24 julho 2017

Devocional para Segunda-Feira, 24 de Julho de 2017



Quando os fariseus perguntaram: “Onde está o seu pai?” eles estavam dizendo: “Nós não ouvimos o testemunho do PAI. Os milagres que você realizou, como ressuscitar mortos, nada significam”. Os fariseus queriam que JESUS colocasse o PAI diretamente em frente dos seus olhos para que eles pudessem senti-LO e tocá-LO, como fariam com uma parede. De outra forma, eles não creriam nem aceitariam o que Ele estava dizendo. Porém CRISTO apontou para o testemunho do PAI, não para que eles sentissem e tocassem o PAI, mas para que eles cressem. O testemunho do PAI deveria ter levado todos eles à sua Palavra. Filipe também disse a CRISTO: “Mostra-nos o PAI” (João 14.8). Mas CRISTO não nos mostra o PAI da maneira como talvez o queiramos ver. Em vez disso, o PAI nos mostra CRISTO, que diz: “O PAI me aponta a vocês, não o contrário. ELE é quem mostra CRISTO a vocês. ELE testifica de mim. Vocês devem fazer o que ELE diz e ouvir minhas palavras e meu testemunho”.

Esse é o principal ponto do argumento: nós sempre devemos manter CRISTO diante dos nossos olhos. O mal nos tenta continuamente para abandonarmos a CRISTO e procurarmos o PAI, dizendo-nos: “Isso ou aquilo agradará a ele”. Enquanto isso, ignoramos CRISTO – aquele que o PAI enviou para que ouvíssemos apenas ELE. Respondemos como os fariseus responderam e rejeitamos CRISTO. Imaginamos: “Onde está o PAI?”. Essa é a pergunta que o mundo faz.

Essa é a maior tentação para a nossa fé. Devemos nos dedicar à Palavra de CRISTO e nos treinar para nos apegar a ela de tal maneira que nunca percamos JESUS de vista. 
(.....)

Baseado em escritos de Lutero.

(.....)
"Meu DEUS, obrigado por nos revelar CRISTO, pois assim te vemos. Ao vermos Teu Santo Filho em um momento na cruz e em seguida ressurreto, cremos plenamente que vemos a TI testificando de mim. Eu TE louvo por isto. Amém!";

(,,,,,)
Márcio Melânia
Postar um comentário
Google