30 novembro 2016

Devocional para Quarta-feira, 30 de Novembro de 2016

Filipenses 4.19

Que fazer diante desta promessa?

1. Recebamos as bênçãos como bênçãos de Deus, não como fruto do acaso, nem como fruto do seu esforço pessoal. Bênção é bênção. Vem da Graça. Lembremo-nos: DEUS supre as necessidades dos que crêem NELE.

2. Peçamos a DEUS que abençoe-nos. A recomendação paulina neste mesmo capítulo é clara: "Não ande ansioso por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresente seus pedidos a DEUS" (Filipenses 4.6). Lembremo-nos: DEUS supre as necessidades dos que vão a ELE confiantemente.

3. Abençoemos os outros.  Doemos aos outros, como sacrifícios (ofertas) apresentados a DEUS como cheiro suave. Facamos isto com prazer, não por necessidade, não como se fosse uma troca. Recebemos de graça? Demos de graça. Lembremo-nos: DEUS supre as necessidades dos que suprem os outros.

4. Fortaleçamo-nos no poder de DEUS .
Em DEUS,  podemos todas as coisas, todas as coisas que exaltarão a Glória de DEUS. Desenvolvamos a SUA confiança. Deixemos que DEUS , "com as suas gloriosas riquezas", fortaleça-nos "no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito" (Efésios 3.16). Lembremo-nos: DEUS supre as necessidades dos que se acham fracos diante dEle.

Pastor Israel Belo de Azevedo
Adaptado por Márcio Melânia

29 novembro 2016

Devocional para Terça-feira, 29 de Novembro de 2016

Que interessante é  descobrir  que “Vinde” não é verbo na expressão “vinde a mim”.
Verbo, como sabemos, indica uma ação. E no caso deste verso, a Bíblia não usa um verbo, mas um advérbio de lugar (pode ser de tempo, também).
Jesus, nesta palavra, coloca um significado diferente do que pensamos se admitimos ser "vinde" um termo "verbal".
Como sempre, ao lermos o contexto descobrimos que ELE usou uma locução adverbial, desta forma: “vinde para junto de mim” ou preferencialmente “vinde para o meu lado”.
Entendemos assim pois o verso 29 diz: “tomai sobre vós o meu jugo”. “Jugo” é canga, e canga é para uma parelha de animais.
Dai vir para o lado de Jesus é andar parelho com Ele e não apenas achegar-se a Ele.
O convite está posto, se cansados e sobrecarregados, podemos dividir a carga com ELE.
Que tal andarmos pareados com JESUS?

Márcio Melânia

28 novembro 2016

Devocional para Segunda-feira, 28 de Novembro de 2016

Que promessa maravilhosa!
Quando não estamos em meio à dificuldades ou tribulações é muito fácil aceitarmos esta promessa.
Mas se estivermos em uma hora escura – quando o Senhor a permite – com medo e solidão, então precisamos confirmar nossa fé e nos agarrar bem forte nessa promessa de Deus.
Mesmo nessa condição devemos e queremos dar crédito inabalável a esta palavra. Jesus continua no barco!
O Senhor não diz: “não ficarás abandonado...”, mas a garantia é extra: “[Eu] não te deixarei...”.
Ninguém menos que o próprio DEUS estará conosco. O DEUS EMANUEL.
O Senhor também não diz “não vos deixarei” mas “não te deixarei”. O Senhor não se dirige a massa, mas ao individuo. ELE trata individualmente com cada um de nós.
Na segunda parte do versículo vemos que o Senhor ainda reforça o que disse: “Jamais te abandonarei”.
Em outras palavras Ele reforça e repete, como se fosse dizer: “Não importa o tamanho da provação, Eu lhe dei dupla promessa de estar com você!”
Davi experimentou isso quando no vale da sombra da morte: “... não temerei mal algum, porque tu estas comigo” (Salmo 23.4).
De hoje em diante louvemos a Jesus, crendo que Ele está conosco nas vinte e quatro horas do dia, apesar de nossos sentimentos.
Glória ao DEUS EMANUEL!

Márcio Melânia

27 novembro 2016

Devocional para Domingo, 27 de Novembro de 2016

O perdão deve ser uma escolha diária.
Escolhemos perdoar, tenhamos vontade ou não de fazê-lo. É uma decisão, e não um sentimento.
Se esperarmos os sentimentos agradáveis aparecerem, pode demorar a vida inteira.
Se lhe vem à memória alguém que você tem dificuldade de perdoar, peça ajuda a Deus. Ore por essa pessoa de todas as maneiras que conseguir imaginar.
É impressionante como DEUS quebranta nosso coração quando oramos pelos outros. A raiva, o ressentimento e a mágoa se transformam em amor.
Por vezes, jogamos a culpa em Deus por algo que consideramos injusto e que nos afetou de alguma maneira. Peçamos que ELE nos mostre se temos agido assim em alguma área. Não deixemos que o rancor limite a atuação de DEUS em nossa vida.
Algumas vezes também acontece de ficarmos nos culpando excessivamente por erros ou fatos dolorosos de nossa vida.
Se esse é o seu caso, peça que DEUS o ajude a perdoar a si mesmo pelas vezes em que você falhou.
DEUS quer nos capacitar para amar nossos inimigos conforme ELE mesmo ordena na Palavra.
Só ELE pode nos ensinar a abençoar os que nos amaldiçoam e perseguem e nos transformar numa pessoa que perdoa prontamente.

Stormie Omartian
(Adaptado por Márcio Melânia)

26 novembro 2016

Devocional para Sábado, 26 de Novembro de 2016

Este texto é comumente usado para comater o exagero do materialismo que excomunga a fé da vida do cristão.
Acredito que muito além disto, o Apóstolo Paulo está colocando “fé” aqui como algo provisório, visto que na eternidade não precisaremos mais dela.
Assim sendo, “andamos por fé e não pelo que vemos” significaria, então, algo como “andamos por fé porque é dela que precisamos agora para ver aquilo que ainda não vemos (ou, o que vemos como por espelho, obscuramente). Mas quando chegar o tempo de vermos face a face [cf. 1 Coríntios 13.10-13], não precisaremos mais da fé, visto que aquilo para o que ela apontava se nos tornou em realidade concreta”.
Portanto, enquanto aqui estivermos, vivamos na dependência da fé, sem dedicarmos exclusividade ao que "vemos", mesmo sem compreendermos o que a fé é capaz de realizar no que estamos "vendo", na esperança eterna de que para onde vamos não mais viveremos este paradoxo.

Márcio Melânia

25 novembro 2016

Devocional para Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016

Ah!, coração enganoso este nosso!

O coração, no Antigo Testamento, além de ser o local das emoções, também representa os recônditos mais profundos do nossi ser interior e o fundamento do caráter, abrangendo a mente, a vontade e as emoções (Jeremias 4.19; Provérbios 2.2).
Se analisarmos profundamente e lembrarmos da sinceridade como nossa parceira com a qual dividiriamos a nossa cama,  nela não confiariamos, por causa do enganoso coração que temos.
Nem com a mais profunda sinceridade confiamos em sua ardorosa paixão, devoção e afirmação.
Quando Deus afirma que nosso coração é enganoso, é melhor crer em Deus e acreditar nele piamente.
Não é em meu coração que eu confio, mas no Senhor dos corações que "esquadrinha a mente e prova o coração para dar a cada um o que é justo, conforme os seus caminhos e frutos de suas ações."
Enfim, nem em nós, somente NELE podemos confiar!

Márcio Melânia

24 novembro 2016

Devocional para Quinta-feira, 24 de Novembro de 2016

Deveríamos saber que os aplausos que recebemos não se dirigem a nós, mas a Cristo, a quem pertencem todo o louvor e a honra.
Ensinar de maneira piedosa ou viver de forma santa não são méritos nossos, mas de Deus. Assim, não somos nós que estamos sendo louvados, mas Deus em nós. Afinal, “o que tens que não tenha sido recebido?” (1Coríntios 4.7).
Se reconhecermos isso, não sairemos da linha nem nos tornaremos orgulhosos, mas daremos a glória a Deus. Nós também não vamos desistir do nosso chamado por causa de abuso, desgraça e perseguição.
Por sua graça especial Deus cobre a nossa glória com vergonha e com os amargos ódio, perseguição e blasfêmia do mundo. Além disso, enfrentamos desprezo e ingratidão dos nossos próprios seguidores – camponeses, cidadãos e nobres.
A animosidade e a perseguição deles ao evangelho, apesar de ocultas e internas, são mais prejudiciais do que inimigos que perseguem abertamente. Deus permite essas dificuldades para que nós não nos tornemos orgulhosos dos nossos dons, para que não sejamos infectados pela praga da honra própria.
Certamente muitos dos nossos discípulos nos honram porque estamos em posições oficiais de pregadores. Contudo, para cada um que nos honra existem centenas que nos odeiam, desprezam e perseguem.
A blasfêmia e perseguição dos nossos oponentes, associadas ao desprezo, à ingratidão e ao ódio secreto dos nossos próprios seguidores, nos deleita tanto que facilmente nos esquecemos de tudo que se relaciona à glória pessoal. Como resultado, nós nos regozijamos no Senhor e nos mantemos na linha.

Lutero


23 novembro 2016

Devocional para Quarta-feira, 23 de Novembro de 2016

Quando você tem um talento e você o esconde,é  pior do que se você não tivesse nada, pois não irá tirar proveito para o desenvolvimento de sua vida.

Existem várias maneiras de esconder nossos talentos:

a) Privilegiando o conforto sobre o desenvolvimento.
b)Tentando passar despercebido para não se comprometer
c) Estar no grupo e não querer para pagar o preço.
d) Não assumir os riscos da exposição.

Quando você tem um talento e você esconde-o, não beneficia aqueles ao seu redor:

a) Testemunhando e nem mesmo desejando um testemunho para compartilhar
b) Não servindo a Deus, mesmo tendo dons dados por ele
c) Não dá conselhos, apesar de ter sabedoria para fazê-lo
d) Não demonstra amor mesmo sabendo amar..

Por favor, não escondam o que o Senhor lhes deu, torne-o conhecido como uma forma de honrá-Lo, para desenvolver a sua própria vida e abençoar aos outros com quem você convive.

Eu abençôo a sua vida de modo que neste momento você poderá tornar conhecido o que Deus lhe deu e, assim, cumprir o propósito para o qual este talento foi dada para você.

Pastor Daniel Gonzalez
Tradução: Márcio Melânia

22 novembro 2016

Devocional para Terça-feira, 22 de Novembro de 2016

No original, promessas referem-se às que encontramos na Palavra de Deus, é por meio delas que encontramos a verdadeira Alegria.
Muitas pessoas tentam encontrar a Alegria por meio do acúmulo de dinheiro, de bens.
Contudo, como sabemos não podemos viver apenas de pão e de bens e o dinheiro não pode comprar o ingrediente que dá a verdadeira Vida e Alegria.
A palavra de Deus traz tanto regozijo como aquele de “quem acha grande despojo”.
Não precisamos ganhar na loteria para ter alegria. Precisamos apenas ir à Palavra de Deus, estudá-la, acreditar nela e guardá-la em nosso coração.
Cada vez que você agimos assim, nossa alegria será tão grande como quem encontra grande despojo. Como que acertou uma loteria e sozinho.
Não é realmente maravilhoso que tenhamos uma fonte tão constante de Alegria à nossa disposição?
Não uma alegria que depende de condições, de “sorte” ou coisas semelhantes, mas em Deus e Sua maravilhosa Palavra, a Bíblia.

Márcio Melânia

21 novembro 2016

Devocional para Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016

A esperança do cristão não deve ser equiparada ao otimismo infundado. Pelo contrário, trata-se da certeza bendita do nosso destino futuro e baseia-se no amor de Deus, revelado pelo Espírito Santo e objetivamente demonstrado na morte de Cristo.
O verbo (no original) denota uma situação resultante de uma ação no passado.
Quando cremos pela primeira vez em Cristo, o Espírito Santo derrama seu amor em nossos corações, e esse amor continua habitando em nós.
O amor de Deus por nós pecadores e a obediência de Cristo ao Pai foi provada por ele ter morrido por pessoas ímpias, descrentes e indiferentes para com ele e para com Deus.
O ser humano jamais teria este amor que Cristo teve, pois somos seres egoístas e pensamos apenas em nós mesmos. Talvez morreríamos por um filho, ou por alguém que temos laços e vínculos de amor, mas não morreríamos por uma pessoa só porque ela é justa ou boa.
Mas Jesus Cristo morreu por todos nós quando ainda vivíamos em uma vida de pecados, indiferentes a justiça de Deus.
Isto sim, é Amor!

Márcio Melânia

20 novembro 2016

Devocional para Domingo, 20 de Novembro de 2016

Este verso inicial do Salmo 115 nos declara que a glória de tudo deve SEMPRE ser dada ao SENHOR, caso contrário, será algo vão, inútil.
As palavras do salmista aqui revelam o seu conhecimento a respeito da grandeza do amor de Deus que resultam na humildade e em uma devoção sincera do seu coração.
Da mesma forma vemos o resultado na vida de alguns cristãos perseguidos que enfrentam prisões, dores, humilhação por amor a CRISTO.
O discurso que brota de seus corações depois de passarem por tudo isso, verem e reconhecerem o amor e a fidelidade do SENHOR com gratidão são testemunhos poderosos, onde a glória é sempre dele. Aprendamos com o testemunho dos cristãos perseguidos a sermos sinceros e perseverantes, pois a fidelidade do SENHOR nos é suficiente para confiar, agradecê-LO e entregar toda a glória ao teu nome: Jesus Cristo. Aleluia, DEUS SEJA LOUVADO!

Márcio Melânia

19 novembro 2016

Devocional para Sábado, 19 de Novembro de 2016

Na prática judaica este salmo acróstico, de louvor a Deus como Rei, era recitado pela manhã e à noite, no momento da adoração. Começar e terminar o dia com expressões de louvor e ação de graças é uma prática que pode realmente prolongar a sua vida e mantê-la saudável.
Os pesquisadores não chegaram a um consenso de como isso acontece, mas sabemos que as pessoas positivas e gratas tem maior resistência a doenças, mais bem-estar físico e mental e redução do risco de morte por doença cardíaca. Salomão, o homem mais sábio que já caminhou sobre a Terra, disse: “O coração alegre é um bom remédio” (Provérbios 17.22).
O louvor não beneficia apenas a nós mesmos, não é um assunto apenas entre nós e Deus. Pense no poderoso exemplo que damos e as impressões que passamos aos nossos filhos e às gerações seguintes quando, juntos, celebramos a fidelidade de Deus e Sua realeza em nossas vidas.
Louvar a Deus precisa estar em nossa programação diária, a despeito de nossas circunstâncias atuais. Deus não muda e Sua misericórdia, perdão, amor e fidelidade para conosco são constantes.

"Louvai-o! Louvai-o! Cante uma canção, a ELE um trono erguei, com vozes e júbilo, adorai ao Eterno Rei!"

Thandi Klingbeil

Adaptado por Márcio Melânia

18 novembro 2016

Devocional para Sexta-feira, 18 de Novembro de 2016

Deus não tem sonhos para nós, mas têm planos, pensamentos, propósitos, designos, e projetos!
O contexto deste verso explicita a situação vivida pelo povo de Israel que encontrava-se em cativeiro na Babilônia.
O desejo do povo era voltar para sua terra, para Jerusalém.
Deus, informa ao povo que, onde eles estivessem ou onde fossem, se estivessem com o Senhor, estariam dentro de seus planos e propósitos.
Nossa paz não depende do nosso estado de espírito, nem do nosso poder aquisitivo, nem do dinheiro que temos, nem de coisas aparentes, e muito menos do lugar onde estivermos, mas de procurar a paz em uma pessoa, no Príncipe da Paz: JESUS! Este sim nos garante um futuro e uma Esperança.
Temos uma Esperança e um futuro que vai muito além dos parâmetros desta vida. Temos uma viva Esperança e um futuro onde viveremos na eternidade com Deus.
Temos a esperança “de que Deus, que começou este bom trabalho entre vocês, vai continuá-lo até que ele seja terminado no dia em que Jesus Cristo voltar.” (Filipenses 1.6).
Deus seja louvado!

Márcio Melânia

17 novembro 2016

Devocional para Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

Comumente, plano que é bem-sucedido é aquele que consegue sucesso, que acontece segundo seus idealizadores desejam, independente se Deus foi glorificado ou não.
Porém, para o cristão que consagra tudo a Deus, o conceito de bem-sucedido é outro.O cristão sempre faz a sua parte e fica sensível ao que Deus lhe mostra como resultado.
Agindo assim, todos os nossos planos serão bem-sucedidos, ainda que em sua formatação final as coisas não tenham saído como desejou o nosso coração.
A garantia disso vem de Deus. Para muitos a morte de Jesus na cruz não foi algo bem-sucedido. Alguns olhavam para Jesus e o desafiavam a descer da cruz e salvar-se a si mesmo.
Para eles, isso seria “Jesus ser bem-sucedido”. Porém, sabemos que foi sim bem-sucedida a morte na cruz, pois atendeu a todo o desejo de Deus, a toda a Sua vontade.
Fazer a vontade de Deus e consagrar tudo a Ele é a garantia de que tudo dará certo!

Márcio Melânia

16 novembro 2016

Devocional para Quarta-feira, 16 de Novembro de 2016

Salomão, autor destes provérbios, provou tudo que a vida poderia oferecer, comparou certas coisas para nós, para que pudéssemos evitar o embaraço e a dor das prioridades erradas.
Este verso fala de uma realidade muito comum nos dias de hoje, pessoas com muito dinheiro que podem comprar tudo o que desejam, mas são infelizes, solitárias, não conhecem o amor, e não tem paz.
Por outro lado, existem pessoas que não tem dinheiro, e são muito felizes. Os tesouros de Deus são de valor incalculável e são estes que nós devemos procurar.
Façamos do temor do SENHOR a coisa mais importante na sua vida, pois nesse temor há grande recompensa e salvará você de problemas. Em outras palavras, “Mas é grande ganho a piedade com contentamento.” (1Timóteo 6.6).
Até a pobreza pode ser bom, se você teme ao Senhor.

Márcio Melânia


15 novembro 2016

Devocional para Terça-feira, 15 de Novembro de 2016

“Por causa de nada”. Isto está  no número singular conforme usado por  Paulo, mas é o gênero neutro; a expressão, portanto, é equivalente a negotio omni (em cada matéria) pela (oração) e (súplica) são substantivos femininos. Com estas palavras, Paulo exorta os filipenses, como Davi faz a todos os piedosos no Salmo 55.22, e Pedro também em 1 Pedro 5.7, para lançar todos os seus cuidados sobre o Senhor. Porque não somos feitos de ferro, de modo a não sermos abalados pelas tentações. Mas este é o nosso consolo - depositar, ou (para falar com maior propriedade) lançar nossos fardos sobre o seio de Deus, lançar tudo o que nos assedia. A confiança, é verdade, traz tranquilidade às nossas mentes, mas isto é o caso somente quando nos  exercitamos em orações. Sempre que, por isso, se somos assaltados por qualquer tentação, devemos nos recolher imediatamente à oração, como a um asilo sagrado.   O termo “peçam” é empregado aqui para denotar desejos. Ele quer que os tornemos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica, como se os cristãos derramassem seu coração diante de Deus, quando eles consagram tudo o que são e o que têm, a ele. Aqueles, na verdade, que olham para cá e para lá os confortos vãos do mundo, podem parecer estar em algum grau aliviados; mas há somente um refúgio seguro – lançar-se sobre o Senhor.  “Com ação de graças”. Como muitas vezes oramos a Deus de modo  errado, cheios de queixas ou de murmúrios, como se tivéssemos fundamento para acusá-lo, enquanto outros não podem tolerar demoras, se ele não satisfizer imediatamente seus desejos, Paulo nesta conta conjuga ação de graças com orações. É como se ele tivesse dito, que as coisas que são necessárias para nós devem ser desejadas por nós para serem recebidas do Senhor de tal maneira, que nós, no entanto, submetemos nossos afetos à sua boa vontade, e damos graças ao apresentar petições. E, sem dúvida, a gratidão terá esse efeito sobre nós - que a vontade de Deus será a grande essência de nossos desejos.    João Calvino (Adaptado por Márcio Melânia)

14 novembro 2016

Devocional para Segunda-feira, 14 de Novembro de 2016

Vivemos em tempos difíceis.
Há muito medo e preocupação, não só sobre o futuro, mas há o medo do aqui e agora.
É importante observarmos que os tempos difíceis não estão ocorrendo apenas agora. A vida está difícil agora, mas nunca foi fácil! Talvez a vida em dias anteriores fosse diferente, mas não sem dificuldade.
Precisamos ser lembrados de que Deus é eterno, e os princípios de Sua Palavra também são eternos. Eles não mudam! Mesmo em uma sociedade em mutação.
No Salmo 27, Davi apresenta vários princípios que lhe permitiu lidar com momentos difíceis em sua vida.
Não há nenhuma promessa na Palavra de Deus de que não teremos de enfrentar dificuldades; se alguém está ensinando isso é herético.
Mas podemos descansar sobre estes princípios ensinados pelo autor deste Salmo para sermos capazes de atravessar os momentos difíceis:
Louvar a Deus por ser nossa Luz e Salvação e lugar exclusivo de Segurança. Glória à Deus!

Márcio Melânia

13 novembro 2016

Devocional para Domingo,13 de Novembro de 2016

Quantas vezes durante a nossa existência não conseguimos manter a alegria?
Esperamos uma coisa e acaba chegando outra. A tristeza se torna inevitável.
A Palavra de Deus nos afirma que a Alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10), mas não encontramos alegria no cotidiano.
Mesmo diante da ausência da alegria, precisamos continuar confiando no Senhor.
Esta confiança produzirá a Alegria que foi embora. Voltaremos a sorrir, não porque temos o que precisamos, mas porque temos esperança no Senhor.
Esta esperança no Senhor produz a volta da alegria.
Pio de Pietrelcina (1887-1968) dizia: “Caminhe com alegria e com o coração o mais sincero e aberto que puder. E quando não conseguir manter esta santa alegria, ao menos não perca nunca o valor e a confiança em Deus".
Renovemos nossa Esperança em Deus todos os dias para transbordarmos de Alegria e Paz no poder do Espírito Santo!

Márcio Melânia

12 novembro 2016

Devocional para Sábado, 12 de Novembro de 2016

"Orai sem cessar"
1 Tessalonicenses 5.17

O conhecido pregador Charles Spurgeon dizia: "Eu preferiria ensinar um homem a orar do que dez homens a pregar."
As palavra "sem cessar" foram traduzidas do termos grego "adialeiptos", que quer dizer constantemente, incessantemente.
É  necessário cultivarmos o senso de dependência a Deus; que faça parte da própria estrutura de nossos pensamentos o fato que, sem ELE, nada poderemos fazer, mas que, por intermédio DELE, tudo poderemos fazer...
Essa atitude de devoção por si mesma é resultante de orações incessantes; essa forte consciência de dependência a DEUS torna-se algo bem presente somente quando nos apresentamos a ELE, em cada uma das nossas necessidades.
É inútil dizermos que algo não pode ser feito, antes dessa experiência ser realizada.
Pouquíssimas são as coisas que não podem ser realizadas pela oração; de fato, poucas são as coisas que não podem ser precedidas pela oração; e nenhuma coisa existe que não possa ser beneficiada pela oração.
Comecemos a usar este meio de graça e veremos a manifestação do poder de Deus em nossas vidas.
Shabat Shalom!

Márcio Melânia

11 novembro 2016

Devocional para Sexta-feira, 11 de Novembro de 2016

Este verso traz em seu contexto o momento mais complexo que Jesus, Deus feito homem, passou enquanto aqui esteve.
A tentação é uma realidade bem presente na vida de cada ser humano! Não há ninguém que não esteja sujeito à tentação.
Numa linguagem mais popular, podemos dizer que ainda não foi inventada uma vacina para a tentação! Todos somos tentados, desde os mais jovens até os mais velhos. Até mesmo, Jesus, o Homem Perfeito, também foi tentado.
A vitória de Jesus sobre a tentação é também a nossa vitória.
Jesus, venceu a sedução do pecado com oração, com a Palavra e por andar no Espírito. Todos os que estamos em Cristo podemos sim, também, vencer a tentação (1 Coríntios 10.13).
Satanás queria que Jesus visse as coisas materiais como sendo mais necessárias do que as espirituais.
Jesus mostra que mais importante do que o pão material era o pão espiritual, a Palavra de Deus.
Ainda hoje, o Diabo usa a mesma artimanha quando convence os homens de que ter abundância, fartura ou prosperidade material, poder e deslumbramento é melhor do que desfrutar da comunhão com Deus.
Busquemos em primeiro lugar a DEUS e à Sua Palavra que todas as nossas necessidades serão satisfeitas.
"Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês." Mateus 6.33

Márcio Melânia

10 novembro 2016

Devocional para Quinta-feira, 10 de Novembro de 2016

Deus não se esqueceu de você! Ele sabe exatamente o ponto a que você chegou, o que está fazendo neste instante, e acompanha cada passo em seu caminho.
Mas somos iguais aos filhos de Israel que duvidavam do cuidado diário que o Pai tinha por eles, apesar de que profetas foram enviados para entregar maravilhosas promessas dos céus.
Em vez de nos submetermos ao Senhor em quieta confiança e descansar em Suas promessas, nos esforçamos tanto para arranjarmos nossas próprias soluções.
E quando o nosso jeito de resolver as coisas vira uma tragédia, nos zangamos com Deus.
Deus não Se esqueceu de mim - nem de você! Mil vezes não!
Ele neste instante, está desejando que creiamos que Ele está agindo para que todas as coisas cooperem para o nosso bem.
Então pare de tentar compreender; pare de se preocupar; pare de duvidar do seu Deus! A resposta está chegando! Deus não trancou Seus ouvidos! Você colherá - na estação certa - se não esmorecer!
Deus ainda responde as orações!
Ele vai nos consolar, nos livrar, nos dar as coisas necessárias!
Mas tudo que Deus faz em nós e para nós depende de uma coisa: precisamos crer que Ele ouve quando O invocamos, que ELE pesa toda lágrima, que está mais interessado em dar do que em receber, que está mais ansioso para responder qualquer oração que nos ajudará a ser mais como ELE, que jamais irá reter nada que precisemos, por um tempo maior do que possamos suportar.
Glória a DEUS!

Márcio Melânia

09 novembro 2016

Devocional para Quarta-feira, 09 de Novembro de 2016


Salmos 91.2

Este Salmo começa afirmando que "aquele que habita sob a proteção do Altissimo, terá repouso à sombra do Todo Poderoso".
A proteção que encontramos quando habitamos nesta proteção é que nos faz ter a certeza de afirmamos que Ele é o nosso refúgio e a nossa Fortaleza. É nele que depositamos a nossa confiança.
Eis aí o porquê do mundo não entender quando mesmo nas dificuldades os cristãos afirmarem que vai tudo bem.
Em meio às lutas e procelas que a vida impõe ao cristão, ele sorri e afirma que vai tudo bem. Isto vem da certeza de que Deus é de fato refúgio e Fortaleza.
Confiarei  está no Futuro do Presente. Este verbo indica a certeza de que algo acontecerá no futuro.
Neste Salmo, a certeza de que Deus continuará sendo o nosso Refúgio e Fortaleza.
O simbolismo da força da águia ao proteger seus filhotes, é aplicável a situações que precisamos da proteção de Deus.
Que estejamos sempre debaixo das "asas" de nosso DEUS, na certeza que sob Sua proteção e refúgio estamos seguros. Não há melhor lugar, onde devamos estar.

Márcio Melânia

08 novembro 2016

Devocional para Terça-feira, 08 de Novembro de 2016

Mateus 6.33,34

Jesus mostra que não precisamos nos preocupar com o que vestir, com o que comer.
A frase principal dessa passagem é: “Não se preocupe!”
A preocupação com essas coisas nos faz, cada vez mais, exagerar e perder nossas forças. Com isso, deixamos de nos preocupar com o que realmente vale a pena.
Isso não quer dizer que não é para nós não nos preocuparmos, mas é para aprendermos a equilibrar tudo. E Deus precisa estar em primeiro lugar!
Não é a preocupação que vai acrescentar algo na nossa vida.
Buscar o Reino de Deus é esperarmos mesmo quando o Senhor parece demorar. Mas também não é cruzar os braços e ficar aguardando o milagre acontecer.
A nossa parte é fundamental para o milagre acontecer!
Deus é bom e fiel! Busquemo-LO em primeiro lugar.

Márcio Melânia

07 novembro 2016

Devocional para Segunda-feira, 07 de Novembro de 2016

Todos nós necessitamos de ajuda.
Desde a queda do homem no Jardim do Éden ele foi lançado de diante da face do Senhor e necessita da misericórdia de Deus para sobreviver.
A Palavra de Deus nos afirma que temos a proteção diária de Deus sobre as nossas vidas e se não fora assim já teríamos sido consumidos:

"Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis."
Lamentações de Jeremias 3:22

Então, aprendamos a andar conforme os seus ensinamentos para que a cada dia sejamos renovados por ESTAS misericórdias.
Busquemos a DEUS em oração e leitura de Sua Palavra para sermos abençoados e sustentados.

Márcio Melânia

06 novembro 2016

Devocional para Domingo, 06 de Novembro de 2016

O nosso socorro está em Deus.
O autor deste Salmo, certamente passava por alguma situação difícil, busca o socorro em Deus.
Os “montes” citados nesse texto eram o local onde ficava o templo que, naquela época, representava àquele povo a presença viva de Deus no meio deles.
O salmista buscava encontrar a presença de Deus, pois sabia que o seu socorro estava em Deus.
Não há qualquer dúvida de que Deus viria socorrer a quem estava buscando por ELE.
O texto afirma com ênfase e certeza: “O meu socorro vem do Senhor”.
DEUS é nosso socorro. Não ponha sua esperança na pessoa errada.
ELE é a nossa Esperança!

Márcio Melânia

05 novembro 2016

Devocional para Sábado, 05 de Novembro de 2016

Como ontem e hoje, todos nós passamos por situações desesperadoras.
O autor deste Salmo cita pelo menos 4 situações em que podemos nos sentir andando desgarrados pelo deserto: fome e sede (v.4-9), debaixo de tirania (v.10-16), enfermidades (v.17-22) e tempestades da vida (v.23-32).
Essas situações podem se repetir em nossa vida nos dias de hoje;. Por isso, esse Salmo é ainda válido para todos aqueles que, estando em aflição, clamam ao Senhor, pois temos a nossa fé edificada e somos animados nos momentos quando precisamos que DEUS intervenha diretamente em nossas vidas.
Quatro vezes o autor do Salmo declara que “Eles clamaram ao SENHOR”, e quatro vezes declara que “DEUS os livrou de suas necessidades.”
Muitas vezes somos levados a situações em que nossa auto-suficiência termina. É quando nenhuma ajuda de amigos ou irmãos pode nos socorrer para que assim clamemos a DEUS com FÉ, humilde e simples.
Mesmos quando somos os únicos responsáveis por nossas aflições, DEUS quer nos livrar. Ainda quando estamos em grande aperto, e sabendo que DEUS está nos provando, podemos continuar a esperar em SUA Misericórdia, e a ELE clamar com FÉ suplicando SUA ajuda.
ELE nos levará, por caminho direito, à cidade que devemos habitar.
DEUS seja louvado pelo SEU cuidado com SEUS filhos.

Márcio Melânia

04 novembro 2016

Devocional para Sexta-feira, 04 de Novembro de 2016

A Bíblia nos exorta em várias citações a renovar a nossa mente todos os dias, pois Deus sabe como somos afetados pelas circunstâncias e por tudo aquilo que nos cerca.
É preciso manter a nossa mente focada em Deus e na sua Palavra. Deus nos criou para vivermos livres de todo e qualquer pensamento que nos subjuga e impede o SEU agir na nossa vida.
Quando pensamentos ruins, negativos, depressivos, de morte invadirem nossa mente, leve-os diante de Deus e peça a Ele para encher seu coração com a sua Palavra.
Mantenha em dia sua leitura da Bíblia, pois é através dela que você encontrará e descobrirá a liberdade que Cristo veio para lhe dar.
Limpe a sua mente e seu coração semeando nele palavras de vida, palavras de libertação.

"Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas."
Colossenses 3:1‭,2

Bom dia!

Márcio Melânia

03 novembro 2016

Devocional para Quinta-feira, 03 de Novembro de 2016

Fazer planos é da natureza do ser humano, mas aprendemos ao longo da vida que os planos que fazemos muitos ficam no esquecimento.
São como as promessas de começar a emagrecer a cada segunda-feira, que nunca chega.
Ou quando falamos: "Hoje eu vou fazer isso, e mais aquilo, e aquilo outro"; e passa o dia inteiro e não fizemos nada do que precisávamos fazer. Ou ainda, como aquela promessa que fazemos: "Domingo eu vou na igreja". Só que você não disse qual domingo, não é?
Essas coisas nós até podemos deixar pra depois. Mas a oportunidade de reconhecer Deus como Senhor não pode ser adiada.
É ELE Quem controla em Sua soberania, tudo o que acontece. Todos os nossos planos serão executados se conhecermos o que Deus pensa sobre eles.
Portanto, coloquemos nossas realizações perante Deus para que tudo seja feito segundo os SEUS desígnios.
Que o SENHOR nos abençoe.

Márcio Melânia

02 novembro 2016

Devocional para Quarta-feira, 02 de Novembro de 2016

A expressão deste verso, ao contrário do que se propaga atualmente, é uma das maiores expressões de fé para aplicação prática na vida diária de cada cristão, pois ensina a confiar no Deus Eterno em quaisquer situações, acreditando que Ele, embora não livre seus filhos de sofrer dificuldades na vida, outorga poder para enfrentá-las e suportá-las sempre.

No contexto, encontramos afirmações de dificuldades, problemas e todo o tipo de enfrentamento que Paulo esteve passando.
A afirmação garante que mesmo com todas as provações DEUS dá  forças para ultrapassarmos tudo.
Que ELE nos dê forças!

Bom dia!

(Márcio Melânia)

01 novembro 2016

Devocional para terça-feira, 01 de Novembro de 2016

Salmos 138.3 Somente um relaciomento íntimo e pessoal com Deus pode nos dar energia e força para nos sustentar nos momentos de angústia e tribulações. Engajar-se em exercícios espirituais como a oração, leitura da Bíblia e permanecer na presença de Deus pode nos ajudar a receber uma força especial que somente ELE pode proporcionar. Quando cremos e confiamos no que lemos na Palavra de Deus e na forma como ELE trabalha, nossa esperança é reforçada. Busque a presença do único que pode reverter a sua situação e te renovar. Pois além de ajudador, Ele é seu melhor amigo, que mais te compreende e está sempre conosco (DEUS EMANOEL). Reserve um momento para estar sós com Deus. Busque conhecê-Lo melhor e Ele lhe trará mais coragem e força. Bom dia e uma abençoada terça-feira. Márcio Melânia
Google