21 agosto 2017

Devocional para Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017



Até as pessoas mais dispostas espiritualmente têm dificuldade em escapar da tentação de amarem a si mesmas. Assim que elas percebem que são melhores do que outros em alguma coisa, começam a amar a si mesmas e a olhar os outros do alto. As Escrituras nos fornecem um exemplo aterrorizante disso com a história de Saul. Ele era muito bem quisto e não havia alguém igual a ele em Israel (1 Samuel 9.2). Ele estava cheio do Espírito do SENHOR. No entanto, ele não fez o que Miqueias ordenou nessa passagem. Assim, caiu em terrível desgraça e foi rejeitado por DEUS.
Os pais da igreja falaram o seguinte sobre a tentação de amar a nós mesmos: “Não importa onde você lance a cabeça de um cardo, ele sempre ficará de pé”. Semelhantemente a um cardo, essa atitude ímpia facilmente se enraíza nos corações dos cristãos. É difícil para os cristãos evitar o amor próprio. Como Agostinho afirmou, esse é o único mal que se agarra às boas obras. É por isso que DEUS permite que o seu povo escorregue para o pecado, assim como permitiu que Pedro e Davi caíssem. Chocados com sua queda, os cristãos então se humilham. Eles passam a ter medo de pensar tão alto sobre si mesmos e querem manter em mente quão fracos eles ainda são. Foi por isso que Davi clamou: “O meu pecado sempre me persegue” (Salmos 51.3).
Os cristãos se humilham ao reconhecer e olhar para as suas fraquezas e seus pecados. Assim, tentam evitar ter orgulho de suas obras ou dos dons do Espírito que receberam de DEUS. Isso é o que significa “andar humildemente com o seu DEUS”. Devemos ser genuinamente modestos e humildes, desejando permanecer em segundo plano. Nunca devemos procurar honra e louvor pelas boas obras que praticamos.


Lutero

{><}

"Venha em nosso socorro neste dia, meu SENHOR!"

{><}


Márcio Melânia

20 agosto 2017

Devocional para Domingo, 20 de Agosto de 2017



Até hoje esta promessa continua sendo verdadeira, porque mesmo que o templo físico construído por Salomão não mais subsista, nosso templo espiritual somos nós (1 Coríntios 3.16; Mateus 18.20).
Nós sabemos que quando nos reunimos com os irmãos em CRISTO, e nos humilhamos diante de DEUS, e buscamos Sua presença, ELE nos ouve. Ao invés de esperar por um grandioso esforço mundial dos homens, por que não se reunir regularmente com outros, que se unirão a nós nesta oração?

{><}

"DEUS e Pai Eterno, buscamos Sua presença avidamente. Por favor,
perdoe-nos os nossos pecados. Por favor, use-me como uma boa
influência na minha geração. Acima de tudo, Pai, por favor, opere
para que aconteça renovação e cura nesta geração, no nosso povo, na
nossa terra. Nós precisamos da sua orientação, bênção e caráter no
nosso governo e entre o nosso povo, desesperadamente. No nome de
Jesus eu oro. Amém."

{><}

Márcio Melânia

19 agosto 2017

Devocional para Sábado, 19 de Agosto de 2017



( Salmos 30.5)

DEUS é DEUS de toda consolação (2 Coríntios 1).
Mesmo quando ELE lida de maneira dura para com nosso pecado e rebelião, ELE o faz para o nosso bem. Dura apenas um pouco, e se transforma em alegria. Se você está sendo disciplinado, ou está enfrentando as conseqüências cruéis do pecado, por favor, não desista. A manhã virá, e naquele amanhecer, a graça de Deus. Realmente vale à pena esperar.

{><}

"Pai de Amor, por favor abençoe seus filhos que estão enfrentando dificuldades. Por favor, ajude-nos a aguentar a “noite”, para que quando vier o “amanhecer,  possamos experimentar a grande alegria que vem a seguir. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

18 agosto 2017

Devocional para Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017



Quando dormimos, entramos em um mundo particular, sem a consciência da ação de DEUS.
A oração,  em total oposição ao sono, explora cada detalhe no drama da existência, atrai-nos para que participemos da paixão de Cristo.
Há um preço a pagar entre o sono e a oração, e precusamos ficar atentos para não cairmos na tentação.
{><}
"Vive em mim, CRISTO santo; cria um novo Adão, uma nova Eva, para viver para Tua Glória nesse jardim. Ensina-me a liberdade que vive Tua vontade, em vez de insistir na minha. Pelo amor de Jesus. Amém."
{><}

Márcio Melânia 

17 agosto 2017

Devocional para Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017



Quando todo o excesso é retirado, qual é sua verdadeira esperança?
Quando você deixa de lado os diplomas, prêmios, honras, títulos, qual é a base da sua significância?
Só Um dura para sempre! Só DEUS garante que nossa vida é importante.
Só nosso SALVADOR pode nos dar um lugar onde o que é valioso para nós não se estragará, nem será roubado, nem apodrecerá. Então, não depositemos nossos tesouros ou esperanças em ninguém mais, a não ser no SENHOR.

{><}

 "Ó SENHOR, Deus e Redentor, obrigado por permitir que eu deposite minha esperança, meu futuro, e meu significado nas suas mãos.
Dê-me coragem e confiança em saber que o Senhor não permitirá que eu seja envergonhado, mas que deixará que eu participe da sua justiça naquele dia no qual eu estiver diante do Senhor. No nome de Jesus. Amém."

{><}

Márcio Melânia

16 agosto 2017

Devocional para Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017



 A vinda de JESUS à Terra não é incompatível com o DEUS que se
revela no Primeiro Testamento. DEUS é Grande e Santo. DEUS é Justo e Majestoso. Apesar disso, DEUS ama pessoas, e se relaciona com elas,  especialmente as pessoas que vêm a ELE sabendo que precisam de Seu Amor e Graça. Àqueles que O buscam com paixão e reverência, DEUS traz uma nova Vida que toca o espírito e o coração.

{><}

 "Paizinho Santo e Justo, obrigado por me amar e por vir me salvar através de JESUS. Pai, eu venho ao SENHOR humildemente para pedir que me encha com Seu Espírito de uma maneira mais poderosa, reavive meu coração, e desperte meu espírito para trabalhar para a que SUA Glória transpareça hoje na minha vida. Amém."

{><}

Márcio Melânia

15 agosto 2017

Devocional para Terça-Feira, 15 de Agosto de 2017



Ano após ano, todas as manhãs, deixamos a posição horizontal das últimas oito horas (ou menos) e assumimos a posição vertical das próximas dezesseis (ou mais) horas. Vamos ao banheiro, lavamos o rosto, escovamos os dentes, penteamos o cabelo, trocamos de roupa, abrimos as janelas, tomamos a primeira refeição do dia e colocamos as mãos no arado. Fazemos tudo isso sem pensar, sem programar, sem consultar a memória. A repetição nos transforma em “autômatos”. É uma eterna rotina, como a do sol: “O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta” (Eclesiastes 1.5).
Mas a rotina não é problema aqui. O grande problema é a omissão. Nada do que fazemos automaticamente cada manhã deve ser suprimido. Porém algo precisa ser acrescentado. Ficou faltando a devocional matutina, a refeição espiritual, o cuidado com a alma, com a alegria, com o entusiasmo, com a santidade de vida.
O Salmo 90 valoriza essa necessidade interior quando nos ensina a fazer a seguinte súplica: “Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes” (Salmos 90.14).
Nem só de sono, nem só de higiene, nem só de relações familiares, nem só de trabalho, nem só de lazer, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de DEUS” (Mateus 4.4).

{><}

"Dá-nos discernimento, DEUS Eterno, para logo de manhã ouvirmos TUA voz e então tenhamos júbilo e alegria! Eu te peço que isto aconteça enquanto eu viver, no Santo Nome de Teu Filho JESUS. Amém."

{><} {><}


Márcio Melânia
Google