31 agosto 2017

Devocional para Quinta-feira, 31 de Agosto de 2017



O apóstolo Paulo conhecia o qe era passar por provações: a lista de alguns momentos trabalhosos e difíceis desafios que ele enfrentou, está em 2 Coríntios 11.22-33. Os “sofrimentos do presente” narrados por ele ali, fazem a maioria de nossas dificuldades parecerem “café pequeno”. Apesar disso, ele podia dizer com confiança que a Glória que ele teria com CRISTO (Colossenses 3.1-4) seria tão incrível, com bênçãos tão fantásticas, que seus sofrimentos seriam pequenos em comparação. Essa Glória também será nossa! Isto
não é uma ótima novidade?!

{><}

   "DEUS Santo e Poderoso, o SENHOR é tremendo, glorioso e majestoso. Eu Te louvo por me buscar e me salvar por sua graça.
Pai, na maioria das vezes minha fé é forte e eu me sinto confiante em relação ao meu futuro. Apesar disso, outras vezes eu sinto minha fé enfraquecer, quando enfrento sérias dificuldades. Dê-me coragem e ousadia, querido DEUS , para enfrentar os desafios com a convicção de que eles na verdade são pequenos em comparação com a Glória que
o SENHOR compartilhará comigo quando JESUS retornar. Amém."

{><}

Márcio Melânia

30 agosto 2017

Devocional para Quarta-feira, 30 de Agosto de 2017



Este Salmo foi escrito durante um período de teste. Apesar disso, independente da dificuldade da situação, o salmista ainda sabe quem DEUS é e o que ele pode fazer, quando ELE decide fazê-lo. Mesmo na tribulação, ele não perde de vista a bênção que vem da presença do
SENHOR.

{><}

   "PAI, faça sua presença se fazer conhecida na minha vida. Eu tenho confiança de que o SENHOR está lá. Eu só preciso sentir SUA presença e receber SEU livramento. No nome de Jesus eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

28 agosto 2017

Devocional para Segunda-feira, 28 de Agosto de 2017





Nos Salmos encontramos escritos pelo salmista nomes que revelam para nós atributos e características para DEUS, que revelam solenemente respeito e temor. 
DEUS é o “DEUS da glória”, o “REI de toda a terra”, “DEUS dos Exércitos”, o “Todo-poderoso”, o “Santo de Israel”, o “Altíssimo”, o “DEUS vingador” (Salmos 29.3; 47.7; 59.5; 68.14; 71.22; 78.56; 94.1). 

Mas existem no mesmo livro de Salmos a revelação de outros nomes de DEUS, menos solenes e mais afetuosos. O poeta tem coragem de se dirigir a esse Altíssimo chamando-o de “meu Pastor” e de “meu Ajudador” (Salmos 23.1; 118.7). Isto jamais denota uma falta ao devido respeito, mas é fruto de uma experiência relacional pessoal, fruto da comunhão do salmista com DEUS.

DEUS não precisa deixar de ser o “DEUS vingador” para ser o “DEUS perdoador” (Salmos 94.1; 99.8). Nem precisa deixar de ser o “DEUS protetor”, para ser o “DEUS da glória” (Salmos 121.3; 29.3).

DEUS não muda seu nome nem seus atributos. ELE não é severo hoje e bondoso amanhã, mas severo e bondoso tanto hoje como amanhã. ELE não apresenta dupla personalidade. A mudança ocorre em nós e não em DEUS. Quando estamos no processo de rebeldia, somos obrigados a enxergar a severidade de DEUS; quando somos obedientes, só enxergamos a sua bondade (Romanos 11.22).

Alguns acham que Deus permanece distante, difícil, autoritário e implacável. Outros vêem um DEUS que ama, que declara Seu amor e nos prova.

Mesmo entre estes últimos, há aqueles que se aprofundam mais no conhecimento e no relacionamento com DEUS. São estes que conseguimos chamar o SENHOR de Pastor e Ajudador (Salmos 23.1; 118.7).
                               
{><}
                
"Meu Pastor e Ajudador, na caminhada desta vida, vem comigo andar. Preciso cada vez mais de Ti. Amém."
                               
{><}
                

Márcio Melânia

27 agosto 2017

Devocional para Domingo, 27 de Agosto de 2017



A primeira e a última coisa do dia a ser feita é a oração. Guarde-se dos pensamentos falsos e enganadores que dizem: “Espere um pouco; você pode orar daqui a uma hora. Primeiro, você precisa terminar isso ou aquilo”. Pois, com tais pensamentos, você se distancia da oração e se aproxima dos empreendimentos diários que o cercam e o impedem de orar de tal maneira que você não consegue mais um tempo de oração naquele dia.

Algumas tarefas são tão boas quanto a oração – ou melhores –, especialmente em um caso de emergência. No entanto, nós devemos orar continuamente. Cristo diz para continuarmos pedindo, procurando e batendo (Lucas 11.9-11). E Paulo diz que nós nunca devemos parar de orar (1Tessalonicenses 5.17). Da mesma forma, devemos nos guardar continuamente do pecado e dos maus procedimentos, o que só é possível se temermos a Deus e guardarmos os seus mandamentos em nossa mente em todo o tempo. No Salmo 1, lemos o que significa ser uma pessoa abençoada: “Sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite” (v. 2).

Não devemos negligenciar o hábito da verdadeira oração e, em vez disso, estarmos sempre envolvidos em trabalhos importantes da vida – que geralmente não são tão importantes assim. Podemos acabar nos tornando preguiçosos e frios em relação à oração e nos cansarmos dela; no entanto, o maligno nunca tem preguiça quando está ao nosso redor. 

{><}

Lutero,

{><}

"SENHOR, ajuda-me a ter prioridade contigo estando sempre em oração. Amém"

{><}

​Adaptado por ​
Márcio Melânia

26 agosto 2017

Devocional para Sábado, 26 de Agosto de 2017



DEUS é santo, justo e correto.
ELE revela estas qualidades por meio da sua compaixão, graciosidade, paciência, e misericórdia e amor sem limites.
Cristãos que somos, podemos não apenas obedecer, louvar e reverentemente respeitar DEUS , mas também amar, apreciar, e adorá-LO!
Entretanto, o maior desafio é refletir este Seu caráter nas nossas vidas para alcançar outras vidas!

{><}

"SENHOR DEUS Poderoso, eu não apenas confio no SENHOR , mas também aprecio sua fidelidade, misericórdia, AMOR , graciosidade, e sua compaixão paciente. Faz-me refletir isto nas pessoas que me cercam, em nome de JESUS. Amém."

{><}

Márcio Melânia

25 agosto 2017

Devocional para Sexta-feira, 25 de Agosto de 2017



Eu muitas vezes fui escolhido por último. Parecia que ninguém me
queria no time.
Mas, pela Palavra de DEUS somos sabedores de uma forma surpreendente que Deus nos escolheu em CRISTO! Não é de admirar que somos amados e queridos pelo Rei dos Séculos e Seu Filho, JESUS CRISTO!
Não apenas isso, nós não fomos escolhidos por pena, mas para que fazermos diferença. Fomos
escolhidos para produzirmos um fruto que permaneça! E para garantir esta produtividade, JESUS prometeu que podemos pedir a bênção de Deus. E ELE nos dará!

(><)

"Que o meu coração, ó Deus, seja aberto para te servir e louvar, e de modo independente das circunstâncias que minha vida possa estar enfrentando.
Dê -me neste dia a Tua bênção. Amém."

(><)

Márcio Melânia

24 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 24 de Agosto de 2017



Ana, personagem bíblico, mãe de Samuel, o sacerdote-profeta, quando estava derramando sua alma diante do Senhor em Siló, mexia os seus lábios, mas não emitia som algum (1 Samuel 1.13). Ela fazia silenciosamente uma oração.

Mas, nem sempre se ora assim. O salmista, por exemplo, escreveu como no verso citado, que ele elevou o volume da voz não porque Deus é “tão surdo que não possa ouvir” (Isaías 59.1), mas por uma questão de testemunho e de entusiasmo: ele queria que todo mundo o ouvisse.

É quase impossível fazer uma oração de clamor em voz baixa.
Muitas vezes a oração transforma-se num grito de socorro ou de dor, como esta do salmista: “Ouve a minha oração, Senhor, escuta o meu grito de socorro” (Salmos 39.12). Em seu desespero, nas profundezas do Mediterrâneo, cercado de algas marinhas e “no ventre da morte”,  o profeta Jonas não fez nenhuma oração silenciosa, mas chegou a gritar por socorro (Jonas 2.2). O mesmo fizeram Pedro (Mateus 14.30) e Bartimeu (Marcos 10.48). Os três Evangelhos Sinóticos mostram que a última palavra de JESUS na cruz não foi em voz baixa: “Por volta das três horas da tarde, JESUS bradou em alta voz: ‘Eloí, Eloí, lamá sabactâni?’” (Marcos 15.34). Foi também em voz alta que JESUS se dirigiu ao irmão de Maria e Marta: “Lázaro, venha para fora!” (João 11.43). E Ele ressuscitou!

A força da gratidão e do entusiasmo costuma elevar a voz dos cristãos. Foi em alta voz que Isabel falou a Maria: “Bendita é você entre as mulheres, e bendito é o Filho que você dará à luz!” (Lucas 1.42). Foi também em alta voz que o único leproso agradecido louvou a Deus por ter sido curado (Lucas 17.15,16).

{><}

"PAIZINHO CELESTE, em nome de Teu Filho JESUS, quero declarar que tenho muitos motivos para TE louvar em alta voz e também tenho alguns motivos para gritar por socorro. Ajuda-me a ser mais grato a TI. Amém!"


Márcio Melânia

23 agosto 2017

Devocional para Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017



Uma das coisas mais impressionantes que JESUS já disse, ELE o disse ao Seu PAI no Céu: “Eu completei a obra que o Senhor me deu para fazer…” De fato, quando ele respirou pela última vez, ele disse: “Está terminado.” (TETELESTAI!).
Vivamos tendo a glória de DEUS como nossa mais alta prioridade! Este é nosso propósito como filhos de DEUS
(1 Pedro 2.9-10). Quanto mais vivemos tendo o Reino como prioridade (Mateus 6.33), mais tranqüilidade poderemos ter de que terminaremos nossas vidas com as mesmas palavras de Jesus!

{><}
" Que o SENHOR, seja glorificado em mim! Use-me para trazer outros a conhecer o Senhor e a Sua graça. No nome de Jesus eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

22 agosto 2017

Devocional para Terça-feira, 22 de Agosto de 2017



O apóstolo Paulo lembra a Timóteo em sua carta, que enquanto tivermos comida e roupa, devemos ser capazes de estar contentes. Quando nossos desejos extrapolam esta medida, quando a ambição e inveja sem medidas se apoderam de nós, perdemos o
controle de nossas vidas e nós substituímos Deus com uma fome do que é idolatria
(Colossenses 3.5).

{><}

"PAI ETERNO, em nome de JESUS, perdoe-me por cair no estilo de vida regido por cobiça e inveja, excesso e extravagância. Ajude-me a estar
contente com as bênçãos que o SENHOR tem derramado tão
generosamente em mim. Ajude-me a encontrar minha alegria no SENHOR. Amém."

{><}

Márcio Melânia

21 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017



Até as pessoas mais dispostas espiritualmente têm dificuldade em escapar da tentação de amarem a si mesmas. Assim que elas percebem que são melhores do que outros em alguma coisa, começam a amar a si mesmas e a olhar os outros do alto. As Escrituras nos fornecem um exemplo aterrorizante disso com a história de Saul. Ele era muito bem quisto e não havia alguém igual a ele em Israel (1 Samuel 9.2). Ele estava cheio do Espírito do SENHOR. No entanto, ele não fez o que Miqueias ordenou nessa passagem. Assim, caiu em terrível desgraça e foi rejeitado por DEUS.
Os pais da igreja falaram o seguinte sobre a tentação de amar a nós mesmos: “Não importa onde você lance a cabeça de um cardo, ele sempre ficará de pé”. Semelhantemente a um cardo, essa atitude ímpia facilmente se enraíza nos corações dos cristãos. É difícil para os cristãos evitar o amor próprio. Como Agostinho afirmou, esse é o único mal que se agarra às boas obras. É por isso que DEUS permite que o seu povo escorregue para o pecado, assim como permitiu que Pedro e Davi caíssem. Chocados com sua queda, os cristãos então se humilham. Eles passam a ter medo de pensar tão alto sobre si mesmos e querem manter em mente quão fracos eles ainda são. Foi por isso que Davi clamou: “O meu pecado sempre me persegue” (Salmos 51.3).
Os cristãos se humilham ao reconhecer e olhar para as suas fraquezas e seus pecados. Assim, tentam evitar ter orgulho de suas obras ou dos dons do Espírito que receberam de DEUS. Isso é o que significa “andar humildemente com o seu DEUS”. Devemos ser genuinamente modestos e humildes, desejando permanecer em segundo plano. Nunca devemos procurar honra e louvor pelas boas obras que praticamos.


Lutero

{><}

"Venha em nosso socorro neste dia, meu SENHOR!"

{><}


Márcio Melânia

20 agosto 2017

Devocional para Domingo, 20 de Agosto de 2017



Até hoje esta promessa continua sendo verdadeira, porque mesmo que o templo físico construído por Salomão não mais subsista, nosso templo espiritual somos nós (1 Coríntios 3.16; Mateus 18.20).
Nós sabemos que quando nos reunimos com os irmãos em CRISTO, e nos humilhamos diante de DEUS, e buscamos Sua presença, ELE nos ouve. Ao invés de esperar por um grandioso esforço mundial dos homens, por que não se reunir regularmente com outros, que se unirão a nós nesta oração?

{><}

"DEUS e Pai Eterno, buscamos Sua presença avidamente. Por favor,
perdoe-nos os nossos pecados. Por favor, use-me como uma boa
influência na minha geração. Acima de tudo, Pai, por favor, opere
para que aconteça renovação e cura nesta geração, no nosso povo, na
nossa terra. Nós precisamos da sua orientação, bênção e caráter no
nosso governo e entre o nosso povo, desesperadamente. No nome de
Jesus eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

19 agosto 2017

Devocional para Sábado, 19 de Agosto de 2017



( Salmos 30.5)

DEUS é DEUS de toda consolação (2 Coríntios 1).
Mesmo quando ELE lida de maneira dura para com nosso pecado e rebelião, ELE o faz para o nosso bem. Dura apenas um pouco, e se transforma em alegria. Se você está sendo disciplinado, ou está enfrentando as conseqüências cruéis do pecado, por favor, não desista. A manhã virá, e naquele amanhecer, a graça de Deus. Realmente vale à pena esperar.

{><}

"Pai de Amor, por favor abençoe seus filhos que estão enfrentando dificuldades. Por favor, ajude-nos a aguentar a “noite”, para que quando vier o “amanhecer,  possamos experimentar a grande alegria que vem a seguir. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

18 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017



Quando dormimos, entramos em um mundo particular, sem a consciência da ação de DEUS.
A oração,  em total oposição ao sono, explora cada detalhe no drama da existência, atrai-nos para que participemos da paixão de Cristo.
Há um preço a pagar entre o sono e a oração, e precusamos ficar atentos para não cairmos na tentação.
{><}
"Vive em mim, CRISTO santo; cria um novo Adão, uma nova Eva, para viver para Tua Glória nesse jardim. Ensina-me a liberdade que vive Tua vontade, em vez de insistir na minha. Pelo amor de Jesus. Amém."
{><}

Márcio Melânia 

17 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017



Quando todo o excesso é retirado, qual é sua verdadeira esperança?
Quando você deixa de lado os diplomas, prêmios, honras, títulos, qual é a base da sua significância?
Só Um dura para sempre! Só DEUS garante que nossa vida é importante.
Só nosso SALVADOR pode nos dar um lugar onde o que é valioso para nós não se estragará, nem será roubado, nem apodrecerá. Então, não depositemos nossos tesouros ou esperanças em ninguém mais, a não ser no SENHOR.

{><}

 "Ó SENHOR, Deus e Redentor, obrigado por permitir que eu deposite minha esperança, meu futuro, e meu significado nas suas mãos.
Dê-me coragem e confiança em saber que o Senhor não permitirá que eu seja envergonhado, mas que deixará que eu participe da sua justiça naquele dia no qual eu estiver diante do Senhor. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

16 agosto 2017

Devocional para Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017



 A vinda de JESUS à Terra não é incompatível com o DEUS que se
revela no Primeiro Testamento. DEUS é Grande e Santo. DEUS é Justo e Majestoso. Apesar disso, DEUS ama pessoas, e se relaciona com elas,  especialmente as pessoas que vêm a ELE sabendo que precisam de Seu Amor e Graça. Àqueles que O buscam com paixão e reverência, DEUS traz uma nova Vida que toca o espírito e o coração.

{><}

 "Paizinho Santo e Justo, obrigado por me amar e por vir me salvar através de JESUS. Pai, eu venho ao SENHOR humildemente para pedir que me encha com Seu Espírito de uma maneira mais poderosa, reavive meu coração, e desperte meu espírito para trabalhar para a que SUA Glória transpareça hoje na minha vida. Amém."

{><}

Márcio Melânia

15 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 15 de Agosto de 2017



Ano após ano, todas as manhãs, deixamos a posição horizontal das últimas oito horas (ou menos) e assumimos a posição vertical das próximas dezesseis (ou mais) horas. Vamos ao banheiro, lavamos o rosto, escovamos os dentes, penteamos o cabelo, trocamos de roupa, abrimos as janelas, tomamos a primeira refeição do dia e colocamos as mãos no arado. Fazemos tudo isso sem pensar, sem programar, sem consultar a memória. A repetição nos transforma em “autômatos”. É uma eterna rotina, como a do sol: “O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta” (Eclesiastes 1.5).
Mas a rotina não é problema aqui. O grande problema é a omissão. Nada do que fazemos automaticamente cada manhã deve ser suprimido. Porém algo precisa ser acrescentado. Ficou faltando a devocional matutina, a refeição espiritual, o cuidado com a alma, com a alegria, com o entusiasmo, com a santidade de vida.
O Salmo 90 valoriza essa necessidade interior quando nos ensina a fazer a seguinte súplica: “Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes” (Salmos 90.14).
Nem só de sono, nem só de higiene, nem só de relações familiares, nem só de trabalho, nem só de lazer, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de DEUS” (Mateus 4.4).

{><}

"Dá-nos discernimento, DEUS Eterno, para logo de manhã ouvirmos TUA voz e então tenhamos júbilo e alegria! Eu te peço que isto aconteça enquanto eu viver, no Santo Nome de Teu Filho JESUS. Amém."

{><} {><}


Márcio Melânia

14 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 14 de Agosto de 2017



Mateus 25:21

Nossa tendência é querer tudo agora! Não queremos esperar por nada. Mas Deus tem um princípio que é absolutamente fundamental: nós receberemos muito apenas depois que nos mostrarmos fiéis com o pouco. Então, não desvalorizemos aquelas escolhas morais “pequenas e de pouca importância”. A maneira como lidamos com elas revela quem somos e nos ajuda a determinar quem nos tornamos.

{><}

   "Pai Santo e Justo, por favor dê-me sabedoria para discernir o caminho de fidelidade e justiça em tudo que eu faço. Eu quero ser fiel nas pequenas coisas, para que eu também possa receber aquelas
coisas maiores que importam mais para o Seu Reino. Por favor, purifique meu coração e use meus dons e ações para lhe trazer glória. Amém."

{><}

Márcio Melânia

13 agosto 2017

Devocional para Domingo, 13 de Agosto de 2017



Ser cristão, não significa levar uma vida mais fácil, sinto muito, mas se você pensou isto, você foi redondamente enganado.
É muito mais provável que o contrário aconteça: relacionamentos são destruídos ou desfeitos, incompreensões da parte de ímpios surgirão (os quais são maioria, até mesmo no meio da cristandade, por incrível que pareça), perseguições, insultos, tentações… Este é apenas o começo das inúmeras aflições que enfrentamos quando optamos pelo Caminho que leva à Vida Eterna.
É comum observarmos os que não creem satisfeitos e supostamente contentes vivendo em pecado sem se importar com o que agrada ou desagrada a DEUS, mas, quando somos habitados pelo Espírito Santo estaremos constantemente atentos ao que ELE requer de nós.
Sentimos a necessidade de ouvi-Lo em todas as situações, para que estejamos mais próximos de DEUS, cumprindo a Sua vontade. Isto gera conflitos e angústias quando vivemos no mundo, e é por essas e outras que precisamos estar sempre conectados ao que diz a Palavra de Deus a respeito de como proceder em todas as circunstâncias.
Não estranhe quando for submetido aos sofrimentos desta vida terrena, mas enxergue-os como oportunidades de glorificar o nome do SENHOR e observar como a Sua Palavra é fiel e sempre se cumpre.
O SENHOR está permanentemente conosco (ELE é EMANUEL, lembre-se disto!), ainda que às vezes tenhamos dificuldade em sentir a SUA presença, como naqueles momentos sombrios e solitários. Saibamos que NELE temos fonte inesgotável de ânimo e alegria, pois Ele nos quer felizes e gratos.
Este é um dos maiores diferenciais de viver debaixo da Graça: estamos amparados em todos os momentos e esta certeza nos traz conforto, paz e satisfação ainda que as tempestades da vida tentem nos destruir. Somos capazes de sorrir em meio às intempéries pelo fato de que sabemos que CRISTO "está conosco no barco". Assim como ELE venceu o mundo, nós também venceremos. Creiamos e confiemos.
{><}
"DEUS, PAI Eterno e glorioso, estende neste dia comercial dos pais a TUA bênção sobre os pais deste mundo. Sobre os que são e os que serão. Ensina-os a vencer como TU mesmo venceu o mundo, em nome de JESUS. Amém!"
{><}

Márcio Melânia

11 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017



A tempestade estava assumindo o controle de tão grande que estava. No mar,  o barco começou a ser inundado pelas ondas, mas JESUS estava dormindo.
E os discípulos, já sem esperança, foram acordá-LO, dizendo: “Mestre, salve-nos! Nós vamos morrer!”. E ELE lhes disse: “Por que tanto medo? Vocês não têm fé?”. Então, ELE se levantou, repreendeu os ventos e o mar, e houve bonança. Eles se maravilharam, perguntando: “O que é isso? O vento e o mar obedecem ao comando DELE!”.
A essa altura, os discípulos já deveriam saber com quem estão e o que acontece quando estão com ELE. Contudo, eles estão mais preocupados com o tempo do que confiantes em seu Salvador.
{><}
Será que teríamos ficado com medo?
{><}
"Meu objetivo, CRISTO SALVADOR, é crer em ti de forma tão profunda e plena a ponto de minha primeira resposta em cada crise ser a fé naquilo que farás, confiar no modo como me abençoarás. Mas, tenho um longo caminho pela frente. Tira-me desta fé pequena e tímida e conduze-me à fase madura. Amém."

{><}

Márcio Melânia

10 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 10 de Agosto de 2017



Não estamos aqui por acidente, nem por um acaso!
DEUS estabeleceu um propósito e uma plano para cada um de nós. JESUS nos enviou ao mundo para tocá-lo com sua redenção e causar um impacto positivo por ELE.

{><}


Ó SENHOR DEUS, por favor, dê-me sabedoria e coragem para ver SUA vontade para minha vida. Te peço, em nome de Jesus.
Amém.

{><}

Márcio Melânia

09 agosto 2017

Devocional para Quarta-Feira, 09 de Agosto de 2017



No contexto deste versículo, DEUS lembra ao seu povo que ele é precioso para ELE. ELE o formou e o redimiu. ELE não vai abandoná-lo. Não importa que desafios ou dificuldades ele enfrente,
DEUS estará com Seu povo para livrá-lo e trazê-lo para a segurança e vitória. Nós também podemos aceitar esta mesma promessa; nós também temos a história para nos mostrar a fidelidade de DEUS. Podemos ver como DEUS preservou Seu povo e o redimiu vez após vez dos seus inimigos. DEUS não esquecerá seus filhos! Sabemos disto por causa da promessa. Sabemos disto pela história. Sabemos disto pela fé!

{><}

Obrigado, DEUS Poderoso, por sempre estar perto. Muitas vezes não tenho consciência da SUA proximidade, nem da SUA
providência. Apesar disso, eu
Creio, que o SENHOR está perto, mesmo quando me sinto sozinho e SUA presença parece tão distante. Dê-me confiança e perseverança para suportar as dificuldades. Amém."

{><}

Márcio Melânia

08 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 08 de Agosto de 2017



Nenhum outro exemplo no qual possamos pensar se compara a José. Ele sofreu uma quantidade enorme de torturas, as quais eram insuportáveis, e não teve qualquer ajuda ou esperança. Além disso, os mártires da fé geralmente sofrem durante um curto período de tempo. Mas José teve que sofrer por um longo tempo. Não é possível encontrar muitas pessoas que, se fossem abandonadas como José, não reclamariam, não ficariam iradas nem impacientes. Sim, José teve seus momentos de fraqueza também. De vez em quando ele se sentia deprimido e queria reclamar, chorar e desistir.
O exemplo de José ilustra a importância de esperar no SENHOR. Nos Salmos, podemos ler: “Espere no SENHOR. Seja forte! Coragem! Espere no SENHOR” (Salmos 27.14). Habacuque diz: “Pois a visão aguarda um tempo designado; ela fala do fim, e não falhará. Ainda que demore, espere-a; porque ela certamente virá e não se atrasará” (Habacuque 2.3). Isaías nos encoraja: “Então você saberá que eu sou o SENHOR; aqueles que esperam em mim não ficarão decepcionados” (Isaías 49.23).
Mas a nossa fraqueza humana nos diz: “Já passou tempo demais. Tenho esperado auxílio há cinco, dez ou vinte anos e não consigo ver o fim disso”. Lembre-se de que DEUS fez essa promessa a você. Ele é seu amigo e Pai. Devido à sua graça e misericórdia, DEUS prometeu tomar conta de você assim como um pai cuida de seu filho pequeno. Ele é seu Pai e você é seu filho querido. A sua natureza pecaminosa ainda diz que esperar em DEUS é tolice? Não se preocupe. Continue a esperar, junto com todos os que creem. O que CRISTO promete em Mateus 24.13 se cumprirá: “Mas aquele que perseverar até o fim será salvo”.

{><}

Baseado em escritos de Lutero
{><}

"SENHOR meu DEUS, ajude-me a ter coragem, forças para prosseguir; em meios às lutas cotidianas. Por vezes me sinto fraco a ponto de querer desistir. Fortalece-me, então SENHOR!"

{><}

Márcio Melânia

07 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 07 de Agosto de 2017



SE “OS ANOS DE NOSSA VIDA CHEGAM a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor” (Salmos 90.10), então a metade dos nossos dias oscila entre os 35 e os 40 anos. Por que morrer a essa altura da vida, antes de ver os filhos dos filhos, antes de completar o que foi começado, antes de colher os frutos das árvores plantadas, antes de parar de comer o pão do suor do rosto, antes de tirar férias mais prolongadas?
Diante dessa injustiça, diante dessa surpresa, diante dessa ameaça — o salmista não fica bravo, não diz impropérios, não perde a fé, não rompe com o SENHOR da vida. Apenas suplica humildemente: “Ó meu DEUS, não me leves no meio dos meus dias” (almosl 102.24).
Aqui está o direito da súplica. Ele existe. Foi outorgado por DEUS. Não apenas a uma e outra pessoa, mas a todos: “Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta” (Mateus 7.7).
O rei Ezequias se valeu desse direito quando adoeceu gravemente e soube que a doença o levaria à morte. DEUS ouviu a sua oração, viu as suas lágrimas e lhe deu graciosamente mais 15 anos de vida (2 Reis 20.1-11).
Não temos o direito de exigir, de impor a nossa vontade, de esbravejar. Temos apenas o direito de súplica. O direito de resposta pertence a DEUS. Ele disse “sim” a Ezequias e disse “não” a Davi, quando este pediu muito mais do que a metade de uma vida para o filho recém-nascido (2Samuel  12.15-23).

{><}

"Peco-Te SENHOR, que como o salmista, ouça a minha oração, permita-me ver os filhos de meus filhos, antes que 'se rompa o fio de prata'. Assim seja, no nome de JESUS."
{><}



Márcio Melânia

06 agosto 2017

Devocional para Domingo, 06 de Agosto de 2017


Os salmos revelam que há uma intimidade muito profunda e continuada entre o salmista e DEUS. Para ele, DEUS não é um criador impessoal nem uma força sem coração nem uma autoridade de difícil acesso.
A intimidade é tal que o salmista usa um rico vocabulário para se dirigir a DEUS e coloca sempre o pronome possessivo: o SENHOR é o meu escudo, a minha fortaleza, a minha força, o meu forte refúgio, a minha luz, a minha rocha, o meu rochedo, a minha torre alta. Para o salmista, DEUS é o seu Ajudador, a sua Esperança, a sua Glória, o seu Libertador, o seu pastor, o seu Rei e o seu Salvador.
Os salmos mostram a total dependência que o salmista tem de DEUS. Ele precisa do SENHOR para tudo — para continuar vivo, para sair de uma situação complicada, para não pecar, para obter perdão, para andar de cabeça erguida, para não se desesperar, para parar de chorar, para alegrar-se, para não cometer equívocos, para superar circunstâncias desfavoráveis, para obter vitória sobre seus adversários.

{><}

"Oro neste instante a Ti SENHOR, desejando de Tua parte a mesma intimidade que o salmista tinha. Quero precisar constantemente de TI, de Tua ajuda, para também superar todas as circunstâncias que estou vivendo. Te louvo, pois sei que atendes a minha oração."

{><}

Márcio Melânia

05 agosto 2017

Devocional para Sábado, 05 de Agosto de 2017



Executar uma vingança é uma maneira maligna e dolorosa de responder àqueles que sentimos que nos fizeram mal. O SENHOR é nossa garantia de recompensa justa. Deixe com ELE. Vingança crescente só leva a pessoas destruídas e vidas desmoronadas. Pior ainda, leva a ampliação da ação do mau caráter.

{><}
"Através do seu Espírito, Pai, dê-me poder para ser paciente e esperar que o Senhor cuide de injustiças cometidas contra mim.
Por favor, torne meu coração mais parecido com o de Jesus, no nome de quem eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

04 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017



DELEITAR-SE com o que você tem atualmente é melhor do que deixar que o seu coração vagueie. Você deve fazer uso do que está na sua frente, em vez de perambular por aí, cheio de desejos. Isto foi o que o cachorro dos escritos de Esopo fez quando perseguiu o reflexo na água, o que fez com que ele perdesse a carne que tinha na boca. Você deve usar o que DEUS colocou diante de você e ficar satisfeito com isso. Você não deve tentar satisfazer os seus próprios desejos, porque eles nunca serão totalmente satisfeitos. Em vez disso, você deve usar tudo o que Deus tem colocado diante de você. Tudo isso é muito bom (Gênesis 1.31).
Pessoas fiéis são contentes com o que têm e consideram tudo como um presente de DEUS. Os incrédulos, porém, agem de forma diferente. Tudo o que vêm na sua frente não passa de um estorvo. Eles não usam esses presentes nem os apreciam. Ao contrário, permitem que seus corações andem sempre descontentes. Se eles têm dinheiro, não encontram prazer nem desfrutam dele. Eles sempre querem algo diferente. Se eles têm um cônjuge, querem uma outra pessoa. Se adquirem um reino, não ficam satisfeitos com apenas um. Alexandre, o Grande, por exemplo, queria outro mundo para conquistar.
Devemos fixar nossos olhos no que já temos à nossa frente. Devemos nos agradar com tudo isso. Devemos ter prazer nisso e agradecer a DEUS por cada coisa. DEUS não quer que os nossos corações vagueiem pensando em outras coisas. Essa passagem nos mostra que devemos fazer uso do que temos no presente. Deixar que nossos corações vagueiem cheios de desejos não faz sentido.
{><}
"SENHOR, ajude-me a manter os meus olhos fixos e TI somente. Ensina-me a desenvolver o dom do contentamento. Amém."
{><}

Márcio Melânia

03 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 03 de Agosto de 2017



Escrevendo a Timóteo, Paulo revela que um dos maiores tesouros da vida é a piedade com contentamento (1 Timóteo 6.6). Com este tesouro, nossas circunstâncias físicas se tornam bem menos importantes para nós do que o caráter que mostramos nestas circunstâncias.
Nossa situação financeira é menos importante do que amar a DEUS do fundo de nosso coração.
Aqueles que são ricos e mostram piedade, um desafio muito difícil, segundo JESUS, são aqueles que são felizes por serem piedosos, e serão assim, com ou sem riqueza. Aqueles que são pobres e são piedosos demonstram a mesma habilidade.
Então o xis da questão não é o quão rico nós somos de dinheiro, mas o quão ricos somos da Graça!

{><}

"PAI Fiel e constante, aquiete meu coração inquieto e às vezes cobiçoso, e me ajude a encontrar meu contentamento na SUA presença
e SEU caráter na minha vida. Amém."

{><}

Márcio Melânia

02 agosto 2017

Devocional para Quarta-Feira, 02 de Agosto de 2017




O que é mais importante para você: seu dinheiro ou seu caráter?
Eu lhe garanto que esta pergunta será feita a você de várias maneiras diferentes; provavelmente nas piores circunstâncias, quando você estiver mais vulnerável. Conta-se que Martinho  Lutero disse que a última parte do homem a se converter é a sua carteira.
Então, você escolherá o pouco do justo, ao invés da abundância do perverso? Hummm! Pergunta difícil. Então, façamos esta decisão agora, antes que as circunstâncias mudem. DEUS, Seu Reino, Sua vontade, Sua justiça vêm primeiro, certo?

{><}

"Deus Poderoso, criador e dono de tudo, por favor, conceda-me amor pela justiça e desprezo pela ambição e cobiça. Eu quero lhe servir com um coração não dividido, que não pode ser influenciado por coisas materiais nas decisões. Por favor, ajude-me a fazer decisões baseadas no que vão lhe agradar. Amém."

{><}

Iluminalma

01 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017



O cristão que se preocupa somente com a aprovação de Deus vive livre da tirania das pressões conformistas, descansado sob a direção firme do Deus que nos ama e se entrega por nós. Aqueles que tentam agradar ao mundo com seu bom comportamento logo se veem sob a vigilância insensível de mil críticos.

{><}

"Torna-me indiferente, Deus, à aprovação do mundo, mas sensível à tua. Como é fácil fazer parte do desfile da religiosidade! Guarda-me da pretensão, das poses, dos fingimentos. Pelo amor de Jesus. Amém."

{><}


Márcio Melânia
Google