cruz de CRISTO, que atravessa  o nosso pecado, por maior que seja e nos traz a Misericórdia, o Perdão e a Redenção de DEUS!


"Santo DEUS, Eterno Pai, obrigado por me salvar através de JESUS.
SENHOR JESUS, obrigado por pagar o preço pelos meus pecados.  Abençoado ESPÍRITO SANTO, obrigado por me purificar e me fazer moradia santa de DEUS."

//////

Márcio Melânia

07 julho 2017

Devocional para Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017



DEUS tem compromisso total com os que o adoram. ELE ama a Justiça e aqueles que a seguem .  Ele nunca esquece do SEU povo, daqueles que procuram honrá-LO mostrando o caráter DELE nas suas vidas.  DEUS honra Suas promessas ao SEU povo e preservá-los-á com Seu poder protetor para sempre. É ELE quem promete, “Nunca te abandonarei, nunca te esquecerei”!


 "Eterno e Fiel Pai, muito obrigado por SUAS promessas. Eu fico maravilhado por SUA fiel presença na minha vida.  Acredito totalmente que posso confiar meu futuro ao SENHOR.  Sou grato por esta Esperança segura e firme. Amém."

/////

Márcio Melânia

06 julho 2017

Devocional para Quinta-Feira, 06 de Julho de 2017



Fazer com que a  justiça aconteça nos traz muitas bênçãos.  A violência tem sua própria recompensa, cruel e amarga, trazendo àqueles que fazem uso dela o que têm feito a outros.
Então, o que escolheremos?  Bênção ou violência?
Encorajamento ou palavras amaldiçoadoras?  Qual é a verdadeira escolha?
Precisamos deixar DEUS definir o nosso caráter, e não permitir ser controlados por outras pessoas.


   "Pai, eu quero viver para Lhe agradar, para ser uma bênção
para Seu Reino e ajudar outros a verem que a violência é destrutiva para eles próprios, e também para os outros. Ajude-me a ser testemunha desta verdade. Amém."

Márcio Melânia

05 julho 2017

Devocional para Quarta-Feira, 05 de Julho de 2017



Algumas das maiores preocupações de nossa vida são o que comeremos e o que vestiremos. Há muito tempo que é assim.
DEUS nos lembra, no entanto, que não importa quão importante isto possa ser no nosso mundo, a vida realmente é muito maior do que estas coisas, e DEUS quer que nós confiemos que ELE as suprirá quando confiamos NELE.

 "Meu SENHOR, por favor, ajude-me a controlar meu coração ciumento e ganancioso. Sei que meu desejo pelas coisas me faz ansioso e míope na minha fé. Dê-me uma visão maior do SEU Reino a fim de usar as suas bênçãos para ajudar outros. Em nome de JESUS, Amém."

///

Márcio Melânia

04 julho 2017

Devocional para Terça-Feira, 04 de Julho de 2017



Neste Salmo 31, descobrimos uma fé
crescente que se inicia com desespero. Ao contrário de ignorar seus filhos, DEUS reservou a
sua bondade que derramará generosamente neles para mostrar que são DELE.  Aqueles que se refugiam nele serão protegidos e abençoados. Para aqueles que creem na ressurreição de JESUS, esta promessa de bênção e vindicação é mais profunda e significante, além de mais segura!


   Ó SENHOR, agradeço-Lhe por lembrar de mim com a sua Graça, proteger-me pelo SEU poder e abençoar-me com SUA bondade.  Por favor, dê-me a coragem para ficar firme na minha fé, seja qual for o problema ou tentação que enfrentar. Coloco a minha confiança no SENHOR. Amém."

///

Márcio Melânia

03 julho 2017

Devocional para Segunda-feira, 03 de Julho de 2017




Como é fácil abrir a nossa boca e falar;  Porém, “Ações falam mais alto do que palavras”.  É preciso mostrar demonstrar  nosso amor por nossa família, nossos amigos e irmãos e irmãs em CRISTO através da maneira que vivemos e do que fazemos um pelo outro.
É tempo de repensarmos nossas atitudes nesta relação para sermos obedientes à esta Palavra.

   "Amoroso e generoso DEUS, meu Aba Pai, perdoe-me por deixar que meu amor por seus filhos fique só no falar.  Por favor, dê-me hoje a oportunidade de abençoar um desses irmãos ou irmãs em Cristo com uma boa ação, uma ação de gentileza, ou uma maneira de servir. Ajude-me a demonstrar meu amor. Amém."
/////


Márcio Melânia

02 julho 2017

Devocional para Domingo, 02 de Junho de 2017




A alegria que JESUS nos concede é uma felicidade que nasce dentro de nós pelo imenso prazer de estar vivendo a melhor de todas as vidas. Como no
caso daqueles com fome, JESUS não está exaltando a tristeza como virtude. ELE promee que aqueles que choram agora um dia haverão de rir. Seguir JESUS eventualmente traz sofrimento e tristeza para todo discípulo. Pode ser o afastamento de um amigo, a falta de compreensão de um parente ou até perseguição por causa de CRISTO. Pode ser pelo nosso próprio pecado.
Seja qual for o motivo, a fé em JESUS é também a fé que um dia "DEUS enxugará dos seus olhos toda lágrima" (Apocalipse 7.17) porque o motivo daquela tristeza terá sumido para nunca mais voltar e dará lugar a uma alegria imensa que durará para eternidade.


   "PAI, sou muito grato por esta Palavra de conforto. Tenho irmãos que sei que neste momento estão preocupados ou tristes. Mas, estou feliz porque sei que todos eles um dia vão pular de alegria e nunca parar de rir. Vai ser uma festa! Abençoe a todos com a Fé que precisam e a lembrança desta preciosa promessa do REI. Que o SENHOR seja louvado. Amém."

/////

Márcio Melânia

01 julho 2017

Devocional para Sábado, 01 de Julho de 2017




Apesar deste salmo começar em desespero, descobrimos nele uma fé crescente.  Mesmo que as coisas pareçam negativas, DEUS não abandona seus filhos.  DEUS não esquece daqueles que O honram.  DEUS reservou sua bondade que derrama generosamente naqueles que Lhe pertence.  Aqueles que se refugiam NELE estão protegidos e abençoados.


"Ó SENHOR, Deus de Abraão, Moisés, Rute, Davi e Ester eu Lhe louvo por sua fidelidade comprovada através dos séculos. Agradeço-lhe por lembrar de mim com a SUA Graça, proteger-me pelo
SEU poder e abençoar-me com SUA bondade.  Ajude-me com coragem, firmando a minha fé, seja qual for o problema ou tentação que for enfrentar.  No nome de Jesus eu oro e coloco a minha confiança no Senhor. Amém."

///////

Márcio Melânia

Google